Edição do dia 20/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Feriado em Santa Cruz do Sul
GERAL - Saiba como funcionarão os principais serviços nesta sexta-feira, 20
Livro Dois meninos será lançado em Santa Cruz
VARIEDADES
JTI promove a língua inglesa entre colaboradores
GERAL
Equipes da Afubra realizam avaliações nas lavouras atingidas
GERAL
100 anos Sicredi VRP: Solenidade marca os 100 anos
ESPECIAIS
100 anos Sicredi VRP: Programação intensa durante todo o ano
ESPECIAIS
Dia do Contador: A saúde financeira do seu negócio depende dele
ESPECIAIS - Conheça um pouco mais sobre a profissão do contador e sua data comemorativa
Mensagem pelo Dia do Contador
ESPECIAIS - Rugard Kanitz - presidente do Sincotec VARP
Dia do Contador: Conheça os vencedores da 6ª edição do Concurso de Redação Tributação e Cidadania
ESPECIAIS
Preservação da cultura alemã no traje oficial
VARIEDADES
As donas das flores
GERAL - O trabalho delas é cultivar a natureza que enfeita a cidade
Shopping Santa Cruz recebe convidadas para bate-papo
GERAL - Quatro mulheres estarão à frente do evento de troca de experiências
Irmãos de Axé visitam Terreiro de Candomblé na Bahia
GERAL
Galo tem jogos importantes no final de semana
ESPORTES
Copa CFC Celso abre decisão em Linha Santa Cruz
ESPORTES
Assaf encara a Assoeva no Ginásio da Unisc neste sábado
ESPORTES
SCS Skate Contest: um incentivo ao esporte
ESPORTES
Gelson Conte substitui China Balbino no Avenida
ESPORTES

O que se aprende com o fracasso

EDITORIAL - 22/02/2019

As gerações estão cada vez mais criando barreiras contra o fracasso. É como se fracassar fosse uma forma de mostrar o quão frágil se está. Uma decisão aqui, outra lá. Um fim de relacionamento conturbado. A possível falência da empresa. Um erro que pode custar o emprego. Mas onde está escrito que esses fracassos não podem acontecer? Quem não teve um projeto de adolescência que foi sendo postergado e que hoje não está na lista de prioridades? Ou que tenha um projeto que está sempre ali nas primeiras opções, mas que nunca é realizado? Esses pequenos pontos muitas vezes nem são vistos como fracassos, mas são eles que vão moldando cada um. Dia após dia. Um desenrolar atrás do outro. E novas percepções vão sendo criadas. 
É através desses fracassos que vão sendo construídas as mais diferentes percepções sobre atitudes e decisões. É por meio deles que vem a mudança. Ou que vem a reflexão sobre o que precisa ser diferente. É preciso colocar a situação de fracasso em seu lugar. Passar uma borracha não resolve. É com elas que se aprende. E que depois são impulsionadas novas ideias, novas pessoas e novos acontecimentos. 
As situações de fracasso precisam ser entendidas como pausas. Como formas de criar uma certa resiliência. Encontrar saídas para o fracasso é uma questão de resiliência e de ser ágil. O tempo está sempre correndo. A agilidade e a resiliência se tornam inseparáveis. A empresa, o trabalho e o relacionamento precisam de respostas. Mesmo que demandem tempo, eles só não precisam contar nas decisões com a ansiedade. A agilidade aqui tem relação com não esperar que a solução caia pronta. Mas que se busque formas de resistir e de resolver o que precisa ser feito. É aquela velha máxima de ‘o mundo muda, se você muda’. O fracasso traz a mudança. E a mudança traz a resiliência.