Edição do dia 14/06/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Computação na Educação lança material didático nesta terça-feira na Unisc
EDUCAÇÃO
OAB promove palestra: Vamos conversar sobre o racismo?
GERAL
Unidos da Villa e Esmeralda fazem o jogo dos líderes do grupo B
ESPORTES - No domingo, Copa Cidade Miller Supermercados teve vitórias do San Lorenzo e Margarida
Lifasc Sub-18: João Alves se isola ainda mais na liderança
ESPORTES - Equipe derrotou o Aliança por 2x0 neste domingo e mantém-se invicto
DESENVOLVIMENTO REGIONAL: Corede/VRP faz renovação da Assembleia
GERAL - Encontro para a definição dos novos integrantes ocorre no dia 25 de junho, na sala 101 da Unisc
Cursos de Gastronomia e Nutrição da Unisc promovem prática culinária com alunos do Uniama
GERAL
APAE promove Feijoada
GERAL
Educar-se promove novo encontro para famílias
EDUCAÇÃO
Mais de 1,1 mil candidatos realizam o Vestibular de Inverno da Unisc
GERAL
Com dois jogadores a menos, Avenida arranca empate em Caxias
ESPORTES - Periquito decidirá mata-mata dentro dos Eucaliptos
Santa Cruz empata e está fora da Segundona
ESPORTES - Galo ficou no 0 a 0 com o Guarany, em Bagé
Endurance Brasil: Xandy e Xandinho Negrão continuam líderes
ESPORTES - Pai e filho fecham a terceira etapa de Santa Cruz do Sul com pódio e mantêm a liderança na geral e na categoria GT3
Pinheiral leva o bicampeonato no Futebol Sete Master da Lifasc
ESPORTES - Equipe derrotou o Linha Santa Cruz na decisão, por 4x3 de virada, em partida eletrizante
De camisa branca, o Brasil vence na estreia
ESPORTES - Seleção fez 3 a 0 sobre a Bolívia pela Copa América
Brique da Praça completa 10 anos de atividades
GERAL
Luizinho Ruas ingressa com projeto que declara Coomcat de utilidade pública
GERAL
Copa Cidade Miller Supermercados tem dois jogos no domingo
ESPORTES - Partidas são válidas pela primeira fase do certame
Santa Cruz do Sul está em estado de alerta
SAÚDE - Com 62 notificações da doença, município realiza ações intensas de combate ao mosquito, mas, a colaboração da população é fundamental

A complexidade da reforma

É preciso pensar nas consequências da reforma da Previdência para a classe média e os mais pobres

EDITORIAL - 15/02/2019

A questão da Previdência é muito complexa no Brasil. É praticamente inevitável fazer uma reforma, que poderá sair do forno neste primeiro semestre de 2019. Por que fazer a reforma? O déficit previdenciário é altíssimo e pode jogar o país em uma crise econômica mais grave do que a intempérie financeira iniciada em 2014. O custo seria muito alto: queda do Produto Interno Bruto (PIB) e uma situação de desemprego ainda maior.

Mas o assunto não se resume às contas públicas e a uma possível nova crise econômica, tal a complexidade do que está em discussão. É relevante destacar que a Previdência transfere renda para a população, e é preciso pensar, em especial, nos prejuízos que a classe média e os mais pobres poderão sofrer com a reforma. Segundo o governo federal, um dos objetivos da reforma é beneficiar os mais pobres. Tomara que assim seja realmente, pois desta forma estaríamos unindo dois pontos positivos: 1) A reforma evitaria uma crise econômica das mais retumbantes; 2) Os pobres seriam beneficiados em termos previdenciários.

O governo federal precisa esclarecer a reforma da Previdência para a população, para sabermos se, de fato, estamos caindo ou não em uma armadilha. O que, aparentemente, é inegável está na necessidade de fazer a reforma. A expectativa de vida da população brasileira é cada vez maior, e este fator influencia muito no déficit previdenciário.

Tomara que, com o esclarecimento da reforma para a população, consigamos chegar ao melhor resultado possível: uma reforma que traga maior justiça social, evitando uma intempérie financeira histórica. Pois, se uma crise gravíssima for evitada, o mercado estará em melhores condições de gerar empregos. Trabalho e renda representam mais justiça social.