Edição do dia 20/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Havan é inaugurada em Santa Cruz
GERAL - Filial santa-cruzense abriu pela primeira vez na manhã de hoje
Feriado em Santa Cruz do Sul
GERAL - Saiba como funcionarão os principais serviços nesta sexta-feira, 20
Livro Dois meninos será lançado em Santa Cruz
VARIEDADES
JTI promove a língua inglesa entre colaboradores
GERAL
Equipes da Afubra realizam avaliações nas lavouras atingidas
GERAL
100 anos Sicredi VRP: Solenidade marca os 100 anos
ESPECIAIS
100 anos Sicredi VRP: Programação intensa durante todo o ano
ESPECIAIS
Dia do Contador: A saúde financeira do seu negócio depende dele
ESPECIAIS - Conheça um pouco mais sobre a profissão do contador e sua data comemorativa
Mensagem pelo Dia do Contador
ESPECIAIS - Rugard Kanitz - presidente do Sincotec VARP
Dia do Contador: Conheça os vencedores da 6ª edição do Concurso de Redação Tributação e Cidadania
ESPECIAIS
Preservação da cultura alemã no traje oficial
VARIEDADES
As donas das flores
GERAL - O trabalho delas é cultivar a natureza que enfeita a cidade
Shopping Santa Cruz recebe convidadas para bate-papo
GERAL - Quatro mulheres estarão à frente do evento de troca de experiências
Irmãos de Axé visitam Terreiro de Candomblé na Bahia
GERAL
Galo tem jogos importantes no final de semana
ESPORTES
Copa CFC Celso abre decisão em Linha Santa Cruz
ESPORTES
Assaf encara a Assoeva no Ginásio da Unisc neste sábado
ESPORTES
SCS Skate Contest: um incentivo ao esporte
ESPORTES

Doença chamada Celular

Valério Garcia - 31/05/2019

Nosso planeta vive um dos momentos mais complicados referente à saúde de seus habitantes, especialmente os seres humanos. Digo especialmente os humanos pois eles interferem diretamente na existência dos outros seres, infelizmente. Só que parece estarmos num processo contínuo de autodestruição. São vários problemas como drogas, poluição, doenças, violências, enfim, infindáveis causas com suas terríveis consequências.
Eis que surge mais uma “doença”: o celular!
Não nos damos conta do que ele é capaz de fazer com nossos filhos, netos, pais, avós, ou seja, toda nossa família. Não pergunta a idade, nem sexo, cor, religião, simplesmente vai tomando conta das pessoas e de seu tempo. 
Fui almoçar dia destes num restaurante onde, já estava lá, um jovem casal. Logo que cheguei notei que os dois estavam sentados e cada um com seu celular à mão, sem sequer trocarem palavras, quiçá um olhar ou esboço de conversa. Servi minha refeição e voltei para o mesmo lugar onde olhei, novamente, para o casal. Estavam do mesmo jeito, pareciam duas estátuas, e pasmem: comiam sem olhar para seus pratos ou talheres, apenas para o celular. Almocei e fui embora, impressionado com a cena sempre do mesmo jeito, sem alteração nenhuma!
Sou do tempo que a conversa era primordial no nosso dia a dia. Trocávamos ideias com nossa família e amigos, e interagíamos com as pessoas. Combinávamos brincadeiras e assuntos que necessitavam mais seriedade através do diálogo, palavra essa que parece estar caindo em desuso. O homem está perdendo sua humanidade para a tecnologia, e estamos sendo reféns de nós mesmos através dos aparelhos. Podemos até não saber onde está um familiar que tem o nosso sangue mas, perder nosso celular, nunca! Acordamos com ele em pensamento e quando percebemos que sua bateria está descarregando, meu “deus”: é um “deus nos acuda.” É a síndrome da abstinência do celular... quem diria. As pessoas estão trocando a companhia de outras pessoas pela companhia de um aparelho. Precisamos conversar mais sobre isto, pois estamos perdendo todos os dias, cada vez mais para os aparelhos.
Se os amigos acham que estou exagerando, comecem a observar melhor as pessoas que estão à sua volta, principalmente seus filhos. Bom fim de semana.