Edição do dia 12/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Mudanças são anunciadas nas secretarias
GERAL
Dia de visitações, experiências e expectativas no Viva Unisc 2019
GERAL
Solenidade marca aniversário do General Gomes Carneiro
GERAL - Na ocasião também foi comemorada a chegada do III Batalhão ao município
Pequenas atitudes
OPINIÃO
Verrugas Estelares
OPINIÃO
Em defesa da vida
OPINIÃO
CDL aponta 800 vagas temporárias
ECONOMIA - Expectativa é de boas oportunidades de emprego para o período
ACI: Eleição ocorre hoje
GERAL
Vigilância Colaborativa: Lançamento do Programa acontece hoje
GERAL
GREVE: Polícia Civil paralisa nesta quarta-feira
POLÍCIA
Campeonato Municipal inicia no próximo dia 22
ESPORTES
AMO/Unimed VTRP: Atletas brilham pelo estado
ESPORTES
Dois times largam com vitória na estreia da Copa Lisaruth
ESPORTES
Estadual sub 19: Santa Cruz vence fora e fica perto da final
ESPORTES
Regional: São José larga na frente nas semifinais
ESPORTES
Universidade aguarda mais de cinco mil estudantes
GERAL
Bate papo: Doações por incentivos fiscais
ECONOMIA
Comdica realiza 4ª Noite Cultural na Unisc
VARIEDADES - O evento que tem entrada franca visa enaltecer projetos sociais realizados por diversas entidades

Futsal: Assaf mira a Assoeva nesta quarta-feira

Com Vandré no comando, time santa-cruzense tem clássico pela frnte

ESPORTES - 22/05/2012

Diego Dettenborn - [email protected]

Falante, empolgado e com espírito de guerreiro. Esta foi a imagem transparecida pelo novo técnico da Assaf, o carioca Vandré Costa. Direção, jogadores e comissão técnica deram as boas vindas ao novo comandante Tricolor ainda na noite do último domingo, dia 20, no Quiosque da Praça, localizado no centro de Santa Cruz do Sul. Figura simpática, já nas primeiras palavras o técnico entrega o seu lado carioquês, com um sotaque extremamente forte. Com 40 anos, sendo que 22 deles dedicados ao futsal, Vandré é um ex-jogador que abandonou as quadras em 2011, e desde então vem se destacando como técnico. No comando da Assaf, o técnico encara já nesta quarta-feira, a Assoeva pela Liga Estadual Série Ouro.
O novo técnico da Assaf vem a Santa Cruz do Sul com o objetivo de elevar e motivar a equipe Tricolor nesta primeira fase da competição. Substituto de Paulo Rocha, Vandré ao contrário do ex-treinador da Assaf, atuou também como jogador profissional de futsal. Chegou a jogar ao lado de grandes nomes como Manoel Tobias e Fininho. Teve como auge da sua carreira o final da década de 90, quando pelo Internacional conquistou o mundial de 1997. Como jogador experiente atuou por cerca de duas décadas como profissional, e na maioria das vezes como capitão da equipe. Vandré se destacava também pela facilidade de comunicação com os outros atletas. Era reconhecido pelos colegas como um auxiliar técnico, dentro de quadra.
Já do lado de fora da quadra, em seu primeiro trabalho como treinador Vandré Costa foi o grande responsável pela ascensão do Capivari, de Santa Catarina. O treinador assumiu o comando da equipe, com o time figurando entre os últimos colocados da competição e levou o time catarinense até as semifinais da competição. Este ano o técnico comandou o Tubarão na Liga de Futsal, no entanto não conseguiu repetir o feito passado.
A Assaf encara a Assoeva em partida válida pelo Estadual Série Ouro de Futsal nesta quarta-feira, às 20h, no ginásio Poliesportivo. Os ingressos podem ser adquiridos de forma antecipada a R$ 7,00 para o público em geral e a R$ 5,00 para os idosos acima de 60 anos, mulheres e estudantes. Na hora da partida o ingresso custará R$10,00 e R$5,00 (meia entrada).

 

Divulgação

Técnico Vandré foi apresentado aos jogadores na manhã desta segunda-feira

 

Linguagem

Pode dar certo. O maior desejo da direção da Assaf, sobretudo do presidente Paulo Meinhardt na procura do novo técnico Tricolor, era então localizar um profissional que não custasse aos cofres da entidade uma mina de ouro. O foco era achar um profissional com responsabilidade, disposto a encarar um contrato que se estenderia até o término da competição (para a Assaf), e que realmente falasse a linguagem dos atletas. Vandré Costa preenche todos os requisitos. Chega para dar novo rumo ao time santa-cruzense. Tem grande bagagem dentro de quadra e competência fora dela. Pode fazer a Assaf ir longe na competição.