Edição do dia 13/12/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Santa Cruz perde Arno Frantz
GERAL - Ex-prefeito da cidade faleceu na manhã de ontem, de uma parada respiratória
Pagamento do IPVA com desconto começa dia 17 de dezembro
ECONOMIA
Aulas deverão ser concluídas somente em 2020
EDUCAÇÃO
Senac-RS lança edital para distribuição de vagas gratuitas
GERAL
Lei Geral de Proteção de Dados é tema de evento
GERAL
Novo Cabrais: Quadra de esportes da Linha São João é inaugurada
ESPORTES - Local foi construído pela prefeitura municipal, através de uma emenda parlamentar de Luiz Carlos Heinze
Novo Cabrais: Programação de Natal ocorre nesta sexta-feira
VARIEDADES - Evento contará com diversas atrações no Centro Desportivo Municipal
Novo Cabrais: Projeto sobre meio ambiente é desenvolvido na Teófilo
GERAL
Receita Estadual entrega dados de sonegação ao Ministério Público do RS
ECONOMIA
Saque imediato do FGTS
GERAL - Bolsonaro sanciona lei que aumenta limite
TSE aprova normas para eleição municipal de 2020
GERAL
NAAC realiza o 1º Seminário de Tradutores e intérpretes de Libras
GERAL
Christkindfest: Desfile Natalino é destaque no fim de semana
VARIEDADES
Senac inscreve para curso de Design
GERAL
Christkindfest 2019: Espetáculo Alma Única no dia 18 de dezembro
VARIEDADES
RGE investiu R$ 45,7 milhões no Vale do Rio Pardo
ECONOMIA
Escolas da região doam materiais
EDUCAÇÃO
Empregador assina a carteira digital pelo eSocial
GERAL

Irmãos de Axé visitam Terreiro de Candomblé na Bahia

GERAL - 20/09/2019

Grupo de Santa Cruz vista o Yle de candomblé pai Air, um dos mais antigos do BrasilGrupo de Santa Cruz vista o Yle de candomblé pai Air, um dos mais antigos do Brasil Crédito: Arquivo Pessoal

Rosibel Fagundes
[email protected]

O Reino De Bará Adague viveu um dos momentos mais marcantes ao longo de seus dez anos de criação. Em agosto, uma caravana formada por 22 irmãos de axé, incluindo crianças do grupo religioso viajaram para Salvador, na Bahia. O passeio que durou dez dias serviu para visitar um dos mais antigos terreiros de candomblé, o Pilão de Prata como explica Mãe Carini, a Yalorixá responsável pelo reino. “Fomos muito bem recebidos no Terreiro de Candomblé. Aqui no Rio Grande do Sul cultuamos as rezas de Jêje/Ijexa, e na Bahia é o Candomblé. São os mesmos orixás, porém muda a forma de doutrinar. Fomos muito bem recebidos, e ainda por cima, acabamos convidados para retornar em janeiro durante um ritual que será realizado”.
De acordo com mãe Carini que também é Delegada da Associação Afro-Umbandista de Esteio e do Rio Grande do Sul (AFROES), o desejo de conhecer o terreiro de Candomblé surgiu no ano passado após um passeio com a família carnal na Bahia. “Eu estava com meu marido e os filhos a beira da praia e conhecemos um filho de santo do pai que é responsável pelo terreiro. Ele nos convidou para conhecer o espaço e também sua família religiosa. Planejamos tudo e em agosto fomos conhecer. Além do Terreiro Pilão de Prata, visitamos diversos outros cultos religiosos, terreiros e igrejas na Bahia. Fomos para conhecer e passar a oportunidade de nossos irmãos presenciar o candomblé. Na Bahia, os terreiros são muito fechados, no Yle do Pai Air de Oxalá que é o segundo maior da Bahia fomos muito bem recebidos. E o mais importante disso tudo, é que esta viagem seja histórica porque é raro um terreiro levar um grupo para conhecer outro terreiro, ainda mais em outro estado, para aprimorar seus conhecimentos na religião”, afirmou.
Ainda segundo ela, no próximo ano uma nova turma deverá conhecer o lugar. “Este ano levamos uma turma, no próximo ano pretendemos levar pelo menos outros vinte para conhecer. É muito importante conhecermos estes lugares. As religiões de matriz africana são unificadas, e a união é muito importante”, garantiu.
Em homenagem ao Orixá da Casa, no próximo dia 28 de setembro, sábado, será realizada uma festa a partir das 20 horas. “Estendemos o convite para as pessoas que queiram conhecer nosso espaço e participar da nossa festa. Não tem custos. É uma festa aberta ao público e a doações. Terá doces, refrigerantes e lanches. Já no dia 29, às 15 horas faremos uma festa às crianças,” concluiu Mãe Carini.
O Ylê africano Reino de Bará Adague, fica na Rua Emilio Meinhardt, 212, no bairro Arroio Grande, próximo ao campo do Flamengo. Os atendimentos são de segunda a segunda-feira, Informações pelo 99835-0269.