Edição do dia 20/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Havan é inaugurada em Santa Cruz
GERAL - Filial santa-cruzense abriu pela primeira vez na manhã de hoje
Feriado em Santa Cruz do Sul
GERAL - Saiba como funcionarão os principais serviços nesta sexta-feira, 20
Livro Dois meninos será lançado em Santa Cruz
VARIEDADES
JTI promove a língua inglesa entre colaboradores
GERAL
Equipes da Afubra realizam avaliações nas lavouras atingidas
GERAL
100 anos Sicredi VRP: Solenidade marca os 100 anos
ESPECIAIS
100 anos Sicredi VRP: Programação intensa durante todo o ano
ESPECIAIS
Dia do Contador: A saúde financeira do seu negócio depende dele
ESPECIAIS - Conheça um pouco mais sobre a profissão do contador e sua data comemorativa
Mensagem pelo Dia do Contador
ESPECIAIS - Rugard Kanitz - presidente do Sincotec VARP
Dia do Contador: Conheça os vencedores da 6ª edição do Concurso de Redação Tributação e Cidadania
ESPECIAIS
Preservação da cultura alemã no traje oficial
VARIEDADES
As donas das flores
GERAL - O trabalho delas é cultivar a natureza que enfeita a cidade
Shopping Santa Cruz recebe convidadas para bate-papo
GERAL - Quatro mulheres estarão à frente do evento de troca de experiências
Irmãos de Axé visitam Terreiro de Candomblé na Bahia
GERAL
Galo tem jogos importantes no final de semana
ESPORTES
Copa CFC Celso abre decisão em Linha Santa Cruz
ESPORTES
Assaf encara a Assoeva no Ginásio da Unisc neste sábado
ESPORTES
SCS Skate Contest: um incentivo ao esporte
ESPORTES

Onde moram os sonhos

Osvino Toillier - 08/03/2019

“Somos assim: sonhamos o voo, mas tememos a altura. Para voar, é preciso ter coragem para enfrentar o terror do vazio, porque é só no vazio que o voo acontece. O vazio é o espaço da liberdade, a ausência de certezas. Mas é isso o que tememos: o não ter certezas. Por isso trocamos o voo por gaiolas. As gaiolas são o lugar onde a certezas moram”.
Passagem poética e de profundidade filosófica, legado do escritor russo Fiódor Dostoiészki, da obra “Os Irmãos Karamazov”, imagem perfeita da nossa vida.
Se refletirmos um pouco sobre nossa vida, é bem isso aí que acontece: vamos em busca do voo, sonhamos com a altura, mas quando temos de saltar no vazio, aí dá um frio na barriga, e as certezas se vão.
Em certos momentos, é preciso encarar o desafio e enfrentar o vazio, quando não temos certeza de nada. Todos nós já enfrentamos situações assim, quando temos de encarar as mudanças, colocamos a mudança em cima do caminhão, tomamos a estrada e rumamos para um novo destino. Medo, sim, mas coragem acima de tudo, porque não tinha volta. Um último olhar para a casa que deixamos para trás e olhos fixos na estrada, rumo ao novo destino.
As grandes mudanças na vida acontecem assim. Nem sempre se tem certeza de todos os passos. Pessoalmente, vivi algumas circunstâncias que não estavam no script original.
Finalmente: "Cuide bem dos seus pensamentos, porque eles se transformarão em palavras. Cuide bem das suas palavras, porque elas se transformarão em ações. Cuide bem das suas ações, porque elas se transformarão em hábitos. Cuide bem dos seus hábitos, porque eles marcarão o seu caráter. Cuide bem do seu caráter, porque ele determinará o seu destino”.