Edição do dia 17/01/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Costuras e Reformas Suzana Ramos: ateliê comemora quatro anos
GERAL
Resultado financeiro da 35ª Oktoberfest supera R$ 1,6 milhão
GERAL
Contatos feitos via redes sociais são falsos
GERAL - Instituto Consulpam alerta sobre suposta contratação de equipe para trabalhar no concurso da Prefeitura
Atividades na rede municipal são oferecidas no período das férias
GERAL
Distribuição de fraldas em novo endereço
GERAL
Salário mínimo sobe para R$ 1.045
ECONOMIA - Reajuste decorre da inflação mais alta em 2019
Doces que empoderam mulheres e combatem o trabalho infantil
VARIEDADES
Banco de Móveis já contabiliza mais de duas mil doações
GERAL
Pedido de aposentadoria
GERAL - Passados seis meses de espera, segurado pode exigir agilidade na Justiça
Portas Abertas já realizou 11.064 atendimentos
SAÚDE
Saiba como retirar medicamentos na farmácia de Monte Alverne
SAÚDE
Iniciam as obras do posto de saúde sustentável
SAÚDE - Primeira unidade do Brasil começou a tomar forma na última terça-feira
Tarifa adicional de cheque especial não será cobrada
ECONOMIA
Saúde estuda redistribuição de incentivos estaduais para hospitais
SAÚDE
IPE Saúde amplia pagamentos assistenciais para 2020
SAÚDE
Vacina pentavalente já está disponível em Santa Cruz
SAÚDE
Porto Verão Alegre 2020 passa em Santa Cruz do Sul
VARIEDADES
The Wailers volta ao Rio Grande do Sul
VARIEDADES - Após quatro anos desde o último espetáculo, banda jamaicana retorna tocando os maiores sucessos

'Governo Muro'

Valério Garcia - 20/12/2019

Um dos grandes desafios dos professores é a socialização de seus alunos. Começa desde a pequena idade, onde nossas crianças começam a frequentar as Creches, já que, agora por lei, é obrigatório a presença da meninada a partir dos 4 anos na Escola. É um tempo de adaptação para uma nova vida, novas experiências e novas convivências. E assim nossa vida segue em frente pois somos seres sociais e, por isso, precisamos da presença de outras pessoas em nossos caminhos. O homem é um ser social, como tanto, jamais conseguirá viver isolado. A Escola é o início da socialização ampliada do ser humano.
Outro grande desafio é o respeito às individualidades, sejam elas de cunho religioso, étnico, social, de gênero ou de qualquer natureza. Temos diversos estados, países, e cada povo que os habita têm seu peculiar modo de vida. Mas todos nós somos Homo sapiens, ou seja, seres da mesma espécie; seres ditos humanos. Como conseguir uma integração pacífica entre esse ser, que é tido como o mais inteligente de todos aqueles que habitam o planeta Terra?
A sensibilização das pessoas para um convívio pacífico, depende diretamente de uma convivência mais próxima, de uma troca de conhecimentos, de uma maior interação entre as partes. Quanto mais eu conhecer uma pessoa, mais condições de ajuda poderei lhe oferecer. Quanto mais distante os povos ficarem, mais difícil será a adaptação aos seus costumes. 
É inevitável deixar de comentar sobre a atitude do presidente de uma grande potência mundial, onde defende a criação de muros para segurança de seu país. Muro se constrói para que animais irracionais não entrem ou saiam de um determinado espaço, não homens e mulheres livres. Muros afastam, impedem a convivência e o entendimento de tudo aquilo que se refere ao social. O Muro é frio, relutante e limitador, para não dizer... covarde. 
Se existem problemas sérios a serem resolvidos, não é com distanciamento e isolamento que eles serão solucionados. Muito pelo contrário, é através do diálogo e da aproximação que tudo fica mais fácil. Todos aqueles que se acham distanciados devem ceder um pouco para facilitar a aproximação. Neste ponto a Humildade e Sinceridade, são fundamentais para o sucesso do entendimento. 
Sempre digo que a nossa vida é como se fosse uma avenida de mão dupla: uma hora estamos indo, noutra estaremos voltando. Ninguém é tão perfeito que não tenha alguma necessidade, e nem tão imperfeito que não possa oferecer algum tipo de ajuda. 
Ao invés de muros, sejamos construtores de Pontes, assim o caminho de encontros e reencontros para uma convivência harmoniosa será facilitado; quem ganha somos todos nós, racionais e inteligentes. 
Bom fim de semana.