Edição do dia 18/01/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Taça Kaiser: Bela Vista fez uma bonita apresentação
ESPORTES - Time amador de Santa Cruz do Sul jogou torneio nacional em Curitiba
Abertura da temporada: Atletas elogiam a estrutura do UniCo
ESPORTES - Trabalhos para 2019 do sub-20 iniciam oficialmente nesta terça-feira, dia 22
Lifasc: Pinheiral larga na frente
ESPORTES - Equipe venceu Juventude na rodada de ida da 2ª fase. São José e Rio Pardinho empatam
Avenida estreia com bom empate em Veranópolis
ESPORTES - Próxima partida alviverde no Gauchão será terça-feira, contra o Brasil de Pelotas
Inep divulga resultado do Enem
EDUCAÇÃO
Sicredi atinge marca de 4 milhões de associados
EMPRESARIAL - Com este marco, instituição financeira cooperativa pioneira no Brasil contribui para a expansão do cooperativismo de crédito no País
Prefeitura deve arrecadar mais de R$ 33 milhões
ECONOMIA - Até o momento já foram contabilizados R$ 19,879 milhões dos pagamentos em cota única e primeira parcela
Negociações do preço do tabaco são suspensas
ECONOMIA - Propostas apresentadas ficaram abaixo da variação do custo de produção
Uergs contará com Agroecologia em Santa Cruz
EDUCAÇÃO - Universidade recebe inscrições pelo Sisu de 22 a 25 de janeiro
Cuidados para não cair em uma fria
GERAL - Especialista dá dicas para planejar as férias e evitar aborrecimentos
Índice que mede atividade da economia no Brasil recua em dezembro
ECONOMIA
Confiança do Consumidor avança 12% em 2018
ECONOMIA - Levantamento mostra que 72% dos brasileiros avaliam a economia de forma negativa
Crianças devem acompanhar os pais na compra
GERAL - Consultor financeiro garante que a criança passa a ter noções básicas de educação financeira
Valor da passagem será definido até o fim do mês
GERAL - Sindicato dos Comerciários e UESC protocolaram junto ao MP ofício solicitando providências sobre o reajuste
Como cuidar dos pets no verão
ESPECIAIS - Saiba as principais precauções com os animais nos dias mais quentes
Operação captura membros da facção Os manos
POLÍCIA
Avenida estreia no 'Gauchão raiz'
ESPORTES - Periquito quer iniciar de forma positiva no Estadual, em Veranópolis
Democracia compreende as diferenças
EDITORIAL - A alternância no poder, entre esquerda e direita, é normal no sistema democrático

Pré-inspeção libera tabaco brasileiro para embarque rumo à China

Em 2017, a China figurou como segundo maior país comprador do tabaco brasileiro: foram US$ 276 milhões em divisas, 13,2% do total embarcado no ano

ECONOMIA - 24/08/2018

Protocolo Brasil-China prevê inspeções que atestem sanidade do produto exportadoProtocolo Brasil-China prevê inspeções que atestem sanidade do produto exportado Crédito: Divulgação

Desde o dia 16 de julho, técnicos chineses da Administração Geral de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena (AQSIQ) e da Administração Geral das Alfândegas da República da China (GACC) estiveram na região do Vale do Rio Pardo, no Rio Grande do Sul, coletando amostras de tabaco processado e fazendo testes laboratoriais para comprovar a sanidade do tabaco brasileiro antes do embarque. A missão chinesa concluiu que o produto brasileiro está apto a ser embarcado.
A pré-inspeção do tabaco comercializado para o país chinês costuma acontecer anualmente com o intuito de assegurar a ausência de pragas quarentenárias no produto e é uma das exigências do atual protocolo bilateral de comércio entre Brasil-China. O encerramento das atividades reuniu representantes do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco), integrantes da GACC, da Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC), empresas associadas e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).
Liu Dong, chefe de Seção da GACC, apresentou um resumo dos resultados da pré-inspeção. “Baseado no protocolo existente, os inspetores chineses analisaram 58 amostras coletadas de um total de 43 mil toneladas de tabaco adquirido pela China em 2018”, relatou. O material foi analisado no laboratório da Central Analítica da UNISC e, de acordo com a missão chinesa, está apto para embarque. A responsável técnica do Laboratório de Fitopatologia da UNISC, Adriana Dupont, acompanhou as análises laboratoriais e enfatizou a importância do trabalho realizado para confirmar a sanidade do produto.
A China é um importante parceiro do agronegócio brasileiro e isso também acontece no setor do tabaco: em 2017 figurou como segundo maior país comprador do tabaco brasileiro, gerando US$ 276 milhões em divisas, o que representa 13% do total embarcado no ano. “A China é um importante importador do tabaco brasileiro, o que só é possível devido à parceria dos envolvidos nesta missão.  Considerando que o Brasil é o segundo maior produtor e o maior exportador mundial há 25 anos, é nossa expectativa que possamos continuar fazendo negócios por muito tempo”, ressaltou o presidente do SindiTabaco, Iro Schünke.
Representando o diretor do Departamento de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura em Brasília, a auditora Fiscal Agropecuária da Coordenação de Fiscalização e Certificação Fitossanitária Internacional, Débora Maria Rodrigues Cruz, destacou que o mercado chinês é muito importante para o Brasil e por isso o MAPA não medirá esforços para dar continuidade aos negócios, bem como para cumprir o protocolo.
Por se tratar de uma missão oficial de inspeção agropecuária, feita por técnicos de outro país, técnicos do MAPA acompanharam todo o processo de coleta e análises das amostras. Jairo Carbonari, auditor Fiscal Federal Agropecuário, da Superintendência do MAPA no RS, enfatizou a importância do trabalho realizado. “Este é um trabalho robusto, iniciado há mais de 10 anos, em parceria com o setor produtivo e que abrange todas as etapas de produção, processamento e exportação, garantindo um produto de excelente qualidade para o mercado chinês”, afirmou.
Jairo também destacou que o monitoramento é um dos trabalhos mais importantes do MAPA no Rio Grande do Sul, no sentindo de atender ao protocolo existente, com o apoio de uma equipe de especialistas e de um trabalho efetivo de rastreabilidade do produto. “Nesse sentido, é preciso mencionar que o tabaco é o cultivo no Brasil com o melhor sistema de rastreabilidade”, avaliou Carbonari. A Superintendência do MAPA também esteve representada no encontro por Roque Danielli, auditor Fiscal que acompanhou todo o trabalho da pré-inspeção em conjunto por com os fiscais da Unidade Técnica Regional (UTRA) do MAPA em Santa Cruz do Sul.