Edição do dia 28/01/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Fábrica da Philip Morris elimina copos plásticos descartáveis
GERAL
Depois de 7 anos, Boate Kiss segue sem condenados
GERAL - Primeiro julgamento deve acontecer em março, mas nem todos vão a júri em Santa Maria
Riovale Jornal engajado em campanhas
GERAL - Bem na Tampa do Hospital Santa Cruz e Hábito Legal do Hospital Ana Nery continuam arrecadando tampas e lacres recicláveis
Por que há lixo espalhado ao lado de contêineres?
GERAL - Fatos recentes aconteceram em regiões centrais da cidade
Novo Coronavírus deixa o mundo em alerta
SAÚDE - Até o momento estão constadas 80 mortes e 2.761 casos suspeitos
Prefeitura nos Bairros chega ao Bom Jesus
GERAL
Produtores podem devolver suas embalagens vazias de agrotóxicos
GERAL
Receita Estadual inicia primeira fase de Programa de Autorregularização
ECONOMIA
Prefeitura abre inscrições para processo seletivo de estagiários
GERAL
Estado paga segunda parcela do RS Verão Total
SAÚDE
2019: Gastos de brasileiros no exterior caem 5,4%
ECONOMIA
A fila no INSS envergonha o Brasil
OPINIÃO
Feliz safra nova
OPINIÃO
Netflix em busca da estatueta de ouro
OPINIÃO
Dia do Aposentado: Ação de panfletagem marca a data
GERAL - Realizada pelo Cpers, ação se concentrou na Praça Getúlio Vargas
Educação alerta pais e abre segunda chamada
EDUCAÇÃO - 106 crianças de 4 e 5 anos não tiveram suas matrículas efetuadas dentro do prazo
Aspede e Unico firmam parceria
ESPORTES
Patrick completa 100 jogos pelo Inter
ESPORTES

Retratos deste mundo

Osvino Toillier - 15/02/2019

“Aqui se encontra o retrato deste mundo. Se você prestar bem atenção, verá que há mapas dos céus, mapas das terras, mapas do corpo, mapas da alma. Andei por estes cenários. Naveguei, pensei, aprendi. Aquilo que aprendi e que sei, está aqui. E estes mapas, eu lhe dou, como minha herança. Com eles você poderá andar por estes cenários sem medo e sem sustos, pisando sempre a terra firme. Dou-lhe o meu saber”.
Palavras proféticas do Rubem Alves, legado para os professores, que estão ansiosos pelos mapas deste novo tempo, porque confusos diante do cenário em que se anuncia a inteligência artificial como uma das grandes inovações para o futuro da educação.
O presidente do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab, afirma que “as mudanças são tão profundas que, na  perspectiva da história da humanidade, nunca  houve um momento tão potencialmente promissor ou perigoso”.
Trata-se, na verdade, da quarta revolução industrial, que compreende a inteligência artificial, robótica, internet das coisas, veículos autônomos, impressão em 3D,  nanotecnologia, biotecnologia, armazenamento de energia e computação quântica.
O desafio que se coloca para os professores e as instituições de ensino é gigantesco, no sentido de contemplar a realidade deste novo tempo, repleto de inovações e, consequente, indefinições.
Não estamos mais num tempo em que vislumbramos soluções para todos os desafios, mas numa época em que o progresso repercute na atividade da escola, que precisa produzir respostas para o mundo de hoje,  em que a inteligência artificial é uma dimensão concreta, e a tecnologia conecta as pessoas ao redor do planeta.
Os mapas são apenas indicativos e precisam ser encarados com seriedade para descobrir os caminhos por onde andar.