Edição do dia 15/01/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Bolsonaro assina decreto que flexibiliza a posse de armas
GERAL - Com decreto, pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo
Multas podem ter prazo prorrogado
GERAL - Conforme Fiscalização de Trânsito do município ainda não há regulamentação para abordagem
Ajude as famílias afetadas com a chuva
GERAL
No dia 25 de janeiro mais 146 vagas remanescentes serão disponibilizadas
EDUCAÇÃO - O edital com a faixa etária e a escola será divulgado pela Secretaria Municipal de Educação
Secretário Faisal Karam reúne-se com Federação das Apaes
EDUCAÇÃO
Gilberto Petry é o novo presidente do Conselho Deliberativo
GERAL
Frente fria volta a intensificar chuvas no estado nos próximos dias
GERAL
Censo 2018 da Educação Básica
EDUCAÇÃO - Inep divulga dados da rede estadual de ensino
Novos agentes reforçam os quadros da Susepe em abril
POLÍCIA - Antes eles fazem curso sobre as normas de política penitenciária do Estado
Primeira edição do Sisu 2019 deve abrir mais de 235 mil vagas
EDUCAÇÃO
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
ECONOMIA
Hemovida está com estoque acima da média
SAÚDE - Desde setembro do ano passado, o número de captação sanguínea tem sido maior do que o de transfusões
Nova praça de lazer será construída no centro
GERAL - Local escolhido foi o coração da cidade, ao lado da futura Biblioteca Municipal
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV
ECONOMIA
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
ECONOMIA
Receita abre consulta a restituição
GERAL - Serão contempladas as restituições residuais referentes aos exercícios de 2008 a 2018
Atividade do Varejo fecha 2018 com crescimento de 2,8%
ECONOMIA
STF vai julgar casos polêmicos a partir do próximo mês
GERAL

Eduardo Leite é o novo governador

Vitória do ex-prefeito de Pelotas nas eleições mostrou, mais uma vez, que o Estado não é afeito a reeleições

POLÍTICA - 28/10/2018

Crédito: Divulgação/RJ

O Rio Grande do Sul mantém sua tradição de não reeleger o governador do Estado. O atual chefe do Executivo, José Ivo Sartori (MDB), foi derrotado no segundo turno das eleições, neste domingo, 28 de outubro de 2018. O novo governador, a partir de 1º de janeiro de 2019, será Eduardo Leite (PSDB), ex-prefeito de Pelotas entre 2013 e 2016. Leite também foi vereador e presidente da Câmara de Vereadores no município da Zona Sul do Estado.
Depois de oito anos, o PSDB voltará a ter o maior cargo do Rio Grande do Sul. Entre 2007 e 2010, o Estado foi governado por outra integrante do partido, Yeda Crusius. Nesse intervalo de oito anos (2011-2018), o PT, com Tarso Genro, e o MDB, com José Ivo Sartori, comandaram os destinos do Rio Grande.
Desde 1995, quando Antônio Britto assumiu o governo, apenas três partidos tiveram governador em nosso Estado: MDB, PT e o PSDB de Eduardo Leite. Mas como governará o novo chefe do Executivo? Confira um resumo das propostas de Leite, para termos uma ideia de como será o próximo governo:

ECONOMIA
- Reduzir custos;
- Estabelecer o teto dos gastos do governo; 
- Revisar a previdência pública do Estado gaúcho; 
- Vigilância permanente dos passivos contingentes que podem gerar compromissos financeiros no curto e longo prazo;
- Possível corte de cargos comissionados;
- Alterações nos incentivos fiscais e benefícios tributários; 
- Captação de recursos no exterior;
- Recuperação da dívida dos contribuintes com o fisco do Estado;
- Reduzir o estoque da dívida do Estado com pessoas físicas e jurídicas.

EDUCAÇÃO
- Remuneração "justa" com plano de carreira que incentive o ingresso de docentes; 
- Trabalhar na melhoria da infraestrutura escolar;
- Universalizar o acesso à educação e promover a permanência dos estudantes;
- Utilização mais intensa de novas tecnologias e metodologias, estimulando valores, competências e habilidades nos alunos;
- Através de metas e indicadores, fazer a avaliação da educação, realizando ações corretivas de maior efetividade para a melhoria da gestão nesta área.

SAÚDE
- SUS Conectado, Instituição do Centro de Informações e Decisões Estratégicas em Saúde. A ideia, neste caso, é ter um sistema que reúna dados determinantes e condicionantes na área da Saúde, para poder tomar as decisões de forma estratégica, e assim garantir melhores resultados nesta área; 
- Programa de Fortalecimento da Prevenção das Doenças Sexualmente Transmissíveis e Doenças Transmissíveis; 
- Programa de Fortalecimento do Cuidado das Pessoas com Sofrimento em Saúde Mental e com problemas resultantes do uso de drogas;
- Atenção especializada no SUS, observando a média e alta complexidade, através de um conjunto de procedimentos; 
- Regionalização e hierarquização das ações de saúde;
- Buscar uma evolução no acesso e na qualidade do atendimento, em urgência e emergência;
- Qualificação e padronização da relação de medicamentos essenciais;
- Com a Mediação Extrajudicial, ideia é que a população não precise recorrer ao Judiciário para ter suas necessidades atendidas na Saúde; 
- Através de força-tarefa, combater fraudes impedindo a cobrança de preços injustos e as práticas ilegais, principalmente em procedimentos de alto custo.

SEGURANÇA PÚBLICA
- Um dos focos será a prevenção da violência;
- Trabalho integrado entre os órgãos de segurança;
- Valorização dos servidores nesta área; 
- Tecnologia e outros sistemas de inteligência policial;
- Novo sistema de registro de ocorrências (OCR);
- Ampliar delegacias onde há maior concentração de casos;
- Novas vagas no sistema prisional;
- Ampliar controle das facções nos presídios.

(Fonte: jornal 'O Nacional')