Edição do dia 13/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Solidariedade declara apoio a Telmo
POLÍTICA
Saiba como ter desconto especial no IPTU do ano que vem
GERAL
A Hipnose pode auxiliar no autodesenvolvimento de forma eficaz
EMPRESARIAL - Especialista desmistificou tema e apontou benefícios da técnica no Café Empresarial
Reforma Tributária é tema da apresentação de Rigotto em Santa Cruz
GERAL
Dada a largada para a Semana Farroupilha
GERAL - Abertura aconteceu no Parque de Eventos na manhã desta sexta-feira
Fórum atrai dois secretários de Estado a Santa Cruz do Sul
GERAL - Representantes de todas as 28 regiões estiveram na Unisc nessa quinta-feira
Lino e Laila serão tema do Novo Cemai
GERAL
Aulas de autoescola com ou sem simulador de direção?
GERAL
Sessão especial para o ensino médio
VARIEDADES
Estudante de Santa Cruz conquista certificado de excelência internacional
EDUCAÇÃO
RGE instala aquecedores solares nas residências de 150 famílias
GERAL
Embarques devem superar os US$ 2 bilhões
GERAL
Depressão deve ser tratada no início, afirma especialista
ESPECIAIS - Mulheres sofrem de depressão duas vezes mais do que os homens
Tributo a Herb Alpert é hoje
VARIEDADES - Teatro do Mauá recebe apresentação às 20h
Sociedade Ginástica: Jantar Baile marca comemoração dos 126 anos
EMPRESARIAL
Farmácia Municipal reabre na segunda no novo prédio
SAÚDE
Grupo Tholl traz Casinha de Chocolate
VARIEDADES
18,2 mil exemplares foram vendidos
VARIEDADES - Além do sucesso em vendas, o público também compareceu e lotou a Praça Getúlio Vargas

Santa Cruz do Sul está em estado de alerta

Com 62 notificações da doença, município realiza ações intensas de combate ao mosquito, mas, a colaboração da população é fundamental

SAÚDE - 14/06/2019

Para combater a dengue a colaboração da comunidade é fundamentalPara combater a dengue a colaboração da comunidade é fundamental Crédito: Divulgação/Cevs

Sara Rohde 
sara@riovalejornal.com.br

Santa Cruz do Sul está em alerta com o surto da dengue, uma situação preocupante, pois já são 62 notificações da doença, entre elas, 14 casos confirmados. Devido o aumento significativo das notificações, a Secretaria de Saúde está tomando medidas severas para impedir a proliferação do mosquito Aedes aegypti. O poder público aumentou as ações de precauções, mas, a comunidade precisa fazer sua parte. A dengue é uma doença séria que leva à morte. A principal prevenção é manter o domicílio limpo e eliminar possíveis criadouros, locais que acumulam água parada. É também ideal que o cidadão use repelente e inseticida, mosquiteiro e roupas que cubram a pele. A Prefeitura de Santa Cruz fará mais uma etapa da Operação Força-Tarefa neste sábado, 15, no bairro Avenida e novamente no Universitário. A concentração está confirmada para as 8 horas, na EMEF Luiz Schroeder e terá o envolvimento de mais de 300 pessoas, mais o apoio do 7º BIB. O município estará aplicando o larvicida e eliminando possíveis criadouros. A expectativa é conscientizar o maior número de pessoas. Com o último caso notificado no Bairro Castelo Branco, a EMEI Vila Nova entrou no raio de risco, por isso, foram distribuídas autorizações e disponibilizados repelentes às crianças do educandário. Também foi incluída na tarde da quarta-feira a Escola Harmonia do Santa Vitória, onde uma reunião foi realizada com o objetivo de orientar os pais e famílias sobre a situação e os procedimentos a serem tomados. Todas as escolas municipais e estaduais que estão na área de risco estão recebendo treinamento e orientações, e ações de conscientização com pais, alunos e professores estão sendo desenvolvidas. A EMEF Frederico Assmann, do Belvedere, esteve envolvida no mutirão de limpeza do bairro. Empresas com mais de 100 funcionários podem solicitar ao município o treinamento contra a dengue. Organizações devem entrar em contato com a Sesa pelo telefone (51) 2109-9500 e falar com Marlise. A Dupont recebeu equipes de saúde na última quinta-feira. Conforme o secretário de Saúde, Régis de Oliveira Júnior, também foram realizadas reuniões em hospitais do município com o objetivo de alinhar o fluxo e tornar as notificações em tempo real. E sempre que um paciente estiver com sintomas, deve procurar urgentemente as casas de saúde, pois a Prefeitura fará imediatamente o bloqueio da área onde o paciente contraiu os sintomas, para que seja realizada uma série de ações por parte da secretaria. “Qualquer sintoma relacionado à doença, o paciente deve imediatamente procurar uma Unidade Básica de Saúde, o Pronto Atendimento, Upa, Hospitalzinho e PA, para que relate os sintomas a um profissional médico e partir dali inicie o tratamento”, explicou Régis.

