Edição do dia 20/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Feriado em Santa Cruz do Sul
GERAL - Saiba como funcionarão os principais serviços nesta sexta-feira, 20
Livro Dois meninos será lançado em Santa Cruz
VARIEDADES
JTI promove a língua inglesa entre colaboradores
GERAL
Equipes da Afubra realizam avaliações nas lavouras atingidas
GERAL
100 anos Sicredi VRP: Solenidade marca os 100 anos
ESPECIAIS
100 anos Sicredi VRP: Programação intensa durante todo o ano
ESPECIAIS
Dia do Contador: A saúde financeira do seu negócio depende dele
ESPECIAIS - Conheça um pouco mais sobre a profissão do contador e sua data comemorativa
Mensagem pelo Dia do Contador
ESPECIAIS - Rugard Kanitz - presidente do Sincotec VARP
Dia do Contador: Conheça os vencedores da 6ª edição do Concurso de Redação Tributação e Cidadania
ESPECIAIS
Preservação da cultura alemã no traje oficial
VARIEDADES
As donas das flores
GERAL - O trabalho delas é cultivar a natureza que enfeita a cidade
Shopping Santa Cruz recebe convidadas para bate-papo
GERAL - Quatro mulheres estarão à frente do evento de troca de experiências
Irmãos de Axé visitam Terreiro de Candomblé na Bahia
GERAL
Galo tem jogos importantes no final de semana
ESPORTES
Copa CFC Celso abre decisão em Linha Santa Cruz
ESPORTES
Assaf encara a Assoeva no Ginásio da Unisc neste sábado
ESPORTES
SCS Skate Contest: um incentivo ao esporte
ESPORTES
Gelson Conte substitui China Balbino no Avenida
ESPORTES

Notícias da Diocese

RELIGIÃO - 17/06/2017

Oração pelo Brasil: A CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) publicou uma oração para ser rezada em todas as igrejas por ocasião da Festa do Corpus Christi. O que motivou os bispos foi a consciência de que precisamos muito da ajuda de Deus para tirar o país do caos político e econômico em que está jogado e superar a divisão ideológica que está instaurada.

Romaria da Santa Cruz: Por ocasião das comemorações de Corpus Christi está sendo lançada a 16ª Romaria da Santa Cruz, agendada para o dia 10 de setembro, em Linha Santa Cruz. O tema desta Romaria será “Discípulos de Jesus Cristo a exemplo de Maria”. 

Seminário Propedêutico: No dia 13 de junho aconteceu, em Santa Cruz do Sul, um encontro dos padres formadores das Dioceses de Santa Cruz do Sul, Cachoeira do Sul, Santa Maria e Cruz Alta, para darem andamento às programações do Seminário Propedêutico Interdiocesano. O propedêutico deverá iniciar suas atividades em março de 2018 e ficará sediado junto ao Seminário São João Batista de Santa Cruz do Sul. 

Catedral: Sábado, 15h30m missa na capela do Hospital; 17 horas missa na catedral e na capela Sagrado Coração de Jesus. Domingo, missa na catedral às 07, 09 e 19 horas; 09 horas missa na capela Nossa Senhora do Carmo; 10h15m missa na comunidade São Luiz. De segunda a sexta-feira tem missa na catedral às 18h15m e na quarta-feira também às 12h30m. Confissões na quinta-feira às 08 horas e na sexta-feira às 14 horas. 

Ressurreição: Sábado, missa na matriz às 16h30m e domingo às 08 horas. Dia 20, 19h30m missa na comunidade Maria Gorete, da Várzea.

Santo Antonio: Sábado, 15h30m missa na comunidade São Francisco; 17 horas missa na São José; 19 horas missa na comunidade Santos Mártires. Domingo, 08h30m missa na Matriz; 10 horas missa na comunidade Fátima.

Espírito Santo: Dia 16, 19h30m encontro de preparação ao batismo. Sábado, missa na comunidade Menino Deus às 15 horas; na comunidade São Francisco às 16 horas; na Mãe dos Pobres às 17 horas e na matriz às 18 horas. Domingo, missa na Matriz às 08h30m e na comunidade Sant’Ana às 09h45m.

Conceição: Sábado, 15 horas encontro de preparação ao batismo; 17 horas missa na Matriz; 19 horas missa na Aparecida; 20 horas feijoada na comunidade do Rosário. Domingo, 08 horas missa na Matriz; 09h30m celebração dos batizados na Matriz.

Linha Santa Cruz: Sábado, 17 horas missa com batizados na matriz; 18h30m missa na comunidade Santo Antônio. Domingo, 08h30m missa na matriz; 09h45m missa na comunidade Santo Anjo da Guarda. 

Santo Inácio: Missa no sábado às 18 horas e domingo às 09h30m. Dia 19, 13h30m ônibus para o Santuário.

