Caso Francine: BM prende padrasto e mãe da vítima

Após a prisão do principal suspeito do assassinato da menina de 13 anos, mãe da criança também foi presa

GERAL - 21/04/2017

Guilherme Athayde
guilherme@riovalejornal.com.br

Ronaldo dos Santos foi preso pelo POE, da BM, e se manteve calado no trajeto até a delegacia
Ronaldo dos Santos foi preso pelo POE, da BM, e se manteve calado no trajeto até a delegacia
Crédito: Divulgação/Brigada Militar

Uma guarnição do Pelotão de Operações Especiais (POE), da Brigada Militar, em conjunto com o setor de inteligência da BM, realizou a prisão do principal suspeito do assassinato da jovem Francine Sins Matias dos Santos, de 13 anos, cujo corpo foi encontrado amarrado a uma árvore na localidade de Entrada Bauermann, Rio Pardinho, interior de Santa Cruz do Sul, no último sábado, dia 15.   

A Polícia Civil atribuiu a Ronaldo dos Santos, de 30 anos, a suspeita do crime por ele ser padrasto da vítima e estar desaparecido, e pelo fato de os dois terem saído juntos de casa no dia anterior.

Segundo o chefe da inteligência do Comando regional da BM, o capitão Daniel Mello, desde o dia em que Francine desapareceu a Brigada Militar faz buscas procurando o autor do crime, com a ajuda de denúncias da população. 

“Na missão da Brigada, se não conseguimos prevenir o crime a gente vai em busca dos culpados. As pessoas começaram a nos passar informações. Levantamos informações de onde ele poderia estar, mesmo lá em Rio Pardinho. Hoje (20), recebemos uma denúncia anônima de que ele estaria em um veículo vindo para Santa Cruz e fizemos a prisão”, ressalta Mello.

Como o pedido da prisão preventiva de Ronaldo dos Santos havia sido expedido pela justiça, a BM passou a procurá-lo como foragido, portanto, a captura não configura flagrante.

Ronaldo foi preso enquanto trafegava em um veículo na BR-471, próximo ao trevo com a RSC-287, e foi levado pela BM até a delegacia no Centro de Santa Cruz do Sul. Depois ele foi conduzido ao Centro Integrado de Segurança, onde fica a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), na Zona Sul, para ser interrogado pela delegada Lisandra Castro de Carvalho, que investiga o caso. 

 

ATUALIZADO

Mãe de garota assassinada é mandante do crime, diz a polícia

Padrasto da vítima está preso. Geni Sins, de 54 anos também foi recolhida ao presídio

Na madrugada dessa sexta-feira, 21, a justiça expediu mandado de prisão para Geni Sins de 54 anos, mãe de Francine Sins Matias dos Santos, de 13 anos. 
A criança foi encontrada morta com sinais de estrangulamento no sábado, dia 15, e até a noite de quinta, 20, o único suspeito do crime era o padrasto dela, Ronaldo dos Santos, preso pela Brigada Militar naquele dia.

Porém, após interrogar o acusado do assassinato, a Polícia Civil pediu também a prisão da mãe da vítima, que foi detida por volta de uma da manhã de sexta no bairro Santa Vitória. Ela foi apontada como mandante do crime pela Polícia Civil. A causa seria um suposto ciúmes da mãe pelo relacionamento do companheiro com sua filha.
A mulher foi levada ao Presídio Regional de Santa Cruz do Sul.



voltar


Editora Dreher Ltda.

DIRETOR: André Felipe Dreher

EDITOR: Nelson Treglia

comercial@riovalejornal.com.br
jornalismo@riovalejornal.com.br
assinaturas@riovalejornal.com.br
ESCRITÓRIO E REDAÇÃO
Rua Osvaldo Cruz, 402 - Fone: 3056.3210 - 3056.3211
CEP: 96820-742 - Santa Cruz do Sul - RS
Representante em Porto Alegre
Elenco de Veículos de Comunicação
Rua Santana, 1106 - Conj. 402 - Fone: (51) 3217.5331