Edição do dia 16/07/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Prefeitura decreta ponto facultativo dia 26
GERAL
Isnar Amaral estará no Espaço de Vie
GERAL
De olho no futuro do comércio
ECONOMIA
Comerciantes veem futuro positivo
ECONOMIA - Reformas propostas pelo governo Bolsonaro lançam esperança na economia local
Liquidações prometem aquecer as vendas
ECONOMIA
Restaurante da Gruta dos Índios: Novas instalações inauguram nesta quinta-feira
GERAL - Com espaço ampliado, estabelecimento vai preservar a cultura alemã oferecendo alimentos, bebidas típicas e artigos em um só local e fora de época
Cisvale poderá facilitar a abertura de novas agroindústrias
ECONOMIA - Entraves burocráticos que têm tornado demorada a liberação de alvarás poderão acabar
Evento de moda e beleza prepara noite de gala
VARIEDADES
HSC sedia curso do Coren sobre código de ética
SAÚDE
Vamos ajudar a Duda!
VARIEDADES
Colégio Dom Alberto: há 17 anos proporcionando ensino de qualidade
EDUCAÇÃO
Gesc embarcou no último domingo para os EUA
GERAL - Participantes saíram rumo ao Jamboree Mundial que reunirá aproximadamente 45 mil pessoas
Premiados no município serão conhecidos na próxima quinta-feira
EMPRESARIAL
Assembleia vai eleger o novo presidente
GERAL - Concessão da RSC-287 estará em pauta durante a reunião
Bom companheirismo - Permanente Bandeira
OPINIÃO
Aposentadoria Especial e continuidade na função insalubre
OPINIÃO
Sobre a Reforma da Previdência
OPINIÃO
Etapa de Santa Cruz: Piloto argentino retorna à Stock Car
ESPORTES

Santa Cruz registra 100 notificações de dengue

SAÚDE - 25/06/2019

O último boletim divulgado nesta segunda-feira, 24, pela Vigilância Sanitária de Santa Cruz do Sul alerta para o surgimento de novos casos de dengue no município. Até o momento foram feitas 98 notificações da doença, sendo 19 casos confirmados, 15 descartados e o restante dos exames aguarda ainda o resultado do Laboratório Central do Estado (Lacen). De acordo com a coordenadora Lizete Plotzki de Pires, a maioria dos casos está concentrada nos bairros Santo Inácio, Universitário e Centro. Foi justamente nestes bairros que foram encontrados os primeiros focos do mosquito. Ela acrescenta que a mobilização para pôr fim ao mosquito transmissor da doença deve ser feita por parte do poder público e da comunidade. “O poder público tem o poder de combater 10%, seja com campanhas e mutirões ou através de outras ações. Os outros 90% são de responsabilidade da população, que tem o dever de cuidar de seu quintal, verificar se não há potes de água ou outros recipientes onde o mosquito possa proliferar”, afirmou Lizete.
Ela também orienta sobre a importância de consultar um médico em caso de suspeita. “O primeiro sintoma da dengue é a febre alta que pode variar de 39° a 40°C, e geralmente dura de 2 a 7 dias, ela vem acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos e manchas vermelhas. A pessoa infectada também pode ter náuseas e vômitos”. Após ser avaliado o paciente receberá um tratamento para a doença que ainda é considerada como uma suspeita. Uma coleta de material será encaminhada para o Lacen, o resultado poderá demorar de 15 a 20 dias.