Edição do dia 12/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Brigada Militar prende homem por violência doméstica
POLÍCIA
Realeza da Vila lança samba-enredo nesta quinta-feira
GERAL - Na ocasião serão comemorados os 30 anos da escola de samba
Mudanças são anunciadas nas secretarias
GERAL
Dia de visitações, experiências e expectativas no Viva Unisc 2019
GERAL
Solenidade marca aniversário do General Gomes Carneiro
GERAL - Na ocasião também foi comemorada a chegada do III Batalhão ao município
Pequenas atitudes
OPINIÃO
Verrugas Estelares
OPINIÃO
Em defesa da vida
OPINIÃO
CDL aponta 800 vagas temporárias
ECONOMIA - Expectativa é de boas oportunidades de emprego para o período
ACI: Eleição ocorre hoje
GERAL
Vigilância Colaborativa: Lançamento do Programa acontece hoje
GERAL
GREVE: Polícia Civil paralisa nesta quarta-feira
POLÍCIA
Campeonato Municipal inicia no próximo dia 22
ESPORTES
AMO/Unimed VTRP: Atletas brilham pelo estado
ESPORTES
Dois times largam com vitória na estreia da Copa Lisaruth
ESPORTES
Estadual sub 19: Santa Cruz vence fora e fica perto da final
ESPORTES
Regional: São José larga na frente nas semifinais
ESPORTES
Universidade aguarda mais de cinco mil estudantes
GERAL

Audiência pública debate alterações no Plano Diretor

POLÍTICA - 22/02/2019

Audiência pública movimentou a Câmara nesta quinta-feiraAudiência pública movimentou a Câmara nesta quinta-feira Crédito: Viviane Fetzer

A Câmara de Vereadores realizou nesta quinta-feira, dia 21, uma audiência pública na qual foram apresentadas as alterações no Plano Diretor do município. A iniciativa é da comissão de Obras e Serviços Públicos, composta pelos vereadores Mathias Bertram (PTB), Hildo Ney Caspary (Progressistas) e André Scheibler (SD) e agora o projeto de lei está pronto para ser votado pelo plenário do Legislativo.
O encontro reuniu grande número de pessoas, entre profissionais da área e representantes de entidades e pessoas da comunidade. O relator da comissão de Obras e Serviços Públicos, Hildo Ney Caspary apresentou as alterações sugeridas nas quatro reuniões abertas realizadas com diferentes segmentos da comunidade.
Algumas pessoas se inscreveram e apresentaram sugestões. Moradora do Higienópolis, nas proximidades do parque da Gruta, Ana Lúcia Kunzel, disse que tem uma área para lotear nas proximidades onde mora, mas com a questão da preservação do Cinturão Verde, acabou sendo prejudicada.
Carlos Augusto Gerhardt, o Moi, disse que comparou o Plano Diretor de Santa Cruz do Sul com o de outras cidades e destacou que carece de uma abertura maior na questão dos índices de construção, a fim de modernizar mais a cidade. “Os índices não devem ser tão restritivos”.
Representante da Sociedade dos Engenheiros e Arquitetos (Seasc), Patrícia Lopes da Silva, destacou que as alterações do Plano Diretor são importantes e servem como inovação para futuras construções na cidade. Já o empresário Giovane Faccin, que representa um grupo de ciclistas, destacou que o município deveria seguir investindo na criação de mais espaços para ciclovias.
“Elaboramos um plano para a implantação de ciclovias em toda a cidade, entregamos ao Governo na gestão passada, e não foi levado em consideração na elaboração do Plano Diretor”, observou. Esta fala foi endossada pelo vereador Alex Knak (MDB). O advogado Tiago Conrad, enfatizou a necessidade de se realizar uma alteração no zoneamento para área recreacional, na região do Clube Tiro e Caça, no bairro Higienópolis.
Esta é a quarta vez legislação sobre o Plano Diretor. A atual versão, que está em vigor, é datada de 2007, que substituiu o plano de 1998, que por sua vez, substituiu a primeira versão, em 1978, apresentada pelo então prefeito Arno João Frantz.