Edição do dia 24/01/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Brigada Militar prende suspeito com animal abatido
POLÍCIA
Saboreares: opção de qualidade o ano inteiro
EMPRESARIAL
Mecânica do Fernando: há nove anos prestando serviços de qualidade
EMPRESARIAL
Sabores deliciosos é na CremoLatto Sorvetes
EMPRESARIAL
O que você precisa saber sobre vagas para idosos e deficientes
GERAL
Cepru Unisc: Inscrições para Instrutor de Trânsito estão abertas
GERAL
Vegetação na Av. do Imigrante obstrui visão de motoristas
GERAL - Apesar de todo embelezamento, cidadãos reclamam que plantas prejudicam o trânsito
Mais seis escolas da rede municipal estão sendo revitalizadas
EDUCAÇÃO - Pintura interna e externa, aquisição de mobiliário, reforma nas quadras esportivas, instalação de playground, entre outros serviços estão sendo realizados
Vestibular solidário da Uninter ajuda escolas carentes
GERAL
Exposição fotográfica do Capsia está sendo realizada no Shopping Santa Cruz
VARIEDADES
O que o Novo Cemai terá de diferente?
SAÚDE
Campanha visa arrecadar material escolar
GERAL - Criada por um grupo de torcedores do Inter, ação se estende até o dia 15 de fevereiro
Brinqmania realiza festa beneficente para Juju
GERAL
Segunda edição do Bailinho da Borges está confirmada
VARIEDADES - O evento será realizado dia 15 de fevereiro, na Rua Borges do Medeiros
Literatura Brasileira dos Catarinenses
OPINIÃO
MP denuncia mais um vereador por 'rachadinha'
POLÍTICA - Alceu Crestani (PSDB) também teria mantido um funcionário fantasma em Monte Alverne
Aproveite seu verão no Park Nativo
GERAL
Novo valor da passagem gera controvérsia
ECONOMIA - Promotor de Defesa Comunitária vê espaço para cálculo com tarifa menor

Estoque de vacinas está próximo de acabar

Com cerca de 300 doses, a aplicação da vacina está sendo feita apenas no Cemai

SAÚDE - 14/06/2019

O Cemai que fica na Rua Ernesto Alves, 128, é o único local que ainda dispõe das dosesO Cemai que fica na Rua Ernesto Alves, 128, é o único local que ainda dispõe das doses Crédito: Rolf Steinhaus

Rosibel Fagundes
[email protected]

Ainda dá tempo de se imunizar contra a gripe. A previsão é de que as 300 doses disponíveis no Centro Materno Infantil (Cemai) durem até sábado. A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza em Santa Cruz do Sul teve início no dia 10 de abril para grupos prioritários e liberada para o público em geral no último dia 3 de junho, não atingiu a meta estipulada pelo Ministério da Saúde de 90% de imunizações dos grupos de risco. 
De acordo com a coordenadora do Programa Municipal de Imunizações, enfermeira Lizete Plotzki de Pires, até a tarde desta quinta-feira, 13, Santa Cruz havia registrado apenas 81,88% do público alvo imunizado, o que representa 38,1 mil pessoas vacinadas. Segundo a coordenadora não haverá reposição de novas doses.  “Apenas as doses referentes a 2ª aplicação da vacina para crianças estão garantidas. Elas precisam retornar aos postos de referência após um período de 30 dias de aplicação da 1ª dose.  A expectativa é de que 1,3 mil crianças retornem às unidades de saúde”. 
Nos últimos dias, um novo caso de gripe A foi confirmado em Santa Cruz do Sul. Trata-se de um idoso que não estava vacinado. Ele já teve alta médica. O Laboratório Central do Estado (Lacen) não conseguiu identificar o subtipo do vírus contraído por ele. Além do idoso, um homem de 38 anos e duas crianças uma de 1 ano e 3 meses e outra de 3 anos também contraíram a doença. A coordenadora reforça a importância de se proteger e afirma, “um dos mitos mais comuns é o de que a vacina contra a gripe transmite a doença, essa informação é falsa. A vacina contra gripe é totalmente segura e, é feita de vírus inativado e fracionado que não tem capacidade de gerar doenças nas pessoas. Estas pessoas que contraíram a doença não estavam vacinadas o que mostra o quanto a vacina é eficiente”, advertiu a coordenadora.  Ainda conforme ela é preciso ter atenção e conhecimento para identificar a doença, principalmente em idosos, gestantes e crianças. “Os sintomas do H1N1 são similares aos sintomas de uma gripe comum. Eles incluem febre, tosse, garganta inflamada, dores no corpo, dor de cabeça, calafrios e fadiga. Todas as pessoas que apresentam os sintomas da gripe e procuram atendimento na rede de saúde pública estão recebendo uma atenção especial. Ao classificarmos estes sintomas, que chamamos de síndrome gripal, a pessoa logo é encaminhada para tratamento com Tamiflu ou outro antiviral que irá reduzir a proliferação dos vírus da gripe e influenza. Em casos de pacientes que estão com a doença, o vírus evolui rapidamente e passa para um quadro de síndrome respiratória aguda grave, onde a pessoa passa a ter dor no peito, falta de ar e logo é internada. Em algumas situações a pessoa precisa ainda ser ntubada”, afirmou Lizete Plotzki de Pires.   
Segundo dados da 13ª Coordenadoria Regional de Saúde, a vacinação na região também não atingiu a meta e a cobertura vacinal ficou em 80,35%. Somente os municípios de Gramado Xavier e Mato Leitão vacinaram 90% do público-alvo. Entre os grupos prioritários da região que apresentaram uma melhor cobertura vacinal estão o de professores com 104%, idosos com 89,91% e puérperas com 89,64%. Os que tiveram menor procura foram os grupos de doentes crônicos 70%, gestantes e profissionais da saúde 74% e crianças 75%. Até o momento, foram imunizadas 110.221 mil pessoas que correspondem aos grupos prioritários e público geral.  De acordo com uma das coordenadoras do setor de imunização da 13ª CRS, Jaqueline Thier Muller a informação do Ministério da Saúde é de que não serão disponibilizadas mais doses para a vacinação. A região já contabiliza neste ano cinco casos de gripe A confirmados, quatro deles em Santa Cruz e um em Venâncio Aires. Em todas as situações os pacientes receberam o tratamento e após foram liberados.