Edição do dia 19/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Samu: Regulação compartilhada deve entrar em operação até o fim do ano
SAÚDE
Campanhas estimulam a Solidariedade
GERAL
Escritora santa-cruzense lança o livro Melodia Perversa
VARIEDADES
Lifasc: Soberania dos visitantes domina
ESPORTES
Municipal Feminino: Muitos gols marcam a rodada
ESPORTES
Santa Cruz luta, mas perde nos pênaltis para o Soledade
ESPORTES
Regional 2019:Trombudo sai na frente nas semifinais
ESPORTES - Nos Aspirantes deu o Formosa contra o Unidos
Amigos do Cinema exibe Tarkovski
VARIEDADES
Associação Pró-Cultura: Vernissage abre última mostra
VARIEDADES
NOVEMBRO ROXO: Exposição dá início às atividades
SAÚDE - Hospital Santa Cruz preparou também palestra e oficina sobre o mês da Prematuridade
Cisvale debate temas expressivos para a região
GERAL
Portal Lunetas e Mercur promovem bate-papo sobre Infâncias
GERAL
Confraria Nativista: Nova diretoria será empossada
GERAL
Comissão Especial da OAB promove eventos para abordar a Reforma da Previdência
GERAL
Vacinação contra o Sarampo: Nova fase começou nesta segunda
SAÚDE
Santa Cruz tem oito escolas paralisadas
EDUCAÇÃO - Em outros sete educandários o atendimento é parcial e em quatro as atividades seguem normalmente
Noite de comemorar o fim do 34º Enart
VARIEDADES - CTG porto-alegrense e Candeeiro de Vera Cruz levaram os principais prêmios
O tabu e as evoluções do tratamento do câncer de próstata
SAÚDE - Entenda a importância da conscientização e como a tecnologia tem ajudado no combate

Menos barulho nas comemorações de fim de ano

Assembleia Legislativa aprovou dois projetos referentes ao uso de fogos de artifício

GERAL - 18/10/2019

Os animais sofrem com o barulho de foguetes e fogos de artifício e muitos deles têm convulsão ou morrem Os animais sofrem com o barulho de foguetes e fogos de artifício e muitos deles têm convulsão ou morrem Crédito: Pixabay

Sara Rohde
[email protected]

Este fim de ano pode ser diferente para as crianças, idosos e os animais. Os festejos de Ano Novo devem ser mais alegres e menos barulhentos, isso porque foi aprovado na Assembleia Legislativa, na última terça-feira, 15, o projeto de lei que proíbe a utilização de fogos de artifício com ruído no Rio Grande do Sul. A medida permitirá que seja realizado apenas espetáculo de luzes com fogos de artifício silenciosos.  
O projeto PL nº 21/2019, de autoria da Deputada Estadual Luciana Genro (PSol), contou com votação positiva de 28 parlamentares. A partir de agora cabe ao governador Eduardo Leite sancionar a medida para que ela vire lei e assim seja fiscalizada e cumprida. Caso o projeto seja aprovado será proibido o manuseio e a soltura de fogos de estampidos e de artifícios ou de qualquer artefato pirotécnico de efeito sonoro ou ruído no Estado. 
No mesmo dia também foi aprovado um projeto de suma importância para a segurança das pessoas. De autoria do Deputado Estadual Gabriel Souza (MDB), o projeto PL nº 19/2015, que teve 45 votos a favor, visa regulamentar o comércio de fogos de artifício no Rio Grande do Sul. O mesmo também vai para sanção ou veto do governador Eduardo Leite.
Caso seja aprovado haverá regras mais rígidas para compra e venda dos produtos, cujo objetivo é proteger pessoas e animais do uso indiscriminado dos artefatos. O projeto estabelece que lojas e indústrias possam comercializar os produtos somente com aval do Corpo de Bombeiros. Ainda será proibido o uso de todos os tipos de fogos a 500 metros de hospitais, praças e parques, e regulamenta os espetáculos pirotécnicos, onde os idealizadores devem comprar os produtos apenas de estabelecimentos cadastrados e com licença. Empresas e fabricantes também só vão poder comercializar os artefatos aos revendedores que tenham o Alvará de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (APPCI).