Edição do dia 19/06/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Brasil empata com a Venezuela pela Copa América: 0 a 0
ESPORTES - Líder do Grupo A, Canarinho volta a campo sábado (22), contra o Peru
'Joga Pouco, Ajuda Muito' acontece nesta quinta
ESPORTES
Segundona Gaúcha: Presidente do Galo lamenta desclassificação
ESPORTES
Série D do Brasileiro: Avenida segue forte
ESPORTES - Direção espera estádio lotado para decidir vaga no segundo jogo, em casa, contra o Caxias
Computação Desplugada é realidade em escolas públicas de Santa Cruz do Sul
EDUCAÇÃO - Material didático do projeto Computação na Educação foi lançado na tarde desta terça-feira, 18, na Unisc
Ensino das escolas é discutido em todo o país
EDUCAÇÃO
Thiago Porto: enaltecendo a cultura santa-cruzense
VARIEDADES - Com mais de um milhão de visualizações no YouTube músico se prepara para mais um lançamento
Restaurante Mafalda: há 18 anos servindo gastronomia de qualidade
GERAL - O estabelecimento conta com buffet tradicional e buffet para viandas
Oficina de Apoio às Famílias será na próxima terça-feira
GERAL - O Riovale Jornal entrevistou a advogada Dra. Andjanete L. Mess Hashimoto, que explica o procedimento das atividades
Câmara aprova projeto de segurança
GERAL
Mercur chega aos 95 anos com livro publicado
EMPRESARIAL - Curso para inspirar um mundo mais colaborativo também foi disponibilizado
Corpus Christi: Fé e arte para celebrar a data
RELIGIÃO - Celebração inicia às 9 horas com missa na Catedral São João Batista e após procissão segue pelas principais ruas
Quem é contra a reforma da Previdência Social não é contra o Brasil
OPINIÃO
Um novo INSS
OPINIÃO
A criminalização da Homotransfobia
OPINIÃO
Uso de simulador deixa ser obrigatório
GERAL - A resolução visa reduzir burocracia e baixar o custo da CNH
Feminismo por um mundo melhor
EDITORIAL
Piloto de Santa Cruz do Sul vence mais uma prova e lidera Campeonato Gaúcho
ESPORTES - Roberto Keller compete ao lado do navegador de Santana do Livramento, Marcelo Ritter

Reforma deve beneficiar a economia

Previdência repercute nas contas públicas e no desempenho econômico do país

EDITORIAL - 12/02/2019

O governo federal empossado em janeiro, pretende realizar neste primeiro semestre a votação da reforma da previdência na Câmara dos Deputados. "Em 2018, o déficit da Previdência bateu recorde e alcançou R$ 290 bilhões, segundo números do governo", informou o portal G1, em reportagem publicada no último dia 5.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, entende que o atual sistema previdenciário brasileiro estimula a desigualdade. Conforme o ministro, a maioria da população pobre se aposenta por idade, aos 65 anos, com benefícios menores, em geral um salário mínimo. Guedes sustenta que os mais ricos se aposentam mais cedo e ganham muito mais.

Diante desse cenário, a questão da previdência possui pelo menos dois aspectos extremamente delicados: o déficit, que é altíssimo e compromete as contas do governo, e a desigualdade, na qual os pobres saem mais prejudicados. As contas públicas são essenciais para garantir o crescimento econômico. Se elas têm um mau desempenho, a tendência é que a economia como um todo saia prejudicada, porque o governo perde a capacidade para investir em infraestrutura. A grave crise econômica brasileira, iniciada em 2014, foi causada em grande parte pela administração péssima nas contas públicas.

Não reformar a previdência, pelo que indicam vários especialistas na área econômica, entre eles o ministro Paulo Guedes, significa impedir uma melhor administração das contas públicas. Guedes, por exemplo, chegou a projetar uma economia de R$ 1 trilhão em dez anos com a reforma. Imaginem o quanto isso poderia repercutir no crescimento econômico do Brasil.