Edição do dia 11/12/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Regional 2019: Bom Jesus fica com o título inédito
ESPORTES
Fernando Jr. vence em Interlagos e é campeão da Master
ESPORTES
Copa Lisaruth 20 anos: Dois empates e uma goleada
ESPORTES
Tudo pronto para III Abertura Oficial da Colheita do Tabaco
GERAL - Evento acontece nesta sexta, 13 de dezembro, na propriedade de Jeferson Stertz, em Arroio do Tigre (RS)
Instituto forma jovens em empreendedorismo e gestão rural
GERAL
Ginástica Rítmica é campeã estadual de 2019
ESPORTES - Aluna Alice Silva foi reconhecida como a Ginasta Destaque da GR
Presidente da Câmara Brasil-Portugal reúne-se com Eduardo Leite
GERAL
Funcionalismo quer retirada do Pacote de Leite
GERAL
Câmara aprova ampliação da lei para CCs do Legislativo
GERAL
Projeto Guarda-Costas certifica 64 alunos das escolas Leonel Brizola e Rauber
GERAL
Danton Oestreich na Casa das Artes
VARIEDADES
Centro Cultural 25 de Julho: Natal com arte e cultura germânica
VARIEDADES
Christkindfest: Praça Getúlio Vargas entra no clima de Natal
VARIEDADES
Carreteiro Solidário beneficia 3,4 mil pessoas
GERAL
Café Empresarial: Mercado de ações cresce como opção de investimento
EMPRESARIAL
Concerto de Rock ao Entardecer é hoje
VARIEDADES
Entre bebidas e ideologias, a arte como cabresto espiritual
OPINIÃO
Sejamos a diferença
OPINIÃO

Bolo de Nozes

Colher de Pau - Alayde Guimarães Motta - 17/12/2013

A apresentação de uma grande variedade de frutos secos no Natal é mais do que uma questão gastronômica. Os frutos secos têm uma ligação muito forte e particular com o solstício do Inverno. Na antiga Roma, eram um presente habitual durante as celebrações, apreciados pelas crianças, que os valorizavam quer como brinquedos quer como comida. Entre as classes sociais mais elevadas, os frutos secos tornavam-se mais especiais por serem cobertos de ouro, servindo como presentes ou como decorações. Cada tipo de frutos seco tinha um significado especial. As avelãs evitavam a fome, as nozes relacionavam-se com a abundância e prosperidade, as amêndoas protegiam as pessoas da bebida. Por isso, os frutos secos que colocamos à mesa no Natal são mais do que simples alimentos.

Bolo de Nozes

INGREDIENTES
Massa

6 ovos
2 xícaras de açúcar
1 xícara de água
4 colheres (sopa) de óleo
2 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de nozes picadas
1 colher (sopa) de fermento em pó
Recheio
1 xícara (chá) de água
2 xícaras (chá) de açúcar
8 gemas
1 xícara (chá) de leite de coco
Cobertura
3 claras
2 xícaras de açúcar
1 xícara de água
1 pitada de sal
nozes inteiras

MODO DE PREPARO
Massa

Bata os ovos junto com o açúcar até crescer e ficar clarinho. Adicione a água junto com o óleo e bata até misturar bem. Adicione a farinha de trigo, depois as nozes, mexendo com um fouet e por último o fermento. Misture. Despeje em uma assadeira redonda de 25 cm e asse no forno médio, pré-aquecido, por 40 min.
Recheio
Leve ao fogo a água com o açúcar e mexa até dissolvê-lo. Ferva por 5 minutos. Deixe esfriar. Junte as gemas passadas em uma peneira e o leite de coco. Cozinhe mexendo até soltar do fundo da panela.
Cobertura
Coloque para ferver a água e o açúcar. Enquanto isso bata as claras em neve. Quando a calda estiver em ponto de fio, despeje-a, ainda quente, sobre as claras, e continue batendo em potência máxima. Bata por 15 minutos.

Dica da semana

O batedor de claras ou fouet é um utensílio culinário usado, não só para bater claras, mas também molhos e os ingredientes para fazer bolos. É formado por vários arames fortes curvados em forma de gota e presos a uma pega, ou a um arame enrolado numa espiral aberta. Também existem instrumentos desses em plástico e silicone.