Edição do dia 20/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Feriado em Santa Cruz do Sul
GERAL - Saiba como funcionarão os principais serviços nesta sexta-feira, 20
Livro Dois meninos será lançado em Santa Cruz
VARIEDADES
JTI promove a língua inglesa entre colaboradores
GERAL
Equipes da Afubra realizam avaliações nas lavouras atingidas
GERAL
100 anos Sicredi VRP: Solenidade marca os 100 anos
ESPECIAIS
100 anos Sicredi VRP: Programação intensa durante todo o ano
ESPECIAIS
Dia do Contador: A saúde financeira do seu negócio depende dele
ESPECIAIS - Conheça um pouco mais sobre a profissão do contador e sua data comemorativa
Mensagem pelo Dia do Contador
ESPECIAIS - Rugard Kanitz - presidente do Sincotec VARP
Dia do Contador: Conheça os vencedores da 6ª edição do Concurso de Redação Tributação e Cidadania
ESPECIAIS
Preservação da cultura alemã no traje oficial
VARIEDADES
As donas das flores
GERAL - O trabalho delas é cultivar a natureza que enfeita a cidade
Shopping Santa Cruz recebe convidadas para bate-papo
GERAL - Quatro mulheres estarão à frente do evento de troca de experiências
Irmãos de Axé visitam Terreiro de Candomblé na Bahia
GERAL
Galo tem jogos importantes no final de semana
ESPORTES
Copa CFC Celso abre decisão em Linha Santa Cruz
ESPORTES
Assaf encara a Assoeva no Ginásio da Unisc neste sábado
ESPORTES
SCS Skate Contest: um incentivo ao esporte
ESPORTES
Gelson Conte substitui China Balbino no Avenida
ESPORTES

Nostalgia da Ditadura

EDITORIAL - 09/04/2019

Rememorar e observar a História, é algo que merece uma atenção significativa. É preciso olhar para trás, sem esquecer de olhar para o presente e projetar o futuro. O presidente da República simpatiza com a Ditadura Militar e foi criticado porque incentivou as comemorações do golpe de 1964. Observando a História, com a independência de pensamento que devemos priorizar, é preciso dizer que o período da Ditadura foi muito difícil para o Brasil. Especialmente sob o ponto de vista humanístico. Por exemplo, há pelo menos dois aspectos negativos que merecem ser destacados nos 21 anos de governo militar: a desigualdade social cresceu muito no Brasil, e não havia possibilidades maiores para a população se expressar em termos políticos. Tanto é assim que o período ficou marcado pelas torturas e pelos assassinatos políticos.

Um terceiro ponto negativo é que a população não podia votar para presidente. Portanto, fica bem evidente que se tratou de um período antidemocrático.

Por outro lado, os defensores da Ditadura apontam que, caso não houvesse governo militar naquele período, o país teria sucumbido ao socialismo soviético, que teria estabelecido uma ditadura de esquerda. Nesse sentido, é importante apontar que um mal não justifica a eliminação de outro mal. Se a Ditadura Militar, com posicionamento de direita, foi nociva em níveis gravíssimos (desigualdade em crescimento, falta de liberdade de expressão, não-direito ao voto), não há motivo para comemorá-la.

É respeitável o posicionamento do presidente da República. Ele tem o direito de gostar da Ditadura Militar. Mas é essencial não repetirmos uma série de erros que foram cometidos no passado. Que a nostalgia não traga o retorno de períodos sombrios.