Edição do dia 19/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Samu: Regulação compartilhada deve entrar em operação até o fim do ano
SAÚDE
Campanhas estimulam a Solidariedade
GERAL
Escritora santa-cruzense lança o livro Melodia Perversa
VARIEDADES
Lifasc: Soberania dos visitantes domina
ESPORTES
Municipal Feminino: Muitos gols marcam a rodada
ESPORTES
Santa Cruz luta, mas perde nos pênaltis para o Soledade
ESPORTES
Regional 2019:Trombudo sai na frente nas semifinais
ESPORTES - Nos Aspirantes deu o Formosa contra o Unidos
Amigos do Cinema exibe Tarkovski
VARIEDADES
Associação Pró-Cultura: Vernissage abre última mostra
VARIEDADES
NOVEMBRO ROXO: Exposição dá início às atividades
SAÚDE - Hospital Santa Cruz preparou também palestra e oficina sobre o mês da Prematuridade
Cisvale debate temas expressivos para a região
GERAL
Portal Lunetas e Mercur promovem bate-papo sobre Infâncias
GERAL
Confraria Nativista: Nova diretoria será empossada
GERAL
Comissão Especial da OAB promove eventos para abordar a Reforma da Previdência
GERAL
Vacinação contra o Sarampo: Nova fase começou nesta segunda
SAÚDE
Santa Cruz tem oito escolas paralisadas
EDUCAÇÃO - Em outros sete educandários o atendimento é parcial e em quatro as atividades seguem normalmente
Noite de comemorar o fim do 34º Enart
VARIEDADES - CTG porto-alegrense e Candeeiro de Vera Cruz levaram os principais prêmios
O tabu e as evoluções do tratamento do câncer de próstata
SAÚDE - Entenda a importância da conscientização e como a tecnologia tem ajudado no combate

Fios de Esperança: um ato de amor

Projeto voluntário promove a autoestima e melhora a qualidade de vida de pacientes com câncer

GERAL - 18/10/2019

Doação de cabelo: um gesto que ameniza a dor e busca elevar a autoestimaDoação de cabelo: um gesto que ameniza a dor e busca elevar a autoestima Crédito: Rosibel Fagundes

Rosibel Fagundes
[email protected]

Promover a solidariedade, o acolhimento e o bem-estar de mulheres que passam pelo tratamento contra o câncer é um dos objetivos do Projeto Fios de Esperança. Há cinco anos, um grupo formado por voluntárias da comunidade e funcionários do Hospital Ana Nery com o aporte da Liga Feminina de Combate ao Câncer e do Lions Club Santa Cruz Centro realiza a confecção de objetos terapêuticos como perucas, lenços, toucas e almofadas que auxiliam na recuperação dos pacientes. Conforme a psicóloga Larissa Dutra Azambuja Magalhães, além dos benefícios no alívio dos sintomas para as pacientes, o projeto tem o objetivo de auxiliar na autoestima. “É um momento delicado de recuperação da doença. Começamos o projeto com o recebimento de pequenas mechas de cabelo que foram transformadas em perucas. Hoje, o banco possui 104 perucas, parte delas foi emprestada às nossas pacientes e deve retornar após o fim do tratamento. Além das perucas, temos lenços, turbantes e almofadas do coração que também estão à disposição de quem precisar. Posso dizer que este trabalho que é realizado aqui é uma das etapas de resgate da autoestima. Pois, após o diagnóstico de câncer, cada uma reage de forma diferente. Algumas mulheres experimentam as perucas e acabam não se adaptando e optam por usar o lenço que é colorido ou um turbante. Nosso objetivo, é fazer com que elas se sintam bem,” concluiu.
Para a cabelereira e voluntária do projeto, Vanessa Manfio o trabalho é um ato de amor e de dedicação. “Só temos a agradecer a comunidade e ao trabalho destas pessoas, ganhamos muitas coisas da comunidade. São doações de mechas de cabelos, sacolas de roupas para os brechós, sacolas de lenços, turbantes. São pequenas atitudes que se tornam grandes gestos. Não tínhamos a consciência de onde poderíamos chegar. Agradecemos também a forte parceria da Liga e do Lions nesta causa”, declarou.
As doações de mechas de cabelo são feitas ao longo do ano ao banco de perucas do Centro de Oncologia Integrado (COI) do Ana Nery. Todo o material que chega passa por uma triagem e logo é encaminhado à Clínica do Cabelo, em Soledade, onde as perucas são confeccionadas por cabeleireiras parceiras. Vanessa que é responsável por fazer a seleção das mechas explica a importância de doar um cabelo bem cuidado e não quebradiço. “As mechas para a confecção de perucas devem ter no mínimo 15 centímetros e é importante que o cabelo esteja seco e amarrado. Cabe considerar, que a doação deve ser de qualidade, a gente tem que doar o que há de melhor em nós. O cabelo deve ser saudável, para que possa ser reaproveitado. Para montarmos uma peruca é necessário juntarmos mechas de quatro a cinco pessoas, é um trabalho bastante minucioso”, afirmou.
O custeio das perucas é feito através das roupas vendidas em brechós e do grupo de humanização do hospital, rifas e outras atividades. As perucas e objetos estão à disposição de forma gratuita para pacientes que realizam tratamento oncológico no Hospital na Nery. 
Desde que teve início, o projeto Fios de Esperança já recebeu mais de 5,6 mil mechas de cabelo, envolvendo mais de 2,7 mil pessoas. De acordo com a psicóloga, para este ano não há previsão de confecção de novas perucas. As doações de mechas que chegarem até o final deste ano serão encaminhadas ao Hospital da Criança Santo Antônio, de Porto Alegre. Além das perucas o Banco disponibiliza também lenços, turbantes e sutiãs especiais para mulheres acometidas por câncer de mama. 
Quem quiser colaborar com o protejo pode entrar em contato com o Centro de Oncologia Integrado (COI) do Hospital Ana Nery. No entanto, Larissa explica que os itens mais solicitados para esta época do ano são os lenços e turbantes. “Como estamos em uma época com temperaturas mais elevadas, muitas pacientes estão optando pelos turbantes e lenços coloridos, que são mais práticos e fáceis de reutilizar. Qualquer ajuda é muito bem vinda. Existem também as pessoas que estão confeccionando a almofada do carinho, que é projetada para ser colocada debaixo do braço para aliviar a dor da incisão cirúrgica e ajuda a reduzir o inchaço linfático provocado pela cirurgia”. Larissa também esclarece, a importância da doação, “além da necessidade de doar algo para o nosso projeto é importante que as pessoas também doem mais amor, respeito e compaixão ao próximo”, conclui.

BRECHÓ
Na próxima quarta-feira, 23, um brechó do Lions Club Santa Cruz Centro em parceria com o Grupo de Humanização e Educação em Saúde do hospital será realizado das 8h às 15 horas, em uma sala ao lado da Oncologia. A verba arrecadada será revertida a um projeto de medula da Liga Feminina de Combate ao Câncer para custeio de transporte a possíveis doadores de medula.