Edição do dia 18/01/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Taça Kaiser: Bela Vista fez uma bonita apresentação
ESPORTES - Time amador de Santa Cruz do Sul jogou torneio nacional em Curitiba
Abertura da temporada: Atletas elogiam a estrutura do UniCo
ESPORTES - Trabalhos para 2019 do sub-20 iniciam oficialmente nesta terça-feira, dia 22
Lifasc: Pinheiral larga na frente
ESPORTES - Equipe venceu Juventude na rodada de ida da 2ª fase. São José e Rio Pardinho empatam
Avenida estreia com bom empate em Veranópolis
ESPORTES - Próxima partida alviverde no Gauchão será terça-feira, contra o Brasil de Pelotas
Inep divulga resultado do Enem
EDUCAÇÃO
Sicredi atinge marca de 4 milhões de associados
EMPRESARIAL - Com este marco, instituição financeira cooperativa pioneira no Brasil contribui para a expansão do cooperativismo de crédito no País
Prefeitura deve arrecadar mais de R$ 33 milhões
ECONOMIA - Até o momento já foram contabilizados R$ 19,879 milhões dos pagamentos em cota única e primeira parcela
Negociações do preço do tabaco são suspensas
ECONOMIA - Propostas apresentadas ficaram abaixo da variação do custo de produção
Uergs contará com Agroecologia em Santa Cruz
EDUCAÇÃO - Universidade recebe inscrições pelo Sisu de 22 a 25 de janeiro
Cuidados para não cair em uma fria
GERAL - Especialista dá dicas para planejar as férias e evitar aborrecimentos
Índice que mede atividade da economia no Brasil recua em dezembro
ECONOMIA
Confiança do Consumidor avança 12% em 2018
ECONOMIA - Levantamento mostra que 72% dos brasileiros avaliam a economia de forma negativa
Crianças devem acompanhar os pais na compra
GERAL - Consultor financeiro garante que a criança passa a ter noções básicas de educação financeira
Valor da passagem será definido até o fim do mês
GERAL - Sindicato dos Comerciários e UESC protocolaram junto ao MP ofício solicitando providências sobre o reajuste
Como cuidar dos pets no verão
ESPECIAIS - Saiba as principais precauções com os animais nos dias mais quentes
Operação captura membros da facção Os manos
POLÍCIA
Avenida estreia no 'Gauchão raiz'
ESPORTES - Periquito quer iniciar de forma positiva no Estadual, em Veranópolis
Democracia compreende as diferenças
EDITORIAL - A alternância no poder, entre esquerda e direita, é normal no sistema democrático

Supermercados projetam crescimento

Expectativa é de aumento entre 5 e 6% nas vendas de Natal e Ano Novo

ECONOMIA - 14/12/2018

Presidente do Sindigêneros do Vale do Rio Pardo, Celso MullerPresidente do Sindigêneros do Vale do Rio Pardo, Celso Muller Crédito: Arquivo/RJ

Rosibel Fagundes
rosibel@riovalejornal.com.br

O setor supermercadista da região está confiante com relação às vendas de Natal e Ano Novo. A expectativa é de um crescimento entre 5 e 6% em vendas no setor na comparação com as festas do ano passado. Para o presidente do Sindigêneros do Vale do Rio Pardo, Celso Muller, a justificativa para o crescimento se deve ao poder aquisitivo que muitas pessoas têm na região e, em especial no município. “As pessoas se organizam financeiramente para as festas de fim de ano. E tem também a questão do município ser forte produtor de tabaco o que agrega para a economia”. 
Em relação ao reajuste dos preços de produtos típicos de Natal e Ano Novo, Celso Muller informou que os aumentos não foram expressivos. “80% mantiveram os preços enquanto apenas 20% tiveram reajuste entre 5% e 7%”. Entre os produtos que tiveram maior aumento estão o panetone e as bebidas. Segundo ele, as cestas e kits de Natal  continuam sendo os preferidos dos clientes. “As cestas são vistas como opção de presente. Muitas empresas compram para presentear os colaboradores, e ela também pode ser dada a familiares e amigos”, explicou Celso. Composta por vários produtos o preço gira em torno de R$25 e R$85. Se na região, a expectativa de vendas para esta época do ano fica em torno de 5 e 6%, no Estado as projeções de crescimento são de 3,6% na comparação com o ano passado. De acordo com o presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), Antônio Cesa Longo, as projeções para os supermercados gaúchos é bastante otimista. “Os supermercados devem absorver cerca de 20% (ou R$ 2,7 bilhões) do 13º salário  dos clientes sobretudo,  em compras de itens típicos para as festas, como aves natalinas, bombons, espumantes, lentilha, bebidas e presentes”, garantiu ele.  Um levantamento feito pelo Instituto Segmento encomendado pela Agas, apontou que os produtos indispensáveis para a ceia de Natal e Ano Novo devem proporcionar um aumento significativo nas vendas de dezembro. O espumante, por exemplo, terá um crescimento de 3,6% com a comercialização de 5 milhões de garrafas – 95% delas produzidas na Serra Gaúcha. O crescimento da venda de panetones prevê o de 1,6%. São cerca de 4 milhões de unidades que estarão disponíveis  pelos supermercados gaúchos. Já as aves natalinas que podem ser encontradas em diversas opções de marcas, temperos e preços devem ter crescimento de 3,0%. Ao todo, serão comercializadas 880 mil aves (2,5 mil toneladas).