Edição do dia 17/01/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Costuras e Reformas Suzana Ramos: ateliê comemora quatro anos
GERAL
Resultado financeiro da 35ª Oktoberfest supera R$ 1,6 milhão
GERAL
Contatos feitos via redes sociais são falsos
GERAL - Instituto Consulpam alerta sobre suposta contratação de equipe para trabalhar no concurso da Prefeitura
Atividades na rede municipal são oferecidas no período das férias
GERAL
Distribuição de fraldas em novo endereço
GERAL
Salário mínimo sobe para R$ 1.045
ECONOMIA - Reajuste decorre da inflação mais alta em 2019
Doces que empoderam mulheres e combatem o trabalho infantil
VARIEDADES
Banco de Móveis já contabiliza mais de duas mil doações
GERAL
Pedido de aposentadoria
GERAL - Passados seis meses de espera, segurado pode exigir agilidade na Justiça
Portas Abertas já realizou 11.064 atendimentos
SAÚDE
Saiba como retirar medicamentos na farmácia de Monte Alverne
SAÚDE
Iniciam as obras do posto de saúde sustentável
SAÚDE - Primeira unidade do Brasil começou a tomar forma na última terça-feira
Tarifa adicional de cheque especial não será cobrada
ECONOMIA
Saúde estuda redistribuição de incentivos estaduais para hospitais
SAÚDE
IPE Saúde amplia pagamentos assistenciais para 2020
SAÚDE
Vacina pentavalente já está disponível em Santa Cruz
SAÚDE
Porto Verão Alegre 2020 passa em Santa Cruz do Sul
VARIEDADES
The Wailers volta ao Rio Grande do Sul
VARIEDADES - Após quatro anos desde o último espetáculo, banda jamaicana retorna tocando os maiores sucessos

Parceria e Pescaria

Valério Garcia - 28/12/2019

Nos dias de hoje a correria é cada vez maior e temos comentado muito sobre isso. Com um celular à mão, estamos conectados com o mundo inteiro durante todo o tempo. Pensamos que sabemos de tudo e de todos e, na verdade, não sabemos quase nada e muito menos das pessoas. A mecanização de nossas vidas tem nos tornado seres quase que cibernéticos e a questão da afetividade e valorização humana, encontra-se legada a um segundo plano. Aquele contato fraterno, aquela conversa amiga e os encontros da famosa “parceria” estão cada vez mais raros. Tenham certeza de que isto é muito ruim.
A conversa com os amigos fortalece os elos da amizade e permite que as pessoas se aproximem mais umas das outras. Um computador, por mais moderno que seja, jamais irá abraçar, aconselhar e dar o carinho que precisamos em determinado momento. Até por que se não houver um ser humano para ligá-lo, nem funcionar ele funcionará. Devemos tirar mais tempo para sermos gente e conviver com gente. Nossos amigos são a arma que temos para vencer essa batalha entre o homem e a máquina. 
Minhas pescarias são um bom exemplo disso. Começamos contatando a famosa e antiga “parceria”, onde todos são considerados iguais e importantes. Somente esse contato já é motivo de alegria, pois os companheiros se sentem prestigiados e importantes, sabendo que são únicos. O local escolhido e o tipo de peixe não é o mais importante, mas sim o convívio de algumas horas ou dias na presença de gente, como a gente. Todos querem participar de uma maneira ou de outra, mostrando sua utilidade para o grupo, justificando sua importância para o convite outrora feito. As atividades são múltiplas: lenha para a fogueira, arrumação do acampamento, organização do material, preparação da comida, acondicionamento das bebidas, limpeza dos pescados enfim... trabalho não falta, e alegria é que sobra. Tem alguns que são bons de comida, outros de bebida, outros de causos e cantorias; na verdade todos são bons em alguma coisa e nem tanto em outras. Mas o que importa é que todos são importantes! Mas onde está presente a Educação nesta situação? Em todas as circunstâncias.
Se todos os envolvidos na Educação e em outras áreas forem parceiros na divisão das tarefas, tudo será facilitado. Não haverá sobrecarga para alguns e o sucesso será apenas uma questão de tempo. Mas isto somente se consegue com comprometimento, que é a palavra chave para conseguirmos nossos objetivos pessoais ou profissionais. A humildade em sabermos das nossas limitações é outro fator preponderante. Reconhecer que sempre podemos aprender com as pessoas é um gesto nobre que dever ser cultivado. Neste evento todas as respostas estão presentes ao vivo e a cores, não preciso buscar no Google ou em outro aplicativo, é só perguntar para o meu parceiro mais próximo. Outra grande vitória é sobre os celulares: estão desligados ou sem sinal. Teremos que conversar entre nós!
Mas e os peixes? Se falamos em Educação, vamos dividi-los em quantidades e tamanhos iguais para todos, afinal de contas, parceria é parceria!
Bom fim de semana.