Edição do dia 19/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Nota da Prefeitura esclarece atendimentos na saúde feitos por sindicatos
SAÚDE - Ajustes que foram estabelecidos em comum acordo são apresentados
Projeto Carinhoso: atração cultural beneficiará a terceira idade
GERAL - Artistas locais levarão arte para casas geriátricas a partir do mês que vem
Samu: Regulação compartilhada deve entrar em operação até o fim do ano
SAÚDE
Campanhas estimulam a Solidariedade
GERAL
Escritora santa-cruzense lança o livro Melodia Perversa
VARIEDADES
Lifasc: Soberania dos visitantes domina
ESPORTES
Municipal Feminino: Muitos gols marcam a rodada
ESPORTES
Santa Cruz luta, mas perde nos pênaltis para o Soledade
ESPORTES
Regional 2019:Trombudo sai na frente nas semifinais
ESPORTES - Nos Aspirantes deu o Formosa contra o Unidos
Amigos do Cinema exibe Tarkovski
VARIEDADES
Associação Pró-Cultura: Vernissage abre última mostra
VARIEDADES
NOVEMBRO ROXO: Exposição dá início às atividades
SAÚDE - Hospital Santa Cruz preparou também palestra e oficina sobre o mês da Prematuridade
Cisvale debate temas expressivos para a região
GERAL
Portal Lunetas e Mercur promovem bate-papo sobre Infâncias
GERAL
Confraria Nativista: Nova diretoria será empossada
GERAL
Comissão Especial da OAB promove eventos para abordar a Reforma da Previdência
GERAL
Vacinação contra o Sarampo: Nova fase começou nesta segunda
SAÚDE
Santa Cruz tem oito escolas paralisadas
EDUCAÇÃO - Em outros sete educandários o atendimento é parcial e em quatro as atividades seguem normalmente

Michel Temer está preso

Ex-presidente ficará detido no Rio de Janeiro

POLÍTICA - 21/03/2019

O ex-presidente Michel Temer foi preso preventivamente, na manhã desta quinta-feira, 21, em São Paulo. A informação foi confirmada por fontes da Polícia Federal (PF). Temer foi levado para o Aeroporto Internacional de Guarulhos, de onde seguiu para o Rio de Janeiro.

O ex-ministro de Minas e Energia da administração emedebista Moreira Franco também foi preso por agentes da PF nesta quinta-feira, no Aeroporto Internacional Tom Jobim - Galeão. Moreira chegava de um voo procedente de Brasília.

As prisões foram determinadas pelo juiz federal Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pelas ações de desdobramento da Operação Lava Jato.

A Operação Descontaminação investiga desvios na Eletronuclear. Ao todo, foram expedidos oito mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária e 24 de busca e apreensão no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Paraná e Distrito Federal.

De acordo com nota da PF, “a investigação decorre de elementos colhidos nas Operações Radioatividade, Pripyat e Irmandade, deflagradas anteriormente e, notadamente, em razão de colaboração premiada firmada pela Polícia Federal”.

Filiado ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), Temer assumiu a Presidência da República em maio de 2016, depois do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Ao longo de sua trajetória política, Temer foi presidente da Câmara dos Deputados, secretário da Segurança Pública e procurador-geral do estado de São Paulo.

Partido

O MDB lamenta a postura açodada da Justiça à revelia do andamento de um inquérito em que foi demonstrado que não há irregularidade por parte de Temer e do ex-ministro Moreira Franco. O MDB espera que a Justiça restabeleça as liberdades individuais, a presunção de inocência, o direito ao contraditório e o direito de defesa. (Agência Brasil)

Crédito: Antonio Cruz/Agência Brasil

Ex-presidente ficará detido em unidade prisional da PM

O ex-presidente Michel Temer e o ex-ministro Moreira Franco, que foram presos em um desdobramento da Operação Lava Jato, ficarão detidos em uma cela especial da Unidade Prisional da Polícia Militar, em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

Os procuradores alegaram que, por ser ex-presidente da República, Michel Temer tem direito a tratamento especial, assim como Moreira Franco, que foi ministro até dezembro de 2018.

O coronel reformado da Polícia Militar João Baptista Lima Filho, também terá direito a cela especial no Estado Maior da PM, em Niterói. Segundo o MPF, o coronel, amigo pessoal de Temer, é o operador do esquema de corrupção chefiado pelo ex-presidente.

Acusação

O ex-presidente e o ex-ministro são acusados de receber cerca de R$ 1 milhão em propina em meio a obras relacionadas à Usina de Angra Três, por meio de empresas de fachada, e lavagem de dinheiro. A pedido da força-tarefa da Lava Jato, a Justiça Federal determinou a prisão preventiva de mais sete pessoas.

Na unidade da PM em Niterói, já está o ex-governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão. Ele tem direito a cela especial por ter sido preso no exercício do cargo. Pezão é acusado de receber propina e corromper agentes públicos com pagamentos ilegais, que movimentaram cerca de R$ 40 milhões entre 2007 e 2015. O governador nega as acusações. (Agência Brasil)