Edição do dia 13/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Solidariedade declara apoio a Telmo
POLÍTICA
Saiba como ter desconto especial no IPTU do ano que vem
GERAL
A Hipnose pode auxiliar no autodesenvolvimento de forma eficaz
EMPRESARIAL - Especialista desmistificou tema e apontou benefícios da técnica no Café Empresarial
Reforma Tributária é tema da apresentação de Rigotto em Santa Cruz
GERAL
Dada a largada para a Semana Farroupilha
GERAL - Abertura aconteceu no Parque de Eventos na manhã desta sexta-feira
Fórum atrai dois secretários de Estado a Santa Cruz do Sul
GERAL - Representantes de todas as 28 regiões estiveram na Unisc nessa quinta-feira
Lino e Laila serão tema do Novo Cemai
GERAL
Aulas de autoescola com ou sem simulador de direção?
GERAL
Sessão especial para o ensino médio
VARIEDADES
Estudante de Santa Cruz conquista certificado de excelência internacional
EDUCAÇÃO
RGE instala aquecedores solares nas residências de 150 famílias
GERAL
Embarques devem superar os US$ 2 bilhões
GERAL
Depressão deve ser tratada no início, afirma especialista
ESPECIAIS - Mulheres sofrem de depressão duas vezes mais do que os homens
Tributo a Herb Alpert é hoje
VARIEDADES - Teatro do Mauá recebe apresentação às 20h
Sociedade Ginástica: Jantar Baile marca comemoração dos 126 anos
EMPRESARIAL
Farmácia Municipal reabre na segunda no novo prédio
SAÚDE
Grupo Tholl traz Casinha de Chocolate
VARIEDADES
18,2 mil exemplares foram vendidos
VARIEDADES - Além do sucesso em vendas, o público também compareceu e lotou a Praça Getúlio Vargas

Empresários estão otimistas com relação à queda da inadimplência em 2019

Em Santa Cruz do Sul, o índice tem se mantido nos primeiros meses do ano e segue mais baixo em comparação ao restante do Brasil

ECONOMIA - 25/06/2019

O otimismo dos empresários brasileiros em relação à queda da inadimplência nos negócios neste ano aumentou na comparação ao mesmo período do ano passado. De acordo com os números da pesquisa Perspectiva Empresarial, feita pela Boa Vista durante o primeiro trimestre de 2019, dos cerca de 1000 entrevistados, 42% afirmaram esperar uma diminuição na inadimplência, contra 30% no primeiro trimestre de 2018. Confirmando o aumento do otimismo, o número de empresários que esperam uma piora da inadimplência caiu de 20% para 14%. Já para 30% dos entrevistados, a inadimplência permanecerá a mesma nesse ano.

De acordo com dados nacionais da Boa Vista, a inadimplência do consumidor subiu 4,8% em maio na comparação com abril, já descontados os efeitos sazonais. Em relação a maio do ano passado, contudo, o indicador recuou 0,6%. Com isso, ele acumula queda de 5,9% no ano e 2,5% no acumulado 12 meses (junho de 2018 até maio 2019 frente aos 12 meses anteriores). Regionalmente, na análise acumulada em 12 meses, todas as regiões ainda registram queda: Centro-Oeste (-4,0%), Norte (-3,1%), Nordeste (-2,8%), Sul (-5,4%) e Sudeste (-1,4%). O indicador de registro de inadimplência é elaborado a partir da quantidade de novos registros negativos informados pelas empresas em virtude do não pagamento de compromissos financeiros firmados.

No Rio Grande do Sul, a inadimplência no comércio no mês de maio chegou a 30,6%. Já em Santa Cruz do Sul, o número é tradicionalmente menor em ralação ao país e ao estado, e está em 26,5%. Nos primeiros cinco meses de 2019, o índice de registros caiu 21,03% e as cartas de notificação de débito tiveram uma queda de 13,33%. “Os consumidores estão mais conscientes, não comprando mais por impulso”, explica o presidente do Sindilojas Vale do Rio Pardo, Mauro Spode. O Sindilojas é o responsável pelo Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) em Santa Cruz do Sul. As consultas ao SCPC local também caíram em todos os primeiros meses do ano e, em maio, a queda foi de 4 pontos percentuais. “Essa diminuição também pode significar que tivemos mais compras à vista nesses meses”, comenta Spode. 

RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO
Já o indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base de dados da Boa Vista – registrou alta de 4,7% em maio contra abril, já descontados os efeitos sazonais. Na comparação com o mesmo mês de 2018, porém, houve diminuição de 9,9%, de forma que, no ano, o indicador acumula queda de 7,1%. Em termos regionais, o acumulado do ano apresenta alta apenas na região Norte (1,5%). Em sentido oposto, na região Sul foi registrada a maior redução (-14,7%), seguida do Sudeste (-7,0%), Centro-Oeste (-5,6%) e Nordeste (-3,3%). Na comparação mensal, houve alta em todas as regiões.

Se, por um lado, o indicador de inadimplência vem apresentando queda em 12 meses, sugerindo que boa parte dos consumidores estão conseguindo manter em dia o pagamento de novas dívidas, por outro lado, o indicador de recuperação também segue em queda nessa base de comparação (1,2% em maio), sinalizando dificuldade dos endividados de reequilibrarem a sua situação financeira.

Na comparação mensal, tanto o indicador de inadimplência quanto o de recuperação apresentaram crescimento em maio, o que pode ser reflexo do aumento das concessões de crédito observado nos últimos meses. Os juros em patamares relativamente baixos tendem a alavancar o endividamento das famílias, por um lado, mas também a renegociação de dívidas, por outro, favorecendo, assim, a exclusão dos registros de inadimplentes.

Os elevados níveis de desocupação e subutilização da mão de obra, somados ao fraco crescimento da renda, contudo, ainda sinalizam tendência de queda da recuperação de crédito. Apesar da alta de maio, que, em si, é uma notícia positiva, ainda é cedo para falar em mudança desta tendência, uma vez que não há qualquer indício de alteração consistente na situação do mercado de trabalho