São José: Sábado, missa às 18h30m; domingo, missa às 09 horas; dia 19, 19 horas missa em honra a São José.

Schoenstatt: Sábados e terças-feiras, missa às 07 horas; quinta-feira às 14h30m; domingo, dia 18 de junho, missa às 17 horas e 20 horas.

 


 

DIOCESE DE SANTA CRUZ DO SUL

Relação entre liturgia e catequese

Caros diocesanos. Em nossas reflexões sobre a Iniciação à Vida Cristã na perspectiva de uma Igreja samaritana, os leitores e ouvintes certamente já se deram conta que há uma relação inseparável entre catequese e liturgia, bem destacada e visível na experiência catequética de inspiração catecumenal. É este tema que desejamos aprofundar na mensagem de hoje. Para tal, necessitamos clarear de imediato o que entendemos por liturgia e por catequese. A primeira (liturgia) tem como centro a celebração dos mistérios da salvação, na qual o fiel participa e busca vida nova em Cristo. A segunda (catequese) preocupa-se mais com a transmissão da fé cristã. Aquilo que o/a catequista herdou da Igreja, crê e vive, transmite também aos outros. Por isso concordamos com o renomado liturgista Gregório Lutz, quando afirma: “Só se a catequista estiver com todo o seu ser e viver, pensar, falar e agir, em tal comunhão com Jesus Cristo, ela saberá, com a graça de Deus, levar também os seus catequizandos a um encontro com Jesus que transforma a vida deles numa vida nova e os faz mergulhar no mistério de Cristo” (A Liturgia na Catequese de Iniciação de Crianças, 2015, p. 16). Por isso não basta atingir o intelecto daquele que está sendo iniciado na fé, mas todo seu ser. Assim a catequese não é apenas doutrinação teórica, mas aprendizagem envolvente e prática. Ela está a serviço da iniciação no mistério da salvação, celebrado e vivido na liturgia.

Infelizmente, esta íntima relação da lex orandi e lex credendi (celebramos como cremos e cremos como celebramos), tão normal nos primeiros séculos do cristianismo, aos poucos foi se distanciando, na medida que surgia a cristandade (Idade Média), quando as crianças aprendiam a vida cristã na sua família, sua escola e comunidade eclesial e até na sociedade. A catequese, dentro deste novo contexto, se ocupava mais em explicar a fé e os mandamentos, numa linguagem aprofundamento teórico e doutrinal, tendo em vista a preparação à recepção dos sacramentos. Assim a catequese foi se desligando da Comunidade-Igreja e passou para a escola (aula) e se separou da liturgia ou de experiências de caráter celebrativo. Com a reforma do Concílio Vaticano 11 buscou-se novamente a integração entre catequese e liturgia, mas as resistências à mudança ainda se fazem sentir, talvez, até entre nós. Nos últimos tempos, o magistério da Igreja, através de diversos documentos, convida para novos caminhos na iniciação cristã, tentando retomar à experiência do espírito catecumenal, com suas devidas adaptações aos nossos tempos. Mas ainda encontramos pessoas que dão importância somente ao saber sobre Jesus Cristo e pouco se preocupam com o encontrar-se com Ele. É como conceder sacramentos a quem ainda não se tornou cristão convicto. Por isso, nossa catequese precisa tornar-se sempre mais mistagógica, como nos primeiros tempos do cristianismo, ou seja, deve conduzir-nos gradativamente para dentro do mistério, de forma menos doutrinal e mais experiencial; de quem crê e se encontra com uma Pessoa, o próprio Jesus Cristo, e nele professa sua fé, na comunidade e no ambiente social. Isto somente é possível quando a catequese se plenifica na celebração litúrgica e esta experiência provoca nova catequese pelo aprofundamento constante do que foi celebrado (nova mistagogia). 

Que nosso projeto de Iniciação à Vida Cristã atinja este objetivo de integração entre catequese e liturgia e seja o caminho para uma Igreja mais missionária e samaritana. 

Dom Aloísio Alberto Dilli
Bispo de Santa Cruz do Sul

 


 

IECLB

Ampliando nossa visão a partir do horizonte da fé

Estimado leitor, estimada leitora, qual é o alcance da tua visão? Conto uma estória que nos fala a respeito do alcance da visão de cada pessoa:

Quatro meninos moradores do mesmo edifício resolveram contar vantagens de sua moradia.

O primeiro começou dizendo: - Eu moro no primeiro andar e enxergo até o mato nos fundos do prédio.

O segundo afirmou: - Eu moro no segundo andar e enxergo por cima do mato e vejo uma lagoa que está bem longe.

O terceiro assim se expressou: - Eu moro no terceiro andar e enxergo mais longe que todos: por cima do mato e além da lagoa, vejo campos com muito gado.

