Edição do dia 19/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Samu: Regulação compartilhada deve entrar em operação até o fim do ano
SAÚDE
Campanhas estimulam a Solidariedade
GERAL
Escritora santa-cruzense lança o livro Melodia Perversa
VARIEDADES
Lifasc: Soberania dos visitantes domina
ESPORTES
Municipal Feminino: Muitos gols marcam a rodada
ESPORTES
Santa Cruz luta, mas perde nos pênaltis para o Soledade
ESPORTES
Regional 2019:Trombudo sai na frente nas semifinais
ESPORTES - Nos Aspirantes deu o Formosa contra o Unidos
Amigos do Cinema exibe Tarkovski
VARIEDADES
Associação Pró-Cultura: Vernissage abre última mostra
VARIEDADES
NOVEMBRO ROXO: Exposição dá início às atividades
SAÚDE - Hospital Santa Cruz preparou também palestra e oficina sobre o mês da Prematuridade
Cisvale debate temas expressivos para a região
GERAL
Portal Lunetas e Mercur promovem bate-papo sobre Infâncias
GERAL
Confraria Nativista: Nova diretoria será empossada
GERAL
Comissão Especial da OAB promove eventos para abordar a Reforma da Previdência
GERAL
Vacinação contra o Sarampo: Nova fase começou nesta segunda
SAÚDE
Santa Cruz tem oito escolas paralisadas
EDUCAÇÃO - Em outros sete educandários o atendimento é parcial e em quatro as atividades seguem normalmente
Noite de comemorar o fim do 34º Enart
VARIEDADES - CTG porto-alegrense e Candeeiro de Vera Cruz levaram os principais prêmios
O tabu e as evoluções do tratamento do câncer de próstata
SAÚDE - Entenda a importância da conscientização e como a tecnologia tem ajudado no combate

Dia do médico: Celebre o profissional que cuida da sua saúde

ESPECIAIS - 18/10/2019

Um bom relacionamento com os pacientes é muito importanteUm bom relacionamento com os pacientes é muito importante Crédito: Freepik

Talvez uma das profissões mais importantes do mundo, o médico tem hoje, dia 18, como data comemorativa, a qual foi escolhida em alusão ao dia de São Lucas, padroeiro dos médicos, pintores e artistas. O profissional é responsável por cuidar e promover nossa saúde, buscando curar patologias e preveni-las.
O profissional médico tem a responsabilidade de investigar a natureza e as causas das doenças humanas, procurando sua cura e prevenção. Nossa saúde é o principal objeto de estudo do médico. Ele pesquisa, previne e trata disfunções e moléstias. Para isso, é imprescindível que ele esteja sempre bem informado e atualizado.
A evolução da medicina nos últimos anos tem sido astronômica, afinal, com o avanço das tecnologias, novas formas de pesquisa e desenvolvimento de métodos têm sido alavancadas pelas tecnologias que se atualizam constantemente. É quase difícil de acreditar, até o final do século XVIII, um tratamento muito comum e nada eficiente para tratar doenças era a sangria, na qual pacientes recebiam cortes no corpo para que o sangue contaminado pudesse “escorrer”.
A história da medicina data de muito tempo, desde os povos do Antigo Egito, em 1600 a.C., que incrivelmente possuíam áreas de especialidade, com diversas técnicas de observação e identificação de patologias. Da mesma forma, alguns papiros identificam diversas informações sobre farmacologia, que envolvem estudos e práticas utilizando bolores e excrementos, o que talvez pode sugerir alguns experimentos antibióticos.
Nos períodos renascentistas e iluministas a medicina teve um de seus maiores avanços fora da revolução tecnológica, pois a prática de dissecações permitiu descobertas que ajudaram a entender melhor como um corpo funciona, como as redescobertas do médico sueco Miguel Servet a respeito da circulação pulmonar.

Estar atualizado sobre as novidades da profissão é essencialEstar atualizado sobre as novidades da profissão é essencial Crédito: Freepik

Estatísticas

De acordo com o Conselho Federal de Medicina (CFM), atualmente são mais de 475 mil médicos atuando na área, somando uma média de pouco mais de 2 médicos (2,11) a cada mil habitantes em 2015, segundo o Conselho Federal de Medicina (CFM) e uma pesquisa do curso de medicina da USP, ambos realizados em 2018.
Um dado que também chama a atenção está relacionado ao crescimento da participação feminina na profissão. Ainda que os homens sejam a maioria (54,4%) no número total de médicos, a distância entre os grupos vem caindo a cada pesquisa, e as mulheres já representam a maior parte dos profissionais mais jovens. No grupo de até 29 anos, as profissionais do sexo feminino já representam 57,4% do total, enquanto na faixa que vai dos 30 aos 34 anos, as mulheres somam 53,7%.
Entre as especialidades médicas com maior procura pelos profissionais, estão na liderança os estudos sobre Clínica Médica, que concentra 11,2% dos titulados do país, seguida pela Pediatria, com 10,3%. Ginecologia e Obstetrícia são outra especialidade em alta no Brasil, com 8% dos titulados. Por outro lado, Cirurgia de Mão (0,2%), Radioterapia (0,2%) e Genética Médica (0,1%) foram as menos requisitadas.

Com informações de: IBCMED

Conhecer a teoria não é tudo
O bom médico, além de ter um bom embasamento teórico, deve saber relacionar-se, promovendo uma relação de confiança com seu paciente. A relação médico-paciente é fundamental para o andamento adequado do tratamento, uma vez que o paciente sente-se à vontade para falar em detalhes o que lhe aflige. Assim sendo, é fundamental que o médico abra espaço para questionamentos e saiba explicar de maneira atenciosa e cuidadosa o que acomete cada pessoa.

Número de mulheres tem crescido entre os profissionais em formaçãoNúmero de mulheres tem crescido entre os profissionais em formação Crédito: Freepik

5 especialidades médicas que você provavelmente não conhecia:
1. Medicina Nuclear: é o estudo imaginológico ou terapia pelo uso de radiofármacos.
2. Nefrologia: é a parte da medicina que estuda e trata clinicamente as doenças do rim, como insuficiência renal.
3. Anestesiologia: área da Medicina que envolve o tratamento da dor, a hipnose e o manejo intensivo do paciente sob intervenção cirúrgica ou procedimentos.
4. Gastroenterologia: é o estudo, diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças relacionadas ao aparelho digestivo, desde erros inatos do metabolismo, doença do trato gastrointestinal, doenças do fígado e cânceres.
5. Mastologia: subespecialidade que trata da mama, suas doenças, alterações benignas e estéticas.