Edição do dia 06/12/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Operação Papai Noel começa na próxima Terça-feira
GERAL - A novidade é a implantação da uma base móvel, equipada com câmeras, computadores e outros dispositivos de segurança
Multi Espaço VIA 9: cultura, educação e um bom café
GERAL - O local conta com loja de artesanatos e realiza diversos eventos e atividades
Neste sábado tem Prefeitura nos Bairros
GERAL
Feira do Livro de 2020 será em maio
GERAL - Patrona, Homenageado e Personalidade Incentivadora da Leitura foram divulgados nesta sexta-feira
Secretaria de Cultura registra 172 entes e agentes culturais
POLÍTICA - Cadastro havia sido fechado em agosto, mas foi reaberto no mês passado
Força-Tarefa fiscaliza supermercado no centro
GERAL - Ação realizou a segunda operação do grupo em Santa Cruz nesta semana
Campanha realiza exames preventivos gratuitos de câncer de pele neste sábado
SAÚDE - Os atendimentos acontecem das 9h às 15h, no Ambulatório do COI do Hospital Ana Nery
Greve do Magistério atinge mais de 1,5 mil escolas
EDUCAÇÃO - Com 80% de participação da categoria, a greve é considerada histórica
Economista dá dicas para utilizar o 13ºsalário
ECONOMIA - O pagamento é uma oportunidade para colocar as finanças em dia, afirma Silvio Cezar Arend
Cartório ainda aguarda mais de 30 mil para recadastramento biométrico
GERAL
Inscrições abertas para o Educar-se nas Férias 2020
EDUCAÇÃO
Alta no preço da carne resulta no aumento da Cesta Básica
ECONOMIA
Saiba os dias de abertura do comércio neste Natal
GERAL
Novo Cabrais: Bryan é mais um ganhador da promoção
GERAL
Novo Cabrais: Escolinha ACF é campeã geral da Uef Cup
ESPORTES
Abertura da Christkindfest acontece hoje
VARIEDADES - Programação se estende até o dia 22 de dezembro, com atividades artísticas e culturais e Casa do Papai Noel
Storch Contabilidade conta com novas e modernas instalações
GERAL
Novo Cabrais: Proerd forma 34 alunos
GERAL

Saber Acadêmico e Popular

Valério Garcia - 09/08/2019

Estamos vivendo momentos de convulsões em nosso país, nos estados e municípios, nas mais diferentes áreas. Na educação não poderia ser diferente. Com salários parcelados, condições precárias de trabalho em alguns lugares e falta de interesse dos familiares na educação de seus filhos, as escolas estão reféns delas mesmas. O espaço escolar sofre para dar ao aluno o que lhe é mais importante: conhecimentos. 
Os municípios, por sua vez, estão recebendo incumbências cada vez maiores, responsabilidades que chegam mais cedo ao gabinete dos prefeitos para solução de problemas que, também são, responsabilidades das famílias. Temos que ter a consciência que as crianças são nossas filhas, não apenas das creches e escolas. Muitas pessoas transferem a responsabilidade da educação de seus filhos diretamente às instituições. Ledo engano que mostrará consequências imperceptíveis no momento, mas desafiadoras num futuro próximo. Se você não participar da educação de seu filho, alguém o fará. 
Como bons brasileiros que não desistimos nunca, existem profissionais e Escolas que fazem a diferença, alicerçados na abnegação de Educar. 
Tive a oportunidade de presenciar projetos desenvolvidos por várias entidades em conjunto com seus grupos de trabalho e alunos de nossas escolas municipais. Apresentar alternativas de produtos e produções que podem ser desenvolvidas nas pequenas propriedades rurais. Conhecimento acadêmico compartilhado ao saber popular. Mostrar que, além de muito importante, é possível o jovem do campo, continuar no campo! Precisamos de uma renovação no campo para que os bolsões de miséria que assolam as cidades sejam minimizados. O meio rural não pode envelhecer sozinho. O mundo precisa de alimentos e estes, não podem ser produzidos em meio aos ferros e concretos. Com atividades que mostrem as técnicas que podem ser trabalhadas, culturas que podem ser cultivadas, o conteúdo da sala de aula é mostrado na prática ao aluno. Neste momento ele vivencia no campo a sua sala de aula; vê aplicabilidade concreta do que lhe foi ensinado, mediado pelo professor. Precisamos dar significação naquilo que ensinamos. Então a presença do homem criado no meio rural, pessoa com mais idade e com mais experiência é fundamental. Pode ter pouco conhecimento acadêmico, mas tem a faculdade mais importante: a vida; o saber concebido pelo suor. Como nos diz Paulo Freire: “Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo.”
Quando conciliarmos a Faculdade Acadêmica com a Faculdade da Vida, o sucesso será apenas uma questão de tempo. Bom fim de semana.