Edição do dia 13/12/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Santa Cruz perde Arno Frantz
GERAL - Ex-prefeito da cidade faleceu na manhã de ontem, de uma parada respiratória
Obrigado, "seu Arno"
EDITORIAL
Pagamento do IPVA com desconto começa dia 17 de dezembro
ECONOMIA
Aulas deverão ser concluídas somente em 2020
EDUCAÇÃO
Senac-RS lança edital para distribuição de vagas gratuitas
GERAL
Lei Geral de Proteção de Dados é tema de evento
GERAL
Novo Cabrais: Quadra de esportes da Linha São João é inaugurada
ESPORTES - Local foi construído pela prefeitura municipal, através de uma emenda parlamentar de Luiz Carlos Heinze
Novo Cabrais: Programação de Natal ocorre nesta sexta-feira
VARIEDADES - Evento contará com diversas atrações no Centro Desportivo Municipal
Novo Cabrais: Projeto sobre meio ambiente é desenvolvido na Teófilo
GERAL
Receita Estadual entrega dados de sonegação ao Ministério Público do RS
ECONOMIA
Saque imediato do FGTS
GERAL - Bolsonaro sanciona lei que aumenta limite
TSE aprova normas para eleição municipal de 2020
GERAL
NAAC realiza o 1º Seminário de Tradutores e intérpretes de Libras
GERAL
Christkindfest: Desfile Natalino é destaque no fim de semana
VARIEDADES
Senac inscreve para curso de Design
GERAL
Christkindfest 2019: Espetáculo Alma Única no dia 18 de dezembro
VARIEDADES
RGE investiu R$ 45,7 milhões no Vale do Rio Pardo
ECONOMIA
Escolas da região doam materiais
EDUCAÇÃO

A aniquilação de ideologias

EDITORIAL - 30/07/2019

Não é positiva a tentativa de aniquilação de uma corrente ideológica. O objetivo de que apenas uma vertente se imponha absolutamente sobre as demais, consiste em um perigo para a democracia. É essencial que exista o contraditório, para que haja discussão, crítica, e melhores soluções sejam apontadas para uma comunidade ou um país. Uma das características do nazismo e do fascismo, regimes de extrema direita, era a tentativa de aniquilação da esquerda. Vale sempre acrescentar que nazistas e fascistas foram nefastos para a humanidade.

Também foi péssimo o que realizou a ditadura comunista soviética, ao funcionar com apenas um partido, o Partido Comunista, procurando eliminar uma possível alternativa de direita. O que se percebe no governo brasileiro, hoje, é a busca da eliminação do ideário esquerdista e suas influências na sociedade. Diante desse cenário, é importante ressaltar que o pensamento esquerdista tem relevância e é extremamente útil na discussão político-social.

Pode-se concordar ou não com as ideias de Marx, Engels, Gramsci, ou das escolas de Frankfurt e Annales (todos os citados são de esquerda). Mas a contribuição ao pensamento crítico desses personagens e instituições, é inegável. Eventualmente, políticos de esquerda assumem a liderança de um governo e podem exercer um bom papel, mas, como todo e qualquer ser humano, as falhas ocorrerão paralelamente aos acertos.

Se hoje podemos criticar um governo de direita, daqui a algum tempo poderemos criticar um governo de esquerda que assuma, futuramente, a liderança do país. Todos erram e acertam. Democraticamente, é justo que se permita a sobrevivência de diferentes correntes ideológicas, especialmente a esquerda, o centro e a direita. É assim que cresceremos, sem extremismos.