Edição do dia 15/10/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Calendário de Eventos 2020
GERAL
35ª Oktoberfest: Shows tradicionalistas são atração desta quarta-feira
GERAL - Festa da Alegria terá apresentações do Grupo Fandangaço, às 20h, e Os Serranos, às 22h30, no Lonão
Festa da Alegria recebe 20 mil pessoas no Dia da Maturidade Ativa
GERAL - Mais de 40 grupos e excursões de todo o Estado estiveram na 35ª Oktoberfest nesta terça-feira, 15 de outubro
Dia do Professor: educação para a erradicação do trabalho infantil
GERAL - Conheça a história de dois profissionais que estão na linha de frente do programa ARISE, iniciativa que muda a realidade de crianças e adolescentes
Praça da Cultura levará o nome de José Paulo Rauber Filho
GERAL - Inauguração do local ocorreu no sábado, 12 e contou com a presença da família do homenageado
Terça-feira será de ponto facultativo nas escolas
GERAL - Além das escolas municipais e estaduais, algumas particulares também não terão aula neste dia
Dia do Eletricista é nesta quinta-feira
GERAL - Data marca a importância do profissional habilitado
Inscrições abertas para a Escola de Educação Infantil
GERAL - Há vagas gratuitas e pagas para crianças de 4 e 5 anos
Rodrigo Solda é o novo presidente
GERAL - Além dele, outros prefeitos foram empossados para a diretoria e conselho fiscal do biênio 2020/2021
Evento discute problemas do contrabando e a pirataria
GERAL - Palestra apresentou dados sobre as ameaças do mercado ilegal para a economia
Sicredi Vale do Rio Pardo enaltece o cooperativismo durante o desfile da 35ª Oktoberfest
GERAL
Quase 17 milhões já foram emprestados pelo município
GERAL
Primeiros dias de Oktoberfest superam 54,6 mil pessoas pagantes
GERAL - Semana segue repleta de atrações
Fala, professor!
EDUCAÇÃO - Especial Dia do Professor
Histórico da data
EDUCAÇÃO - Especial Dia do Professor
O profissional que dedica a sua vida a ensinar
EDUCAÇÃO - Especial Dia do Professor
O big bang é o Operacional Divino
OPINIÃO
Permitir não é obrigar
OPINIÃO

141 anos Santa Cruz do Sul: Arno Frantz, o prefeito que ajudou a definir Santa Cruz

ESPECIAIS - 27/09/2019

Arno: 'O prefeito não faz o município grande, é o povo que faz'Arno: 'O prefeito não faz o município grande, é o povo que faz' Crédito: Grasiel Grasel

Grasiel Grasel
[email protected]

Muitos que não conhecem Arno Frantz podem se perguntar: Ora, em um especial de aniversário do município, por que entrevistar um ex-prefeito? Aos que conhecem, não é preciso muita explicação: O 16º homem a ocupar o posto de líder do poder executivo de Santa Cruz do Sul é uma figura que transcende o simples cargo ocupado em seus mandatos, pois o legado deixado por este senhor, hoje aos 97 anos, tem uma enorme representatividade sobre a identidade santa-cruzense.
Nascido em 9 de agosto de 1922, em Linha Schwerin, hoje conhecida como Linha Andrade Neves, Arno João Frantz já tinha fama desde jovem por suas traquinagens, sucesso com as meninas e dedicação aos estudos. Foi eleito prefeito de 1977 a 1982 e de 1989 a 1992, bem como deputado estadual de 1995 a 1999. Enquanto ocupava o posto de prefeito, “seu Arno”, como é carinhosamente chamado por todos que o conhecem hoje, liderou os governos responsáveis pela criação de pontos importantíssimos para Santa Cruz, como a Rodoviária, considerada em 1982 a “obra do século”, o Poliesportivo e a Avenida do Imigrante. Hoje, quem conhece a cidade sabe que estes são alguns dos pontos que servem como referência quando se tenta definir o município por sua estrutura.
O interessante, no entanto, é que Arno é tão conhecido e respeitado por sua personalidade quanto pelas obras que ajudou a planejar. São diversas as histórias que o povo santa-cruzense conta sobre as peripécias durante seus mandatos, mas todas são sempre destacando seu bom humor e carisma incomparável. Há quem diga, inclusive, que nem mesmo suas “obras faraônicas” eram comparáveis à imensa capacidade do senhor em cativar seus eleitores.

Riovale Jornal – O senhor é conhecido pelo bom humor que tinha enquanto prefeito. Na sua visão, o quão importante é para um político ser bem-humorado?
Arno Frantz –
Quando eu senti que ser assim dava frutos, comecei a fazer isso. A pessoa que caminha olhando para o lado (sem olhar no olho) o pessoal comenta: “Esse é fulano, assim ele não se elege”. Por isso é importante alegrar as pessoas.

R.V. – O senhor foi o responsável pela criação de diversos pontos importantes que hoje definem a identidade de Santa Cruz. Como foi elaborar estes projetos?
A.F. –
Nós sempre estudamos para conseguir essas coisas, pra ter competência e buscar recursos. Assim nós construímos o município. Eu acho importante falar que não fui só eu, o prefeito, que fiz tudo. O pessoal todo que estudou e perguntou se o povo tinha alguma ideia para construir as ruas. Eu não fui o fundador de nada, fui o articulador e o responsável. Arno Frantz sozinho não construiu nada.

R.V. – O senhor sempre teve muitos adversários políticos, mas nunca inimigos. Qual era o segredo para ser tão respeitado até mesmo por opositores?
A.F. –
Eu como prefeito e os secretários procurávamos pessoas que eram técnicos para trabalhar na prefeitura. As obras eram sempre curtas e bem-feitas. O Poliesportivo foi uma obra de muita rapidez e técnica, isso era algo muito interessante de Santa Cruz e todo muito respeitava.

RV – Mesmo afastado, o senhor continua acompanhando a política. Algum dia o senhor pretende deixar a política totalmente de lado?
A.F. –
Só deixo a política quando Deus quiser que eu deixe. Com meus 97 anos posso discutir, incomodar e trazer alegria, isso é o mais importante, né?

RV – No aniversário do município, qual é o presente que Santa Cruz merece ou mais precisa hoje?
A.F. –
O município está crescendo, mas muita coisa podia receber ainda mais recursos, mais atenção e mais força. Eu sempre converso com as pessoas dizendo: apertem! Vamos fazer mais porque o povo merece! O prefeito não faz o município grande, é o povo que faz.