Edição do dia 12/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Pequenas atitudes
OPINIÃO
Verrugas Estelares
OPINIÃO
Em defesa da vida
OPINIÃO
CDL aponta 800 vagas temporárias
ECONOMIA - Expectativa é de boas oportunidades de emprego para o período
ACI: Eleição ocorre hoje
GERAL
Vigilância Colaborativa: Lançamento do Programa acontece hoje
GERAL
GREVE: Polícia Civil paralisa nesta quarta-feira
POLÍCIA
Campeonato Municipal inicia no próximo dia 22
ESPORTES
AMO/Unimed VTRP: Atletas brilham pelo estado
ESPORTES
Dois times largam com vitória na estreia da Copa Lisaruth
ESPORTES
Estadual sub 19: Santa Cruz vence fora e fica perto da final
ESPORTES
Regional: São José larga na frente nas semifinais
ESPORTES
Universidade aguarda mais de cinco mil estudantes
GERAL
Bate papo: Doações por incentivos fiscais
ECONOMIA
Comdica realiza 4ª Noite Cultural na Unisc
VARIEDADES - O evento que tem entrada franca visa enaltecer projetos sociais realizados por diversas entidades
Enart deverá reunir mais 30 mil pessoas
VARIEDADES - A programação inicia às 16 horas de sexta, 15, e se estende até o domingo no Parque da Oktoberfest
Prefeitura pretende atrair mais médicos
GERAL - Proposta será encaminhada ao legislativo para análise e votação
Prefeitura pretende pavimentar Dona Leopoldina
GERAL - Telmo assinou o edital de licitação para a travessa que é uma das entradas da cidade

Quadrilha assalta agência bancária em Monte Alverne

Durante a fuga os criminosos fizeram reféns e incendiaram um carro

POLÍCIA - 01/07/2019

Agência localizada na entrada da localidade teve sua entrada destruída pelos assaltantesAgência localizada na entrada da localidade teve sua entrada destruída pelos assaltantes Crédito: Viviane Fetzer

Rosibel Fagundes
[email protected]

Uma quadrilha fortemente armada atacou uma agência bancária do Sicredi em Monte Alverne, interior de Santa Cruz do Sul. O crime que ocorreu por volta das 13h20 desta segunda-feira 1º de julho, provocou pânico aos moradores da localidade. De acordo com a Brigada Militar pelo menos quatro homens armados com fuzis teriam chegado ao local em um automóvel Chevrolet Onix de cor vermelha. 
Após render pessoas que estavam próximas à agência, um cordão humano foi feito como explicou o subprefeito da localidade Mauri Frantz. “Eu estava aqui no prédio da subprefeitura quando percebi a movimentação. Eles chegaram a dar um tiro na nossa direção, que acabou atingindo um carro que estava estacionado na rua. Eles pegaram várias pessoas que estavam ali na frente, acredito que umas quinze e fizeram um cordão humano. Depois entraram para a agência. Era muito barulho de tiro. Os criminosos pegaram um vigilante e um funcionário do banco de refém”. Ainda conforme Frantz, duas pessoas acabaram feridas, mas sem gravidade, uma foi atingida por um estilhaço de vidro e a outra por uma coronhada. 

Peritos encontraram munições de quatro de calibres diferentes 9mm, 38, 12 e 556Peritos encontraram munições de quatro de calibres diferentes 9mm, 38, 12 e 556 Crédito: Viviane Fetzer

Durante a fuga os criminosos teriam abandonado os reféns sobre uma ponte próxima a divisa com Venâncio Aires, no local também teriam incendiado o veículo Onix. De acordo com o sargento Sortica que atuou por muitos anos na comunidade e que acompanhou a movimentação, a intenção dos criminosos era escapar em um automóvel Ford Fiesta Hatch vermelho com placas de Porto Alegre que estava próximo da ponte. “Eles iriam fugir no Fiesta, mas ao constatarem que haviam perdido as chaves do veículo o bando resolveu render um padre de Venâncio Aires, Irineu Sehnem que conduzia um automóvel gol prata e seguia para Monte Alverne. Eles pareciam ser bem profissionais neste crime”, afirmou Sortica. 
De acordo com a Brigada Militar, em Linha Antão, logo a frente o carro do padre foi abandonado. A Brigada Militar de toda a região segue as buscas a estes criminosos e a polícia não descarta que parte do bando esteja dispersa em matagais. Outra informação é de que teriam escapado em um automóvel Volkswagen Virtus azul escuro. Qualquer informação pode ser repassada à Brigada Militar pelo 190, 98501-6585, 98501-6558, 98501-6568, 3741-9090 e 3717-1100.  

Os criminosos sabem que estamos sem este reforço na segurança e se aproveitamOs criminosos sabem que estamos sem este reforço na segurança e se aproveitam Crédito: Viviane Fetzer

De acordo com o major Nascimento um cerco com mais de 70 policiais da região trabalha nas buscas que só devem cessar quando os criminosos forem localizados. Um helicóptero da Brigada Militar de Porto Alegre já está em Santa Cruz e deverá reforçar o trabalho. A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO), esteve no local. Assim como uma equipe do Instituto Geral de Perícias de Santa Cruz do Sul. Conforme um dos peritos, foram encontradas 12 munições de quatro armas diferentes sendo fuzil, espingarda calibre 12, revolver e pistola. Informações sobre o dinheiro levado não foram repassadas nem pela polícia nem por funcionários da agência que estavam bastante abalados. A agência estará fechada nos próximos dias.  

Segurança frágil 

O subprefeito Mauri Frantz lamentou a situação e afirmou que desde que o sargento Sortica se aposentou há cerca de um ano, não há policiamento fixo na comunidade. “A segurança está mais frágil. Nós temos uma viatura que circula por algumas horas e no momento do incidente ela estava em outra região. Os criminosos sabem que estamos sem este reforço na segurança e se aproveitam. Temos um comércio forte aqui, e além da agência do Sicredi temos também uma do Banrisul. Estamos preocupados porque nos últimos meses tivemos aumento de crimes aqui. Tivemos roubos de caminhões e de gado aqui na localidade e agora este assalto”, finalizou Frantz.  Segundo o comandante do CRPO/VRP, coronel Valmir José dos Reis, a segurança dos moradores de Monte Alverne e de localidades próximas é de extrema importância e para isso a Brigada Militar deverá reforçar o policiamento naquela região. “Temos uma patrulha que vai diariamente para a localidade, vamos intensificar as patrulhas e os pontos de barreiras e com isso aperfeiçoar o trabalho que já vínhamos realizando”, afirmou Reis.
(Até o fechamento da edição as informações obtidas davam conta de que nenhum dos assaltantes havia sido capturado) 

Na fuga, após perderem a chave do Ford Fiesta acabaram rendendo um padre para usar o veículo Na fuga, após perderem a chave do Ford Fiesta acabaram rendendo um padre para usar o veículo Crédito: Viviane Fetzer

INFORMAÇÕES

Qualquer informação pode ser repassada à Brigada Militar pelo: 
- 190
- 98501-6585
- 98501-6558
- 98501-6568
- 3741-9090
- 3717-1100