Edição do dia 13/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Solidariedade declara apoio a Telmo
POLÍTICA
Saiba como ter desconto especial no IPTU do ano que vem
GERAL
A Hipnose pode auxiliar no autodesenvolvimento de forma eficaz
EMPRESARIAL - Especialista desmistificou tema e apontou benefícios da técnica no Café Empresarial
Reforma Tributária é tema da apresentação de Rigotto em Santa Cruz
GERAL
Dada a largada para a Semana Farroupilha
GERAL - Abertura aconteceu no Parque de Eventos na manhã desta sexta-feira
Fórum atrai dois secretários de Estado a Santa Cruz do Sul
GERAL - Representantes de todas as 28 regiões estiveram na Unisc nessa quinta-feira
Lino e Laila serão tema do Novo Cemai
GERAL
Aulas de autoescola com ou sem simulador de direção?
GERAL
Sessão especial para o ensino médio
VARIEDADES
Estudante de Santa Cruz conquista certificado de excelência internacional
EDUCAÇÃO
RGE instala aquecedores solares nas residências de 150 famílias
GERAL
Embarques devem superar os US$ 2 bilhões
GERAL
Depressão deve ser tratada no início, afirma especialista
ESPECIAIS - Mulheres sofrem de depressão duas vezes mais do que os homens
Tributo a Herb Alpert é hoje
VARIEDADES - Teatro do Mauá recebe apresentação às 20h
Sociedade Ginástica: Jantar Baile marca comemoração dos 126 anos
EMPRESARIAL
Farmácia Municipal reabre na segunda no novo prédio
SAÚDE
Grupo Tholl traz Casinha de Chocolate
VARIEDADES
18,2 mil exemplares foram vendidos
VARIEDADES - Além do sucesso em vendas, o público também compareceu e lotou a Praça Getúlio Vargas

A vida que a gente leva

Osvino Toillier - 06/09/2019

Vivemos uma época em que os valores parecem ter mudado radicalmente, e tudo que aprendemos com nossos pais e ensinamos aos nossos filhos hoje não vale mais. 
Eu disse parece, porque, na verdade não é bem assim, apesar de termos de reconhecer que o contexto é outro, e as crianças crescem hoje em outro cenário.
O grande desafio é os avós minimamente se atualizarem para poderem continuar dialogando com os netos, porque eles operam noutra frequência, munidos pelas plataformas tecnológicas.
Acho que os pais precisam mediar esta transição, para que os pequenos não se absolutizem em seus hábitos, como se a vida passasse a ser regida apenas por eles. 
Temos de preservar o hábito sadio do diálogo intergeracional, valorizando o saber de outras épocas, respeitar a experiência de vida e a sabedoria dos ancestrais. 
As mudanças são tão incríveis, que não damos conta de processá-las e valorizá-las como conquista da humanidade. São tão incríveis os avanços da área da medicina, onde robôs são usados em cirurgias em que a mão humana enfrenta limitações. Recentemente, salvei para do meu rim, graças ao uso do robô. 
Então, é preciso olhar para isto com esperança e gratidão, porque a tecnologia é o caminho para solução de muitos desafios em todas as áreas da vida humana. 
Pensemos na vida do campo, onde tecnologia revolucionou a atividade produtiva, abrindo perspectivas para os jovens permanecerem na agricultura e interromperem o êxodo rural. Isto não significa que sejam os governados pela máquina, mas admitamos que a inteligência artificial está se consagrando entre nós. 
Nosso desafio é garantir a humanização, para convívio harmônico entre o ser humano e a tecnologia, sem predomínio desta sobre aquele, para que se garanta vida digna.