Edição do dia 15/10/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Calendário de Eventos 2020
GERAL
35ª Oktoberfest: Shows tradicionalistas são atração desta quarta-feira
GERAL - Festa da Alegria terá apresentações do Grupo Fandangaço, às 20h, e Os Serranos, às 22h30, no Lonão
Festa da Alegria recebe 20 mil pessoas no Dia da Maturidade Ativa
GERAL - Mais de 40 grupos e excursões de todo o Estado estiveram na 35ª Oktoberfest nesta terça-feira, 15 de outubro
Dia do Professor: educação para a erradicação do trabalho infantil
GERAL - Conheça a história de dois profissionais que estão na linha de frente do programa ARISE, iniciativa que muda a realidade de crianças e adolescentes
Praça da Cultura levará o nome de José Paulo Rauber Filho
GERAL - Inauguração do local ocorreu no sábado, 12 e contou com a presença da família do homenageado
Terça-feira será de ponto facultativo nas escolas
GERAL - Além das escolas municipais e estaduais, algumas particulares também não terão aula neste dia
Dia do Eletricista é nesta quinta-feira
GERAL - Data marca a importância do profissional habilitado
Inscrições abertas para a Escola de Educação Infantil
GERAL - Há vagas gratuitas e pagas para crianças de 4 e 5 anos
Rodrigo Solda é o novo presidente
GERAL - Além dele, outros prefeitos foram empossados para a diretoria e conselho fiscal do biênio 2020/2021
Evento discute problemas do contrabando e a pirataria
GERAL - Palestra apresentou dados sobre as ameaças do mercado ilegal para a economia
Sicredi Vale do Rio Pardo enaltece o cooperativismo durante o desfile da 35ª Oktoberfest
GERAL
Quase 17 milhões já foram emprestados pelo município
GERAL
Primeiros dias de Oktoberfest superam 54,6 mil pessoas pagantes
GERAL - Semana segue repleta de atrações
Fala, professor!
EDUCAÇÃO - Especial Dia do Professor
Histórico da data
EDUCAÇÃO - Especial Dia do Professor
O profissional que dedica a sua vida a ensinar
EDUCAÇÃO - Especial Dia do Professor
O big bang é o Operacional Divino
OPINIÃO
Permitir não é obrigar
OPINIÃO

Primavera: Combate à dengue deve ser reforçado

Dias mais quentes e chuvosos geram alerta

SAÚDE - 04/10/2019

Calor e chuva favorecem a proliferação do mosquito Aedes AegyptiCalor e chuva favorecem a proliferação do mosquito Aedes Aegypti Crédito: Divulgação-Cevs

Rosibel Fagundes
[email protected]

Com a chegada da primavera, de dias com temperaturas mais elevadas e chuvas recorrentes, as ações de prevenção ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, zika vírus e chikungunya se intensificam. Uma vez, que a água acumulada associada à alta temperatura é propícia para a proliferação do mosquito, como explica a coordenadora da Vigilância Sanitária, Lizete Plotzki:
“Para eliminar os criadouros do inseto, evitando, assim o aumento de casos notificados no verão, a população deverá fazer a sua parte. A prevenção contra o mosquito deve ocorrer durante todo o ano, mas os cuidados devem ser redobrados principalmente nesta estação, na primavera. A combinação de chuva e calor são favoráveis ao Aedes aegypti, sendo que a chuva aumenta a oferta de criadouros e a temperatura acelera a velocidade do desenvolvimento. Estamos preocupados, pois a previsão é de que teremos uma sequência de dias chuvosos e de calor intenso, o que aumenta bastante a probabilidade de haver a proliferação do mosquito se reproduzir em criadouro. Estamos com ações de campo com todos os agentes de saúde e endemia. Notificações estão sendo enviadas para aquelas residências onde são encontrados possíveis criadouros do mosquito. Mas, todo o cuidado é pouco. É preciso que a população faça uma varredura uma vez por semana e verifique as plantas, garrafas, pneus e outros lugares que possam acumular água. O lixo reciclado guardado em casa também pode ser um risco em potencial, assim como as flores, em especial as bromélias que acumulam água e devem ser verificadas com frequência”, afirmou.
Outro problema citado pela coordenadora são as piscinas que nesta época do ano acabam não recebendo o tratamento adequado. “As pessoas têm que se conscientizar que mesmo no inverno as piscinas precisam estar com a água tratada. A água não precisa estar limpa, mas o tratamento precisa ser mantido para que não se corra o risco do mosquito utilizar o espaço para pôr seus ovos,” garantiu.
Em agosto, quando foi apresentado o último levantamento feito pelo órgão, o município já contabilizava 48 casos de dengue. Oito, ainda aguardam resultados de testes que foram encaminhados ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). Somente neste ano, 400 notificações foram realizadas e seis multas foram aplicadas por reincidência. Os bairros que apresentaram mais casos foram o Santo Inácio e o Arroio Grande. Apesar dos números, a coordenadora acredita que a população esteja mais consciente. “Obtivemos um resultado positivo durante a campanha, a queda de 87% de infestação do mosquito no município de acordo com o Levantamento do Índice Rápido do Aedes Aegypti (Lira), já é algo a se comemorar”, advertiu.