Sintomas:

Os sintomas da dengue, leptospirose e gripe são muito parecidos por isso a orientação da Secretaria de Saúde é de não se automedicar, o que pode ocasionar em agravamento no quadro clínico do paciente. A dengue é viral e é transmitida através do mosquito Aedes aegypti. A infecção pode ser assintomática, leve ou grave com risco de morte. Entre as manifestações primárias da doença estão a febre alta de 39° a 40°, que dura em torno de dois a sete dias, dor de cabeça intensa, dor no corpo, nas articulações, dor atrás dos olhos, fraqueza, vermelhidão no corpo, coceira na pele. Também nota-se perda de peso, náuseas e vômitos. Há diferença na fase inicial da dengue à fase grave. No início é difícil diferenciá-la, mas, na fase grave, dores abdominais são intensas e contínuas, vômitos são frequentes e ainda há possibilidade de sangramento nasal.

Saiba os principais cuidados para prevenir a doença:

* As garrafas devem ser embaladas e descartadas corretamente na lixeira, em local coberto ou de boca para baixo. 
* Não deixe água acumular nas lajes. Mantenha-as sempre secas. 
* Tampe os ralos com telas ou mantenha-os vedados, principalmente os que estão fora de uso. 
* Deixe a tampa sempre fechada ou vede com plástico. 
* Mantenha a piscina sempre limpa. Use cloro para tratar a água e o filtro periodicamente. 
* Atrás da geladeira existe um coletor de água. Lave-o uma vez por semana, assim como as bandejas do ar-condicionado. 
* Limpe e nivele as calhas. Mantenha-as sempre sem folhas e materiais que possam impedir a passagem da água. 
* Vede com cimento ou quebre todos os cacos de vidro sobre o muro que possam acumular água. 
* Guarde os baldes e vasos de plantas em local coberto, com a boca para baixo. 
* Evite ter bromélias e outras plantas que acumulam água, ou retire semanalmente a água das folhas. 
* Lave o suporte de água mineral sempre quando fizer a troca. Mantenha vedado quando não estiver em uso. 
* Conserte e nivele toda imperfeição em pisos e locais com reboco que possam acumular água. 
* Mantenha as caixas d’água fechadas e vedadas. Tampe com tela aquelas que não têm tampa própria. O mesmo deve ocorrer com tonéis e depósitos de água.
* Em objetos que acumulem água é recomendado colocar em saco plástico, fechar bem e jogar corretamente no lixo. 
* Os potes com água para animais devem ser muito bem lavados com água corrente e sabão no mínimo duas vezes por semana. 
* Mantenha os vasos e pratinhos de plantas limpos e com areia até a borda. 
* Entulhos e lixos devem ser descartados corretamente. Guarde os pneus em local coberto ou faça furos para não acumular água. 
* Mantenha a lixeira tampada e protegida da chuva. Feche bem o saco plástico.

 

Casos em Santa Cruz do Sul 2019:

Notificados Aguardando resultado Descartados Confirmados Autóctones Confirmados Importados Óbitos Confirmados Total
62 36 12 13 01 0 14