Edição do dia 15/01/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Bolsonaro assina decreto que flexibiliza a posse de armas
GERAL - Com decreto, pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo
Multas podem ter prazo prorrogado
GERAL - Conforme Fiscalização de Trânsito do município ainda não há regulamentação para abordagem
Ajude as famílias afetadas com a chuva
GERAL
No dia 25 de janeiro mais 146 vagas remanescentes serão disponibilizadas
EDUCAÇÃO - O edital com a faixa etária e a escola será divulgado pela Secretaria Municipal de Educação
Secretário Faisal Karam reúne-se com Federação das Apaes
EDUCAÇÃO
Gilberto Petry é o novo presidente do Conselho Deliberativo
GERAL
Frente fria volta a intensificar chuvas no estado nos próximos dias
GERAL
Censo 2018 da Educação Básica
EDUCAÇÃO - Inep divulga dados da rede estadual de ensino
Novos agentes reforçam os quadros da Susepe em abril
POLÍCIA - Antes eles fazem curso sobre as normas de política penitenciária do Estado
Primeira edição do Sisu 2019 deve abrir mais de 235 mil vagas
EDUCAÇÃO
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
ECONOMIA
Hemovida está com estoque acima da média
SAÚDE - Desde setembro do ano passado, o número de captação sanguínea tem sido maior do que o de transfusões
Nova praça de lazer será construída no centro
GERAL - Local escolhido foi o coração da cidade, ao lado da futura Biblioteca Municipal
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV
ECONOMIA
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
ECONOMIA
Receita abre consulta a restituição
GERAL - Serão contempladas as restituições residuais referentes aos exercícios de 2008 a 2018
Atividade do Varejo fecha 2018 com crescimento de 2,8%
ECONOMIA
STF vai julgar casos polêmicos a partir do próximo mês
GERAL

Compra de material escolar aumenta movimento nas papelarias

Os preços variam de acordo com a idade da criança e a marca do produto

GERAL - 11/01/2019

 
Rosibel Fagundes
rosibel@riovalejornal.com.br

Preços da lista de material escolar variam, em média, 1.000% dependendo da marca Preços da lista de material escolar variam, em média, 1.000% dependendo da marca Crédito: Rosibel Fagundes

Faltando um pouco mais de um mês para o início do ano letivo, a movimentação nas papelarias e livrarias tem ganhado impulso, desde que as escolas disponibilizaram a lista escolar aos pais. Para a dona de casa, Vanessa Ribeiro, que tem uma filha de 6 anos, antecipar as compras significa garantir mais tranquilidade e opções de escolha, além de preços mais baixos e menos fila na hora da procura . “Embora a lista de material escolar deste ano seja menor que a do ano passado, já me antecipei e estou comprando várias coisas, porém em locais diferentes. Isso ajuda bastante”. Ainda conforme ela, a intenção é gastar no máximo R$ 300,00.  
Embora a Associação Brasileira dos Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares (Abfiae), afirmou em dezembro que os itens escolares estariam em média, 10% mais caros este ano, os valores finais ainda não foram repassados a todos os estabelecimentos. De acordo com a gerente da Papelaria Graffite, Jaqueline Frezze,  a maioria dos produtos manteve os mesmos valores do ano passado.  A expectativa de vendas, segundo ela é positiva. “Estamos almejando vender 20% a mais e para isso, estamos oferecendo os produtos mais variados que são solicitados nas listas. Tudo para que o cliente consiga comprar tudo em um só lugar”, afirmou a gestora. Entre os produtos mais procurados estão os cadernos, mochilas,  lápis de cor, canetas, papéis, entre outros.  De acordo com a gerente, o preço de um mesmo item na lista de material escolar pode variar bastante dependendo da marca e da qualidade do produto. “Temos aqui mochilas onde os preços variam de R$ 29,99 a R$394,00. Outro exemplo são os lápis de escrever em que o mais simples custa R$ 0,25 e o mais caro sai por R$6,00.  Mas, mesmo assim tem pais que optam pela qualidade e não pelo valor”.  
Pesquisar se torna interessante na medida em que que o consumidor analisar que o valor de uma simples caneta esferográfica poderá custar até 11 vezes a mais. O produto mais simples custa em média R$ 0,65, podendo ser adquirido por até R$7,30 dependendo do modelo e da marca.  


CUIDADOS

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), faz um alerta com relação a existência de pedidos abusivos que podem ser encontrados na lista de material escolar repassada pelas escolas.  E dá dicas, de como fazer as compras sem gastar muito. Em caso de dúvidas o telefone para contato do escritório que funciona em Santa Cruz é o 3711-4548.
* O consumidor deve ler atentamente a lista que lhe está sendo exigida. Material de higiene e de limpeza não competem ao aluno adquirir. O material solicitado deve ser apenas para uso pedagógico e de aprendizagem;
* Se os preços dos materiais forem abusivos, o consumidor deve fazer uma pesquisa junto a vários estabelecimentos;
* Quando o pagamento for à vista, solicite o desconto;
* Os pais podem criar grupos para realizar as compras em conjunto e garantir mais descontos;
* A escola (pública ou privada) deverá levar em conta, também, a situação econômica do estudante e de sua família, conforme dispõe a Lei Federal n. 8907/94. Em caso de dúvidas, o recomendado é procurar o Instituto de Defesa do Contribuinte (Idecon).