Edição do dia 20/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Feriado em Santa Cruz do Sul
GERAL - Saiba como funcionarão os principais serviços nesta sexta-feira, 20
Livro Dois meninos será lançado em Santa Cruz
VARIEDADES
JTI promove a língua inglesa entre colaboradores
GERAL
Equipes da Afubra realizam avaliações nas lavouras atingidas
GERAL
100 anos Sicredi VRP: Solenidade marca os 100 anos
ESPECIAIS
100 anos Sicredi VRP: Programação intensa durante todo o ano
ESPECIAIS
Dia do Contador: A saúde financeira do seu negócio depende dele
ESPECIAIS - Conheça um pouco mais sobre a profissão do contador e sua data comemorativa
Mensagem pelo Dia do Contador
ESPECIAIS - Rugard Kanitz - presidente do Sincotec VARP
Dia do Contador: Conheça os vencedores da 6ª edição do Concurso de Redação Tributação e Cidadania
ESPECIAIS
Preservação da cultura alemã no traje oficial
VARIEDADES
As donas das flores
GERAL - O trabalho delas é cultivar a natureza que enfeita a cidade
Shopping Santa Cruz recebe convidadas para bate-papo
GERAL - Quatro mulheres estarão à frente do evento de troca de experiências
Irmãos de Axé visitam Terreiro de Candomblé na Bahia
GERAL
Galo tem jogos importantes no final de semana
ESPORTES
Copa CFC Celso abre decisão em Linha Santa Cruz
ESPORTES
Assaf encara a Assoeva no Ginásio da Unisc neste sábado
ESPORTES
SCS Skate Contest: um incentivo ao esporte
ESPORTES
Gelson Conte substitui China Balbino no Avenida
ESPORTES

Moralismo x prioridades

É preciso tomar cuidado para que as prioridades da população não sejam deixadas em segundo plano

EDITORIAL - 12/03/2019

O Brasil é uma nação repleta de questões difíceis, críticas. Fortes carências na educação, saúde, segurança, economia, a nossa eterna crise ética, enfim... Não faltam problemas. Curiosamente, nos últimos anos houve um crescimento significativo do moralismo, e parece que isto se sobrepõe às soluções que precisam ser discutidas para o país. Parece que há necessidade, por parte de uma parcela da população (e dos políticos), no sentido de apontar aquilo que fere o “conservadorismo de costumes”. E assim, questões muito mais críticas, como a desigualdade social, são retiradas do foco.

Do que precisamos, afinal? De um moralismo “a la anos 50” ou de discutir as soluções que possam melhorar a vida da população? Existe algum projeto para revolucionar a área educacional, e assim permitir uma melhoria na qualidade de vida dos brasileiros?

Claro que o ser humano precisa se guiar por normas éticas e morais, isto é realmente necessário. Mas o moralismo exagerado pode ser prejudicial, especialmente quando possui o intuito de coibir avanços que são naturais dentro da sociedade. Por exemplo, qual o problema de uma mulher que busca sua liberdade sexual e independência? Enquanto se trava uma luta para coibir avanços naturais, acabamos nos desviando das grandes prioridades da população, que precisam ser melhor observadas.

E, se as grandes prioridades não forem colocadas em foco, como ficaremos? O Brasil continuará sendo uma nação repleta de carências. Portanto, o país precisa buscar um rumo que estabeleça um enfrentamento dos problemas nacionais, em detrimento de um moralismo que pouco tem a acrescentar.