Aí os três meninos se viraram para o quarto menino, filho do zelador, que morava no térreo do edifício e perguntaram a ele: - E você? Enxerga até onde?

Retraído, humilde por sua condição social, respondeu aos amiguinhos: - Eu, de noite, abro a janela, olho para o céu e vejo as estrelas!

Qual é, de fato, o alcance da nossa visão? Até onde cada qual é capaz de enxergar? Tantas vezes vemos as coisas e as pessoas de maneira superficial pelo nosso egoísmo e distorcida pela realidade do pecado. A fé nos faz ver mais longe e enxergar mais profundo! Não nos acomodemos com uma visão superficial e rasa, a fé nos capacita para muito mais! Tenha a cabeça nas estrelas, os pés no chão e o coração em Cristo! Permita que a fé te ensine a ver as coisas melhor, a compreender melhor tua vida, a perceber as pessoas com mais atenção e generosidade. Cultive tua fé para que teu horizonte de vida se expanda e você cresça como ser humano criado à imagem e semelhança de Deus! A época de Pentecostes nos lembra que Deus enviou o Espírito Santo para inspirar nossa visão das coisas. É tempo de ver com mais atenção, na perspectiva de Deus, que nos faz enxergar na dificuldade, oportunidade, na dor, aprendizado, na morte, vida eterna! Depois que Jesus subiu ao céu, o Espírito Santo desceu para reanimar a sua comunidade na caminhada de fé. Tantas pessoas ainda estão cegas para a espiritualidade, pois estão focadas demais em si mesmas. A fé amplia nosso horizonte de vida!

P. Samuel Gausmann

COMUNICAÇÕES

PRÓXIMOS CULTOS:

Domingo 18.06
9h15min Culto Ação de Graças com Santa Ceia - Comunidade Bom Pastor
9h30min Culto com Santa Ceia (107 anos da OASE) - Comunidade Centro

 


 

ASSEMBLÉIA DE DEUS

Tenha ânimo

Às vezes parece mais difícil viver – há dias em que falta motivação até para sair da cama. Começamos a pensar em várias possibilidades: trabalhar, passear, comprar, caminhar, conversar. Mas não temos ânimo para fazer nada. Davi passou por uma situação parecida. Veja o que está escrito em Salmos 40.11,12ª e 17: “Ó Senhor Deus, eu sei que nunca deixarás de ser bom para mim. O teu amor e a tua fidelidade sempre me guardarão seguro. Estou rodeado por muitas dificuldades, tantas, que nem posso dizer quantas são.[...] Eu sou pobre e necessitado, mas tu, Senhor, cuidas de mim. Tu és a minha ajuda e o meu libertador; não te demores em me socorrer, ó meu Deus!” Davi estava desanimado porque se sentia culpado e também por ter inúmeros problemas. Diante disso, ele pede a Deus que não negue a sua misericórdia, seu auxílio e perdão, Este capaz de retirar o sentimento de dor e culpa pelo pecado que tanto atrapalha o nosso caminhar. Seu erro é a causa do abatimento, arrepender-se é o caminho mais rápido para se alcançar o bom ânimo. Quem tem os pecados perdoados recebe a alegria de poder continuar a caminhada de cabeça erguida e com o coração alegre. Davi também busca em Deus a força para enfrentar seus muitos problemas. Ele acredita que o amor de Deus é verdadeiro, não uma promessa vazia. Este amor é capaz de trazer proteção suficiente para seus filhos. Os nossos problemas podem ser maiores que as nossas forças, mas nunca serão maiores que a solução de Deus para eles. O Senhor se agrada em nos libertar e se apressa em nos ajudar – basta pedir. É possível recobrar o ânimo por meio da confiança em Deus. Ela fará parte de nossa vida quando lemos na Bíblia várias histórias que demonstram o poder do Senhor e acreditamos que também seremos vitoriosos se buscarmos a Deus. Pode ser difícil vencer os problemas, mas o próprio Jesus passou por diversas aflições e a todas venceu. A Bíblia diz: “Pensem bem naquEle que suportou [grande] oposição dos pecadores contra si mesmo, para que vocês não se cansem nem desanimem” (Hebreus 12.3). Ele avisou que teríamos aflições, mas sua vitória nos faria seguir em frente – “Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo” (João 16.33b). Caro leitor, então, quando estiver desanimado, clame pelo socorro do Senhor. A presença de Deus é ânimo constante; sua graça é eterna consolação. (adaptado do Livro Pão Diário nº13).

PROGRAMAÇÃO NO TEMPLO SEDE (Rua Riachuelo nº 96, Centro)

NESTE DOMINGO, às 9h Escola Bíblica, às 17:30h Culto dos Jovens e às 19h:30min Culto da Família.

TODOS OS SÁBADOS, 13h:30min, pela Rádio Santa Cruz AM 550 – Programa A Voz da Assembleia de Deus.