Edição do dia 13/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Solidariedade declara apoio a Telmo
POLÍTICA
Saiba como ter desconto especial no IPTU do ano que vem
GERAL
A Hipnose pode auxiliar no autodesenvolvimento de forma eficaz
EMPRESARIAL - Especialista desmistificou tema e apontou benefícios da técnica no Café Empresarial
Reforma Tributária é tema da apresentação de Rigotto em Santa Cruz
GERAL
Dada a largada para a Semana Farroupilha
GERAL - Abertura aconteceu no Parque de Eventos na manhã desta sexta-feira
Fórum atrai dois secretários de Estado a Santa Cruz do Sul
GERAL - Representantes de todas as 28 regiões estiveram na Unisc nessa quinta-feira
Lino e Laila serão tema do Novo Cemai
GERAL
Aulas de autoescola com ou sem simulador de direção?
GERAL
Sessão especial para o ensino médio
VARIEDADES
Estudante de Santa Cruz conquista certificado de excelência internacional
EDUCAÇÃO
RGE instala aquecedores solares nas residências de 150 famílias
GERAL
Embarques devem superar os US$ 2 bilhões
GERAL
Depressão deve ser tratada no início, afirma especialista
ESPECIAIS - Mulheres sofrem de depressão duas vezes mais do que os homens
Tributo a Herb Alpert é hoje
VARIEDADES - Teatro do Mauá recebe apresentação às 20h
Sociedade Ginástica: Jantar Baile marca comemoração dos 126 anos
EMPRESARIAL
Farmácia Municipal reabre na segunda no novo prédio
SAÚDE
Grupo Tholl traz Casinha de Chocolate
VARIEDADES
18,2 mil exemplares foram vendidos
VARIEDADES - Além do sucesso em vendas, o público também compareceu e lotou a Praça Getúlio Vargas

Nosso Brasil em Perigo

Valério Garcia - 15/02/2019

As questões que envolvem o meio ambiente estão precisando de uma atenção diferenciada, agora mais do que nunca. A natureza está agonizando e parece que a espécie humana ainda não se deu conta disso, ou está demorando muito tempo para constatar este fato. Falamos, lemos, escrevemos mas de prático, o que estamos efetivamente construindo, fazendo? O tempo passa e o que deixamos de fazer, não tem volta. 
As questões envolvendo o meio ambiente devem integrar conhecimentos, atos, valores éticos e sobretudo, atitudes. Senão seremos os eternos “papagaios de pirata” que apenas repetem aquilo que escutam. Precisamos de ações concretas urgentemente. Vejam o que está acontecendo em nosso País! 
Tenho lido temas referentes à Ecopedagogia que é um ramo de todos aqueles processos educacionais que envolvem o meio ambiente e a Educação Ambiental. O que precisamos e o que trata essa ciência é uma mudança no pensamento das pessoas em relação à qualidade de vida, ao desenvolvimento sustentável e ao equilíbrio entre o ser humano e o ambiente em que ele está inserido. 
A espécie humana é parte e não proprietária do meio ambiente e isto, pela globalização e pelo capitalismo é muito difícil de ser entendido e principalmente, difícil de ser aceito. 
O professor deve trabalhar a dialogicidade, o espírito crítico e a inovação junto de seus alunos para despertar a sensibilização sobre o meio ambiente em que ele vive, numa perspectiva ética de melhoria deste meio. Neste ponto a Ecopedagogia vem trazer significativa colaboração. Ela tenta desenvolver uma educação a partir da vida cotidiana do aluno com um sentido prático em todos os momentos, fazendo que este aluno seja o protagonista das mudanças em sua realidade. Através do conhecimento adquirido ele não precisará sair de suas comunidades, ao contrário, ele ajudará na construção de novas perspectivas para ela. Isto é pedagogia Freireana (Paulo Freire).  As Escolas devem procurar emancipar seus alunos através do conhecimento e incentivar a sua liberdade intelectual para que as diferenças entre pobres e ricos diminuam cada vez mais. Outro aspecto de extrema importância é que esta ciência aborda a importância de uma reorganização dos currículos escolares e uma formação continuada de nossos docentes. O aluno deve enxergar os conteúdos trabalhados na sala de aula no seu dia a dia e apresentar alternativas para a aplicação em sua comunidade. É a teoria aliada à prática. Conhecimento sem práxis, se perde, fica sem sentido. 
A ganância e o despreparo de nossos atuais governantes, com uma ridicularidade ímpar em suas falas e ações, preocupam aqueles que tem bom senso e conhecimento. As questões ambientais estão ligadas diretamente à sobrevivência da espécie humana, não podem ser comandadas por charlatões ou pessoas sem o menor preparo para tal. Bom fim de semana!