Edição do dia 19/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Nota da Prefeitura esclarece atendimentos na saúde feitos por sindicatos
SAÚDE - Ajustes que foram estabelecidos em comum acordo são apresentados
Projeto Carinhoso: atração cultural beneficiará a terceira idade
GERAL - Artistas locais levarão arte para casas geriátricas a partir do mês que vem
Samu: Regulação compartilhada deve entrar em operação até o fim do ano
SAÚDE
Campanhas estimulam a Solidariedade
GERAL
Escritora santa-cruzense lança o livro Melodia Perversa
VARIEDADES
Lifasc: Soberania dos visitantes domina
ESPORTES
Municipal Feminino: Muitos gols marcam a rodada
ESPORTES
Santa Cruz luta, mas perde nos pênaltis para o Soledade
ESPORTES
Regional 2019:Trombudo sai na frente nas semifinais
ESPORTES - Nos Aspirantes deu o Formosa contra o Unidos
Amigos do Cinema exibe Tarkovski
VARIEDADES
Associação Pró-Cultura: Vernissage abre última mostra
VARIEDADES
NOVEMBRO ROXO: Exposição dá início às atividades
SAÚDE - Hospital Santa Cruz preparou também palestra e oficina sobre o mês da Prematuridade
Cisvale debate temas expressivos para a região
GERAL
Portal Lunetas e Mercur promovem bate-papo sobre Infâncias
GERAL
Confraria Nativista: Nova diretoria será empossada
GERAL
Comissão Especial da OAB promove eventos para abordar a Reforma da Previdência
GERAL
Vacinação contra o Sarampo: Nova fase começou nesta segunda
SAÚDE
Santa Cruz tem oito escolas paralisadas
EDUCAÇÃO - Em outros sete educandários o atendimento é parcial e em quatro as atividades seguem normalmente

Empresários estão otimistas com relação à queda da inadimplência em 2019

Em Santa Cruz do Sul, o índice tem se mantido nos primeiros meses do ano e segue mais baixo em comparação ao restante do Brasil

ECONOMIA - 25/06/2019

O otimismo dos empresários brasileiros em relação à queda da inadimplência nos negócios neste ano aumentou na comparação ao mesmo período do ano passado. De acordo com os números da pesquisa Perspectiva Empresarial, feita pela Boa Vista durante o primeiro trimestre de 2019, dos cerca de 1000 entrevistados, 42% afirmaram esperar uma diminuição na inadimplência, contra 30% no primeiro trimestre de 2018. Confirmando o aumento do otimismo, o número de empresários que esperam uma piora da inadimplência caiu de 20% para 14%. Já para 30% dos entrevistados, a inadimplência permanecerá a mesma nesse ano.

De acordo com dados nacionais da Boa Vista, a inadimplência do consumidor subiu 4,8% em maio na comparação com abril, já descontados os efeitos sazonais. Em relação a maio do ano passado, contudo, o indicador recuou 0,6%. Com isso, ele acumula queda de 5,9% no ano e 2,5% no acumulado 12 meses (junho de 2018 até maio 2019 frente aos 12 meses anteriores). Regionalmente, na análise acumulada em 12 meses, todas as regiões ainda registram queda: Centro-Oeste (-4,0%), Norte (-3,1%), Nordeste (-2,8%), Sul (-5,4%) e Sudeste (-1,4%). O indicador de registro de inadimplência é elaborado a partir da quantidade de novos registros negativos informados pelas empresas em virtude do não pagamento de compromissos financeiros firmados.

No Rio Grande do Sul, a inadimplência no comércio no mês de maio chegou a 30,6%. Já em Santa Cruz do Sul, o número é tradicionalmente menor em ralação ao país e ao estado, e está em 26,5%. Nos primeiros cinco meses de 2019, o índice de registros caiu 21,03% e as cartas de notificação de débito tiveram uma queda de 13,33%. “Os consumidores estão mais conscientes, não comprando mais por impulso”, explica o presidente do Sindilojas Vale do Rio Pardo, Mauro Spode. O Sindilojas é o responsável pelo Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) em Santa Cruz do Sul. As consultas ao SCPC local também caíram em todos os primeiros meses do ano e, em maio, a queda foi de 4 pontos percentuais. “Essa diminuição também pode significar que tivemos mais compras à vista nesses meses”, comenta Spode. 

RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO
Já o indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base de dados da Boa Vista – registrou alta de 4,7% em maio contra abril, já descontados os efeitos sazonais. Na comparação com o mesmo mês de 2018, porém, houve diminuição de 9,9%, de forma que, no ano, o indicador acumula queda de 7,1%. Em termos regionais, o acumulado do ano apresenta alta apenas na região Norte (1,5%). Em sentido oposto, na região Sul foi registrada a maior redução (-14,7%), seguida do Sudeste (-7,0%), Centro-Oeste (-5,6%) e Nordeste (-3,3%). Na comparação mensal, houve alta em todas as regiões.

Se, por um lado, o indicador de inadimplência vem apresentando queda em 12 meses, sugerindo que boa parte dos consumidores estão conseguindo manter em dia o pagamento de novas dívidas, por outro lado, o indicador de recuperação também segue em queda nessa base de comparação (1,2% em maio), sinalizando dificuldade dos endividados de reequilibrarem a sua situação financeira.

Na comparação mensal, tanto o indicador de inadimplência quanto o de recuperação apresentaram crescimento em maio, o que pode ser reflexo do aumento das concessões de crédito observado nos últimos meses. Os juros em patamares relativamente baixos tendem a alavancar o endividamento das famílias, por um lado, mas também a renegociação de dívidas, por outro, favorecendo, assim, a exclusão dos registros de inadimplentes.

Os elevados níveis de desocupação e subutilização da mão de obra, somados ao fraco crescimento da renda, contudo, ainda sinalizam tendência de queda da recuperação de crédito. Apesar da alta de maio, que, em si, é uma notícia positiva, ainda é cedo para falar em mudança desta tendência, uma vez que não há qualquer indício de alteração consistente na situação do mercado de trabalho