Edição do dia 18/01/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Taça Kaiser: Bela Vista fez uma bonita apresentação
ESPORTES - Time amador de Santa Cruz do Sul jogou torneio nacional em Curitiba
Abertura da temporada: Atletas elogiam a estrutura do UniCo
ESPORTES - Trabalhos para 2019 do sub-20 iniciam oficialmente nesta terça-feira, dia 22
Lifasc: Pinheiral larga na frente
ESPORTES - Equipe venceu Juventude na rodada de ida da 2ª fase. São José e Rio Pardinho empatam
Avenida estreia com bom empate em Veranópolis
ESPORTES - Próxima partida alviverde no Gauchão será terça-feira, contra o Brasil de Pelotas
Inep divulga resultado do Enem
EDUCAÇÃO
Sicredi atinge marca de 4 milhões de associados
EMPRESARIAL - Com este marco, instituição financeira cooperativa pioneira no Brasil contribui para a expansão do cooperativismo de crédito no País
Prefeitura deve arrecadar mais de R$ 33 milhões
ECONOMIA - Até o momento já foram contabilizados R$ 19,879 milhões dos pagamentos em cota única e primeira parcela
Negociações do preço do tabaco são suspensas
ECONOMIA - Propostas apresentadas ficaram abaixo da variação do custo de produção
Uergs contará com Agroecologia em Santa Cruz
EDUCAÇÃO - Universidade recebe inscrições pelo Sisu de 22 a 25 de janeiro
Cuidados para não cair em uma fria
GERAL - Especialista dá dicas para planejar as férias e evitar aborrecimentos
Índice que mede atividade da economia no Brasil recua em dezembro
ECONOMIA
Confiança do Consumidor avança 12% em 2018
ECONOMIA - Levantamento mostra que 72% dos brasileiros avaliam a economia de forma negativa
Crianças devem acompanhar os pais na compra
GERAL - Consultor financeiro garante que a criança passa a ter noções básicas de educação financeira
Valor da passagem será definido até o fim do mês
GERAL - Sindicato dos Comerciários e UESC protocolaram junto ao MP ofício solicitando providências sobre o reajuste
Como cuidar dos pets no verão
ESPECIAIS - Saiba as principais precauções com os animais nos dias mais quentes
Operação captura membros da facção Os manos
POLÍCIA
Avenida estreia no 'Gauchão raiz'
ESPORTES - Periquito quer iniciar de forma positiva no Estadual, em Veranópolis
Democracia compreende as diferenças
EDITORIAL - A alternância no poder, entre esquerda e direita, é normal no sistema democrático

Posicionamento do Brasil na abertura da COP-8 frustra delegação

Abertura da 8ª Conferência ocorreu na manhã desta segunda-feira, 1º, na sede da OMS, em Genebra na Suíça. À tarde, delegação reúne-se no Consulado Brasileiro

ECONOMIA - 01/10/2018

Abertura ocorreu na manhã desta segunda-feira, 1ºAbertura ocorreu na manhã desta segunda-feira, 1º Crédito: Divulgação/Amprotabaco

 

Ocorreu na manhã desta segunda-feira, 1º, a abertura oficial da 8ª  Conferência das Partes da Convenção-Quadro para o Controle do tabaco (COP-8), na sede da Organização Mundial da Saúde (OMS), em Genebra, na Suíça. A delegação da Associação dos Municípios Produtores de Tabaco (Amprotabaco), formada pelo vice-presidente no Rio Grande do Sul, Rudinei Härter, o tesoureiro Giovane Wickert e o consultor executivo Dalvi Soares de Freitas participaram do ato que deixou os representantes dos municípios frustrados.

Gualter Baptista (Fentifumo), Dalvi Soares de Freitas e Giovane Wickert (Amprotabaco)Gualter Baptista (Fentifumo), Dalvi Soares de Freitas e Giovane Wickert (Amprotabaco) Crédito: Divulgação/Amprotabaco

Conforme o tesoureiro, em nome do governo brasileiro, a advogada-geral da União, Grace Mendonça, apresentou dados das medidas restritivas adotadas pelo Brasil. Wickert explica que a advogada-geral da União usou o exemplo da alta tributação do cigarro no país como um argumento positivo para afugentar a iniciação ao tabagismo, em função do custo elevado. “Quando o Brasil toma a frente, colocando seus avanços no combate ao tabagismo como vitorioso, isso nos preocupa. De fato, se aperta mais o cerco contra o setor, e mostra que continuará agindo com força na restrição ao tabaco”, destaca.

Durante a explanação do governo brasileiro, que durou cerca de 20 minutos, Grace Mendonça destacou ainda a política pública do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), junto à atuação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a própria Advocacia-geral da União (AGU) adotam, com o ingresso de ações na Justiça para acabar com o sabor e aroma, assim como a redução do número de fumantes. Segundo Grace, o Brasil reduziu de 29% para 12% no caso dos homens e 19% para 8% entre as mulheres. “É absurda e inoportuna este confronto da AGU, que representa o governo brasileiro, ao se posicionar contra a cadeia produtiva do tabaco. Isto demostra a falta de coragem do governo brasileiro em enfrentar as restrições da convenção-quadro e defender a nossa cadeia produtiva”, avalia o consultor executivo da Amprotabaco, Dalvi Soares de Freitas.

De acordo com ele, o discurso brasileiro na abertura da COP-8 atacou a produção do tabaco diante dos demais países, sinalizando que não se preocupa com a cadeia produtiva. “É muito triste ver um país que há 25 anos é o maior exportador de tabaco e é o segundo maior produtor do produto, onde mais de dois milhões de pessoas vivem desta cultura, ter um representante oficial do governo fazer um combate tão expressivo contra o tabaco. Isto é lamentável”, complementa Soares.

O vice-presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias do Fumo (Fentifumo), Gualter Baptista, acompanha a comitiva da Amprotabaco nos eventos em Genebra. A audiência de abertura encerrou por volta das 13 horas (hora local), no Brasil, 8 horas da manhã. No turno da tarde, ocorre um encontro da Missão Brasileira na COP-8, realizado na embaixada do Brasil na Suíça.