Edição do dia 16/07/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Prefeitura decreta ponto facultativo dia 26
GERAL
Isnar Amaral estará no Espaço de Vie
GERAL
De olho no futuro do comércio
ECONOMIA
Comerciantes veem futuro positivo
ECONOMIA - Reformas propostas pelo governo Bolsonaro lançam esperança na economia local
Liquidações prometem aquecer as vendas
ECONOMIA
Restaurante da Gruta dos Índios: Novas instalações inauguram nesta quinta-feira
GERAL - Com espaço ampliado, estabelecimento vai preservar a cultura alemã oferecendo alimentos, bebidas típicas e artigos em um só local e fora de época
Cisvale poderá facilitar a abertura de novas agroindústrias
ECONOMIA - Entraves burocráticos que têm tornado demorada a liberação de alvarás poderão acabar
Evento de moda e beleza prepara noite de gala
VARIEDADES
HSC sedia curso do Coren sobre código de ética
SAÚDE
Vamos ajudar a Duda!
VARIEDADES
Colégio Dom Alberto: há 17 anos proporcionando ensino de qualidade
EDUCAÇÃO
Gesc embarcou no último domingo para os EUA
GERAL - Participantes saíram rumo ao Jamboree Mundial que reunirá aproximadamente 45 mil pessoas
Premiados no município serão conhecidos na próxima quinta-feira
EMPRESARIAL
Assembleia vai eleger o novo presidente
GERAL - Concessão da RSC-287 estará em pauta durante a reunião
Bom companheirismo - Permanente Bandeira
OPINIÃO
Aposentadoria Especial e continuidade na função insalubre
OPINIÃO
Sobre a Reforma da Previdência
OPINIÃO
Etapa de Santa Cruz: Piloto argentino retorna à Stock Car
ESPORTES

Telmo decreta força-tarefa para prevenção e controle da dengue

SAÚDE - 17/05/2019

Crédito: Divulgação

O estado de surto de dengue, no qual Santa Cruz do Sul se encontra, devido aos casos já confirmados da doença, levou o prefeito Telmo Kirst a emitir na tarde desta quinta-feira, 16, decreto  estabelecendo medidas permanentes de prevenção e controle da doença. Também uma alteração na Lei 7.859, de 2017, que dispõe sobre o Programa de Prevenção e Combate ao Mosquito, está sendo encaminhada à Câmara de Vereadores, e vai impor penalidades mais severas a quem facilitar o surgimento de focos.

Até o momento, das 13 notificações feitas pela Vigilância Epidemiológica do município,  cinco casos de dengue foram confirmados, três foram descartados, e cinco ainda aguardam pelos resultados do Laboratório Central do Estado (Lacen). Diante dessa situação tem início agora uma verdadeira guerra contra o Aedes aegypti. 

Pelo decreto fica instituída uma força-tarefa de enfrentamento, composta por agentes de saúde, de endemias e de Defesa Civil, fiscais de trânsito, Guarda Municipal, operários, motoristas, servidores da Ucefex e demais secretarias e entidades do Município. O Exército também vai colaborar na ação. E a primeira atuação do grupo acontece neste sábado, dia 18, com uma mega-operação. Detalhes foram definidos em reuniões realizadas no decorrer desta semana, entre o secretário municipal de Saúde, Régis de Oliveira Júnior, e o comandante do 7º BIB, coronel Christian Augusto dos Santos Cravo.

 

A mega-operação será realizada nos bairros Santo Inácio e Universitário neste sábado, 18, e contará com a participação dos agentes comunitários de saúde e demais servidores da secretaria de Saúde, que iniciaram os treinamentos nesta sexta-feira. São cerca de 60 equipes que compõem a ação e mais 90 soldados e 10 oficiais do 7º BIB.

O trabalho de campo será liderado pelo coordenador da defesa Civil, Ten. José Joaquim Barbosa, que comandará a operação com início às 8 horas e término às 17 horas. O ponto de concentração será na Escola Petituba. Carros de som estarão mobilizando a comunidade para que deixe as equipes de saúde entrar nas residências.

A Secretaria de Saúde orienta a população para que retire objetos que podem se tornar criador ou que tenha foco do mosquito da dengue, como sofás, galhos e demais materiais.

Serão percorridas 63 ruas, 292 terrenos baldios e residências serão vistoriados no Santo Inácio, que conta atualmente com 5.867 pessoas residentes. Já no Universitário há 4.100 residentes, 35 ruas serão percorridas, 106 terrenos serão vistorias e 3.411 residências serão visitadas pelas equipes. 

Já com relação à alteração na lei, diferente do que acontecia antes, quando o morador recebia prazo de três dias para se regularizar em casos de focos serem encontrados na sua residência, agora esse tempo não existe mais. Uma vez achado um foco, o morador recebe uma advertência e, em uma visita posterior, caso a situação se repita, ele será multado.

Conforme explica o secretário Régis, as ações do programa de combate ao mosquito transmissor da dengue terão a partir de agora caráter permanente.  “Essa não é uma ação pontual, que começa hoje e termina, por exemplo, com a chegada do inverno. Temos que ter em mente que a necessidade de cuidados se estende por todo o ano, até porque no verão os ovos eclodem e o que hoje são quatro, cinco casos, amanhã, se não tomarmos as medidas necessárias, serão 40 ou 50”, disse. 

O decreto também regulamenta as atividades de fiscalização nas residências, imóveis públicos e particulares, prédios em construção, abandonados e/ou terrenos baldios. Em um segundo momento, as equipes estão autorizadas a ingressar nos locais abandonados cujos proprietários neguem o acesso e também naqueles nos quais os  donos não sejam encontrados. A entrada na residência, no entanto, será em último caso, somente após notificações anteriores.