Edição do dia 19/07/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Domingo tem Brique da Praça
GERAL
Unisc forma 16ª turma de Medicina
GERAL
Stock: Nelsinho Piquet corre pela primeira vez em Santa Cruz do Sul
ESPORTES - Piloto da equipe Texaco Full Time Sports terá experiência inédita neste fim de semana na pista gaúcha
Edição de inverno do curso Escola de formação de professores tem início na Unisc
EDUCAÇÃO
Audiência pública debate alterações no Plano Diretor
GERAL
Quatro cidades gaúchas
VARIEDADES - Quarta temporada de 'O professor pelado' tem reestreia repaginada
Domingo tem etapa da 5ª Olimpíada Rural
GERAL - Esse será o primeiro compromisso oficial das 14 candidatas a soberanas da 35ª Oktoberfest
Copa Seu Verardi
ESPORTES - Uma semana de treinos no Avenida
Rodada desta sexta vai apontar os semifinalistas
ESPORTES
Em jogo duas vagas no mata-mata da Copa CFC Celso
ESPORTES
Assaf joga nesta sexta-feira em Santa Maria
ESPORTES - Jogo foi alterado em virtude do Grenal neste sábado
Stock Car: Quinta etapa é neste final de semana
ESPORTES - Serão dois dias de atividades sem a companhia da Stock Light
Renomada professora do Serviço Social estará em Santa Cruz
GERAL
Novo Cabrais: Escola lança livro de receitas saudáveis
EDUCAÇÃO
Novo Cabrais: Pimenta visita obras e reafirma apoio ao município
GERAL - Deputado federal participou de almoço e conferiu de perto a pavimentação da Avenida Rodolfo Buss
Ascor e Prefeitura planejam nova exposição
GERAL
Colégio Mauá assume gestão da Escola Criança & Cia
EDUCAÇÃO
Prefeitura anuncia restauração do prédio
GERAL - Marcando a decisão, muda de árvore também foi plantada por alunos da rede de ensino municipal

Medida Provisória libera horário de funcionamento

Alteração permite ainda facilitar a abertura de novas empresas, assim como a possibilidade de funcionamento em qualquer horário

ECONOMIA - 07/05/2019

Advogado Marco Antônio Borba, sócio BVK Advogados AssociadosAdvogado Marco Antônio Borba, sócio BVK Advogados Associados Crédito: Divulgação/BVK Advogados

A Medida Provisória (MP) 881 de 2019, chamada de MP da “Liberdade Econômica” foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro com a justificativa de ser um facilitador à vida do empresário brasileiro. Ela regulamenta a possibilidade de funcionamento de comércio, empresas de serviços e indústria a qualquer hora, assim como facilita a abertura de novas empresas.
Conforme o advogado Marco Antônio Borba, sócio BVK Advogados Associados, entre as várias mudanças, a limitação à atuação do governo e sindicatos, na intervenção no horário de funcionamento dos estabelecimentos comerciais, de serviço e indústria, pode ser a mais significativa. “Em outras palavras, por meio desta Medida Provisória, as atividades econômicas de baixo risco, independentemente de ser pequena ou grande empresa, que não gerem poluição sonora, que não causem danos ao meio ambiente, não perturbem o sossego da população e observem a legislação trabalhista, poderão ser desenvolvidas em qualquer horário ou dia da semana.”
Borba destaca ainda que a MP da Liberdade Econômica autoriza o início das atividades de uma empresa, na qual a atividade desempenhada é de menor impacto ambiental, a iniciar sua operação sem as licenças sanitária ou ambiental da área.
Neste caso, conforme o advogado, caberá aos governos municipais definirem quais são as atividades consideradas de baixo risco. “Na ausência de definição municipal, será válida uma listagem federal, que ainda será editada em Brasília no prazo de dois meses.”
O terceiro ponto que a MP da Liberdade Econômica apresenta é a liberação para definição de preços e serviços, condicionando à variação de valores a demanda do mercado. Esta precificação “livre”, para produtos não regulados pelo governo, não poderá ferir a legislação da defesa da concorrência e dos direitos do consumidor. Em situações de emergência ou de calamidade pública, quando assim declarada pela autoridade competente, essa regra não terá validade.
Segundo o sócio do BVK Advogados Associados, por se tratar de Medida Provisória, a instalação da Liberdade Econômica produz efeito imediato na legislação nacional. No entanto, a MP deverá passar pela aprovação do Congresso Nacional, onde poderá sofrer alterações. Se não for aprovada, a Medida Provisória perde a validade em 120 dias.