Edição do dia 12/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Brigada Militar prende homem por violência doméstica
POLÍCIA
Realeza da Vila lança samba-enredo nesta quinta-feira
GERAL - Na ocasião serão comemorados os 30 anos da escola de samba
Mudanças são anunciadas nas secretarias
GERAL
Dia de visitações, experiências e expectativas no Viva Unisc 2019
GERAL
Solenidade marca aniversário do General Gomes Carneiro
GERAL - Na ocasião também foi comemorada a chegada do III Batalhão ao município
Pequenas atitudes
OPINIÃO
Verrugas Estelares
OPINIÃO
Em defesa da vida
OPINIÃO
CDL aponta 800 vagas temporárias
ECONOMIA - Expectativa é de boas oportunidades de emprego para o período
ACI: Eleição ocorre hoje
GERAL
Vigilância Colaborativa: Lançamento do Programa acontece hoje
GERAL
GREVE: Polícia Civil paralisa nesta quarta-feira
POLÍCIA
Campeonato Municipal inicia no próximo dia 22
ESPORTES
AMO/Unimed VTRP: Atletas brilham pelo estado
ESPORTES
Dois times largam com vitória na estreia da Copa Lisaruth
ESPORTES
Estadual sub 19: Santa Cruz vence fora e fica perto da final
ESPORTES
Regional: São José larga na frente nas semifinais
ESPORTES
Universidade aguarda mais de cinco mil estudantes
GERAL

Figuras femininas, traços fortes e marcantes

Santa-cruzense por adoção, Márcia Marostega expõe sua arte em galerias no Brasil e no exterior

VARIEDADES - 28/05/2019

'Arte para mim não é um hobby, é minha profissão', disse Márcia'Arte para mim não é um hobby, é minha profissão', disse Márcia Crédito: Rolf Steinhaus

Sara Rohde
[email protected]

Figuras femininas enriquecem o atelier da artista Márcia Marostega. São pinturas com traços fortes, expressões marcantes, sentimentos colocados nas telas criadas por ela. E a criatividade para a pintura vem desde a infância, incentivada pela mãe, e pelo tio-avô que morava em Porto Alegre, mas, quando visitava a sobrinha, sempre elogiava suas pinturas.
Márcia nasceu em Santa Rosa – RS e escolheu Santa Cruz do Sul para viver junto com seu marido há 25 anos. Desde criança já frequentava aulas de pintura com a professora Vera Rigo, foram anos de aprendizado, sem nunca imaginar tornar-se profissional na área. Então Márcia cursou Bacharelado em Desenho e Plástica na UFSM, seguindo alguns anos depois com a pós-graduação em Design de Superfície.
Logo que chegou em Santa Cruz do Sul, ministrou curso de pintura e desenho na Galeria Visage de Ludmila Krepelka e mais tarde ministrou oficina de desenho na Secretaria Municipal de Educação e Cultura da época. Durante 13 anos a artista ainda trabalhou no Programa Uniarte da Unisc, orientando aulas no atelier livre de desenho e pintura.
Desde 2011 orienta suas alunas em seu atelier com aulas semanais de desenho e pintura. “A arte faz uma grande diferença na vida das pessoas, ela transforma. Sinto-me muito feliz em trabalhar nesta área, que para mim não é um hobby, é minha profissão”, disse. 

Em seu atelier a artista se inspira e coloca seus sentimentos em telasEm seu atelier a artista se inspira e coloca seus sentimentos em telas Crédito: Rolf Steinhaus

“Quando pinto, coloco meu sentimento em meu trabalho, penso que estou fazendo uma prece através dele, é um misto de gratidão, ternura... tento transmitir isso... uma forma de catarse também. E cada pintura é um aprendizado, uma experimentação, que, às vezes, surpreende e faz com que sigamos em frente. Pode ser a mesma temática, mas, a figura e a técnica vão se modificando com o constante fazer e nós também vamos nos modificando com o tempo. Às vezes eu faço um esboço, um projeto ou simplesmente encaro o suporte totalmente branco e sigo em frente, o que é sempre um desafio, e vem uma leve ideia, mas vai se desenvolvendo na medida em que vou fazendo. Até a expressão da figura, tu não consegues repetir”.
E entre as figuras, os rostos femininos se destacam há mais de 20 anos. A artista já pintou paisagens, flores, pássaros, bambus, abstratos, mas a figura feminina a move no momento. Segundo Márcia, a escolha ainda não se esgotou e muitas novidades virão nesta temática que a instiga. “Acredito que o artista deixa fluir, é uma entrega. O domínio da técnica vem com o constante fazer, desenhar, compor, experimentar. Aprendemos a vida inteira”. 

Até o dia 8 de junho participa da Exposição Natureza Morta, na Galeria Arte Quadros, em Caxias do Sul. Com a obra acima com a técnica Acrílica sobre tela/ 80 cm x 80 cm/2019Até o dia 8 de junho participa da Exposição Natureza Morta, na Galeria Arte Quadros, em Caxias do Sul. Com a obra acima com a técnica Acrílica sobre tela/ 80 cm x 80 cm/2019 Crédito: Divulgação

As obras da Márcia podem ser encontradas e adquiridas em exposições em galerias de Porto Alegre, Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Bagé, Gramado, Curitiba, Camboriú. Em Santa Cruz do Sul na Garbos (Rua Senador Pinheiro Machado, 1174), Decorar (Rua Cel. Oscar Rafael Jost, 1039), Artificium, loja junto à Casa das Artes Regina Simonis, e na nova loja da Jaque Pizzato Arte & Decor. 
Inclusive a artista participou nos últimos dias de uma exposição coletiva “Cien Anõs de Color” com o grupo MAI/Colômbia, realizada em Culiacán no México, na Galeria Frida Kahlo, em homenagem ao grande escritor Gabriel García Márquez. Márcia também participa até o dia 8 de junho da exposição coletiva Natureza Morta, na Galeria Arte Quadros, em Caxias do Sul. 
As aulas ministradas pela Márcia são realizadas nas segundas à noite, terças pela manhã e tarde, quartas manhã e tarde. Para conhecer o espaço e participar das aulas é necessário entrar em contato com a artista para verificar disponibilidade de turmas. Contato: (51) 9 9918 3931. Endereço das aulas: Rua Carlos Maurício Werlang, 106.