Edição do dia 15/08/2017

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Sub-15 do Cestinha é campeão Sul-Brasileiro de Clubes de 2017
ESPORTES - Projeto do Sesi e da Unisc conquistou título em Caxias do Sul
POE prende foragidos da justiça em Santa Cruz
POLÍCIA - Brigada Militar realizou duas prisões na tarde desta quarta, de pessoas que estavam procuradas
Avenida renova com treinador do Acesso
ESPORTES - Fabiano Daitx vai comandar o Periquito também na Série A
Santa Cruz do Sul recebe a 4ª etapa do Brasileiro de Endurance
ESPORTES - Prova de longa duração acontecerá neste sábado, dia 19 de agosto
Começam nesta quarta-feira as semifinais da Copa do Brasil
ESPORTES - Olhares gaúchos estão voltados para Grêmio x Cruzeiro, na Arena
Detran recicla 395 toneladas de sucata em Osório e Candelária
GERAL - Material de quase 800 veículos será reciclado
Brigada Militar apreende máquinas caça-níqueis
POLÍCIA - Bar em Venâncio Aires disponibilizava três dispositivos de jogos de azar aos seus usuários
Acesso Grasel receberá mais um trecho para acostamento
GERAL - Prefeitura de Santa Cruz realiza a obra na lateral da principal via de acesso à cidade
TCE-RS determina redução na cobrança da tarifa de ônibus intermunicipal
ECONOMIA - Agência reguladora identificou cobrança ilegal de taxa de embarque para quem não pega o ônibus na rodoviária
Centro de Triagem de presos começa a operar em Porto Alegre
POLÍCIA - Estado anunciou prazo para construção de mais duas unidades prisionais

Placas começam a ser instaladas no Parque da Gruta

Sinalização tem como principal objetivo a conscientização da comunidade

GERAL - 11/08/2017

A Prefeitura de Santa Cruz do Sul começou a instalar, nesta sexta-feira, dia 11, no Parque da Gruta, o primeiro lote de placas orientando a população sobre a proibição de fornecer alimentos aos animais silvestres. O material foi elaborado pela Secretaria Municipal de Comunicação, com acompanhamento do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Inicialmente foram instaladas quatro placas pequenas junto às taquareiras, local onde os micos costumam ser vistos com mais frequência pelos visitantes, e uma grande na entrada da área das churrasqueiras. Já nas próximas duas semanas, as demais placas – 26 pequenas e três grandes – serão distribuídas nas trilhas e em outros pontos de maior circulação de pessoas. “A Prefeitura criou uma Comissão Municipal de Proteção Animal e vai intensificar as ações de conscientização, portanto é muito importante que cada um faça a sua parte. Os pais precisam estar conscientes de que não devem incentivar os filhos a dar de comer aos bichinhos”, disse o secretário municipal de Comunicação, Régis de Oliveira Júnior.

Placas pequenas foram instaladas próximo às taquareiras e entre as churrasqueirasPlacas pequenas foram instaladas próximo às taquareiras e entre as churrasqueiras Crédito: Luiz Fernando Bertuol/PMSCS

Há pouco mais de um mês um incidente com um macaco prego, que prendeu a mão dentro de uma lata, ganhou grande repercussão na comunidade. Em recente visita a Santa Cruz do Sul, na tentativa de capturar o primata, técnicos do Ibama e do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) fizeram alguns apontamentos, a fim de que novos incidentes não venham a ocorrer. Dentre as orientações repassadas à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Saneamento e Sustentabilidade (Semass), estava a colocação de placas de orientação e a realização de campanhas de conscientização.

A partir de agora quem der de comer aos macacos não vai poder mais alegar falta de informação. As placas são bem explícitas ao lembrar que alimentar animais silvestres é crime ambiental, conforme a Lei Federal 9.605/98. Para quem acredita que alimentar os bichinhos é inofensivo, o material alerta para o fato de que os animais não digerem corretamente nossos alimentos e, quando comem biscoitos, pães e até restos de churrascos, podem desenvolver doenças e, no caso das fêmeas, até aborto.

Uma placa grande, com mais informações também foi instalada próximo ao acesso às mesasUma placa grande, com mais informações também foi instalada próximo ao acesso às mesas Crédito: Luiz Fernando Bertuol/PMSCS

O material também informa que junto à natureza, os animais obtém alimentação balanceada – vegetação, frutos e até pequenos animais -, além de atuarem como dispersores de sementes. Outra questão que merece atenção é o fato de que ao se aproximarem dos humanos, os micos podem ter reações inesperadas, inclusive tornando-se agressivos.