Edição do dia 21/05/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Vencedores da Campanha CDL Presente Com você recebem seus prêmios
GERAL - Fátima Rose Nauderer foi contemplada uma TV de 49 polegadas
Especialista fala sobre liderança para melhorar os resultados do negócio
GERAL
Câmara aprova projeto que intensifica combate à dengue
GERAL
Câmara abre processo seletivo público para estágio
GERAL
Regulamento do Concurso de Soberanas da 35ª Oktoberfest está disponível
VARIEDADES - Documento pode ser retirado na secretaria da Assemp ou no site da festa
Combate à dengue: Vistoriados mais de 7,4 mil imóveis
SAÚDE - Segunda etapa da megaoperação é no próximo sábado, 25, nos bairros Arroio Grande e Santo Antônio
Assaf vence pela terceira vez na Ouro
ESPORTES
Segundona Gaúcha
ESPORTES - Com novo técnico, Galo sobe na tabela
Brasileiro Série D: Avenida vence e lidera grupo
ESPORTES - Equipe derrotou o Joinville dentro dos Eucaliptos, na tarde deste domingo
Casa de Artes Regina Simonis recebe os Tapetes Orientais
VARIEDADES
Nesta terça-feira será exibido o filme Oito e Meio
VARIEDADES - A obra retrata a história do cineasta Guido Anselmi
Hospital Santa Cruz completa 111 anos
SAÚDE
Ação escoteira realiza mais um EducAÇÃO
EDUCAÇÃO - As atividades foram realizadas no último sábado, na escola Gaspar Bartholomay
Assembleia de Deus celebra 65 anos
RELIGIÃO - O evento de aniversário contou com várias atividades e mais de 1,5 mil pessoas
CDL entrega prêmios nesta terça-feira
GERAL
Água: Agerst realiza audiência para discutir reajuste da tarifa
GERAL - O evento aberto ao público ocorrerá na quinta-feira
Brasil a longo prazo
EDITORIAL
Em ano de mudanças, Hospital Ana Nery apresenta sua nova marca
SAÚDE

Uma tragédia sem igual

De Olho na Informação - Júlio Mello - 01/02/2019

A tragédia se repete em nosso país. Três anos atrás, mais exatamente no dia 5 de novembro de 2015, o rompimento da barragem de Fundão, da mineradora Samarco, deixou 19 mortos e inundou várias casas no distrito de Bento Rodrigues em Minas Gerais. Até hoje, nenhuma pessoa recebeu um centavo sequer de indenização. O acontecimento deveria ter sido um exemplo para as autoridades tomarem atitudes para que nada parecido viesse a acontecer. Contudo, novamente com influências de políticos, nada foi feito para barrar este tipo de tristeza.

Militares israelenses fazem resgate de vítimas em BrumadinhoMilitares israelenses fazem resgate de vítimas em Brumadinho Crédito: Israel Defense Forces

Uma tragédia sem igual (2)

A pequena comunidade de Brumadinho (MG) está estarrecida com o desastre ocorrido. Até o fechamento desta coluna, na tarde de ontem, foram 99 mortes com 259 pessoas desaparecidas. Números que assustam o mundo inteiro. Tanto que a Vale ofereceu, antes de qualquer indenização, R$ 100 mil para cada família atingida pela lama de rejeitos, que ainda segue percorrendo sua trilha. Diferente de Bento Rodrigues, a Vale também quer definir logo o valor das indenizações. Uma notícia que ameniza a dor de quem perdeu tudo neste terrível episódio.

Tem mais perigo pela frente

Me dei o trabalho de pesquisar quantas barragens existem ainda em todo o Brasil parecidas como a de Brumadinho e me espantei. Existem 780 barragens de rejeitos de mineração como esta, que se rompeu na última sexta-feira, 25. As quais fazem parte das 24.092 analisadas no relatório da Agência Nacional das Águas, ANA, um órgão do Governo Federal. Segundo especialistas da área, o modelo adotado pela Vale é o mais barato, ou seja, atendendo a lógica do capitalismo selvagem, tem risco considerável de rompimento, e não é a única alternativa. A Vale tem ainda em todo o país 56 barragens de alto potencial de dano e a maior parte fica em Minas Gerais.

Vale promete desativar

A direção da Vale afirmou no meio da semana que vai desativar todas as 19 barragens iguais à de Brumadinho e Mariana. Assim, em três anos, a Vale vai devolver para a natureza a área dessas barragens, todas em Minas. Mas, para isso, nos próximos 45 dias, a Vale vai encaminhar projetos para órgãos ambientais do governo de Minas Gerais e só assim poderá parar com o trabalho dessas barragens.


Fim do turno único

Na próxima segunda-feira, termina o turno único na Prefeitura de Santa Cruz. O que não deixa de ser uma boa notícia para todos. Afinal de contas, nem todos poderiam se dirigir até as nossas secretarias neste período de turno único. Daqui a pouco, termina o horário de verão também. Este tem fim no dia 16 de fevereiro.

Vão começar as reuniões ordinárias

A Câmara de Santa Cruz volta do recesso parlamentar na próxima segunda-feira, às 18h. Vão começar as reuniões ordinárias com o comando de uma nova mesa diretora. Bruna Molz, ainda do PTB, é a presidente para o ano de 2019.

 

Bruna Molz, PTB, presidente da CâmaraBruna Molz, PTB, presidente da Câmara Crédito: Julio Mello


Zé Abreu assume na Câmara

Segunda-feira é o dia em que o suplente José Abreu assume de vez a sua cadeira de vereador. Ele entra no lugar da agora deputada estadual Kelly Moraes. Abreu fez 1.298 votos, obtendo 1,64% dos votos válidos. Sua bandeira sempre foi o esporte e será um dos poucos com esta declarada proposta de trabalho na nossa Câmara.

José Abreu, presidente da Afasc, agora também é vereadorJosé Abreu, presidente da Afasc, agora também é vereador Crédito: Julio Mello

 


Folha do Estado

O funcionalismo do Estado do Rio Grande do Sul vai receber atrasado, mas sabe qual é o dia limite para receber. Portanto, claro que é ruim receber atrasado, mas pelo menos sabe qual é o dia limite para receber toda a folha. Ou seja, dá até para dizer para os credores: “Olha, tal dia vou te pagar”. O governador anunciou no meio da semana que vai pagar de forma parcelada, mas que até o dia 14 de fevereiro vai pagar todo mundo.

Perguntar não ofende?

Quais são as providências que as autoridades de Santa Cruz estão tomando com relação à surra que um jovem levou no Centro de Santa Cruz?