Edição do dia 08/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Em quatro dias, 900 fichas foram distribuídas
EDUCAÇÃO - Prazo para a retirada de fichas para crianças de 0 a 3 anos, e inscrições da pré-escola na rede pública termina hoje
Prefeitura anuncia plano de carreira para médicos
SAÚDE
Prefeitura lança edital para pavimentar Dona Leopoldina
POLÍTICA
Após decisão do STF, juiz manda soltar ex-presidente Lula
GERAL
PRE Santa Cruz realiza prisão por cumprimento de mandado
POLÍCIA
STF derruba validade da prisão após a segunda instância
GERAL - Por 6 votos a 5, a Corte reverteu seu próprio entendimento
Eisstocksport Federação realiza 1º Torneio Individual
ESPORTES
Copa Master Kaiser Afasc 2019: Veteranos jogam no sábado e domingo no campo do Rauber
ESPORTES
Bom Jesus e São José abrem as semifinais do Regional
ESPORTES
Copa Lisaruth 20 anos/Taça Elemar Schuh abre neste sábado
ESPORTES
Copa RS de Futsal: Assaf decide vaga para a segunda fase
ESPORTES
Estadual sub 19: Galo vai encarar o Soledade em duas partidas
ESPORTES
Murileiros voltam a se encontrar pelo 21º ano
GERAL - Ex-estudantes da escola vêm para Santa Cruz de diversos lugares do país e do mundo
Inscrições abertas para curso de Técnicas de Manicure, Pedicure e Bem-Estar
GERAL
Projeto Caminhadas na Natureza conquista etapa regional
GERAL
Santo Inácio promove tradicional galinhada
GERAL
Bate-papo sobre Infâncias acontece dia 23
GERAL
Café Empresarial desvenda os segredos da persuasão
EMPRESARIAL

Crime no Motocross: Suspeito de ser mandante é preso

POLÍCIA - 01/11/2019

Suspeito foi encaminhado ao Presídio Regional Suspeito foi encaminhado ao Presídio Regional Crédito: Rosibel Fagundes

Rosibel Fagundes
[email protected]


 A Policia de Santa Cruz do Sul, prendeu preventivamente na manhã desta sexta-feira,1º de novembro um homem suspeito de envolvimento na morte de Tiago Aliandro Kohlrausch, de 30 anos. O crime ocorreu na noite de 23 de setembro, na residência onde a vítima morava na Rua Walder Rude Kipper, no Loteamento Motocross, Bairro Arroio Grande. Kohlrausch foi alvejado por treze disparos de pistola calibre .380. O principal suspeito do crime é um advogado que mora no bairro Rauber. O homem que não teve o nome revelado é o padrasto do filho de Kohlrausch. Natural de Camaquã, o suspeito reside em Santa Cruz do Sul há alguns anos. Após prestar depoimento ele foi conduzido ao Presídio Regional. 

Conforme o titular da 2ª Delegacia de Policia delegado Alessander Zucuni Garcia, desde o inicio a polícia já tinha uma linha de investigação que se confirmou ao longo das investigações.  “Constatamos uma disputa de visita a um filho pequeno que a vítima tinha o que teria motivado o crime. O indivíduo preso hoje mantém um relacionamento com a mãe da criança. O preso queria afastar o pai biológico da criança. Ele queria exclusivamente ser o pai da criança,” relatou o delegado.Conforme a polícia a mãe da criança e a vítima, teriam tido um relacionamento casual. Após o reconhecimento de paternidade Tiago, que era servidor da Secretaria de Obras da Prefeitura de Santa Cruz e aparentava ser um pai amoroso, passou a pagar a pensão e a visitar a criança regularmente. No entanto, estaria sendo impedido pelo padrasto. “Após a mãe da criança passar a ter um relacionamento com o individuo preso hoje, a relação entre pai e filho passou a ser dificultada, o que culminou na morte de Tiago”, afirmou.


Para o delegado não restam dúvidas que o crime tenha sido premeditado. “Dois indivíduos de fora da cidade foram contratados para executar o crime. Eles ainda não foram identificados. Mas, há elementos concretos da participação do padrasto do filho da vítima no crime. O carro utilizado pela dupla foi apreendido hoje em Salto do Jacuí. Chegamos até este suspeito após os familiares da vítima terem relatado que o clima entre eles era tenso, e que o rapaz teria feito ameaças contra o Tiago. Durante o depoimento chegou inclusive, a fazer um relato minucioso dos locais onde esteve no dia do crime, com nota fiscal do mercado. Isso nos chamou atenção. Afinal, nota fiscal de mercado geralmente colocamos fora. É possível dizer que ele foi um dos mandantes, mas não posso dizer ainda, se foi o único”, declarou.
 

Outras testemunhas devem ser ouvidas nos próximos dias, inclusive a mãe da criança. O inquérito deve ser concluído em dez dias.  Para a advogada do suspeito do homicídio, Rosangela Rassier, a defesa está analisando aos autos do inquérito e a situação não passa de um equivoco. “Tudo será esclarecido. É um equivoco, e logo meu cliente será liberado.”
 Além da prisão preventiva, um outro homem foi preso em flagrante no bairro Santo Antônio por posse ilegal de arma de fogo. Também foram cumpridos mandados de busca em residências de outras pessoas que possam ter envolvimento no crime.