Edição do dia 12/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Pequenas atitudes
OPINIÃO
Verrugas Estelares
OPINIÃO
Em defesa da vida
OPINIÃO
CDL aponta 800 vagas temporárias
ECONOMIA - Expectativa é de boas oportunidades de emprego para o período
ACI: Eleição ocorre hoje
GERAL
Vigilância Colaborativa: Lançamento do Programa acontece hoje
GERAL
GREVE: Polícia Civil paralisa nesta quarta-feira
POLÍCIA
Campeonato Municipal inicia no próximo dia 22
ESPORTES
AMO/Unimed VTRP: Atletas brilham pelo estado
ESPORTES
Dois times largam com vitória na estreia da Copa Lisaruth
ESPORTES
Estadual sub 19: Santa Cruz vence fora e fica perto da final
ESPORTES
Regional: São José larga na frente nas semifinais
ESPORTES
Universidade aguarda mais de cinco mil estudantes
GERAL
Bate papo: Doações por incentivos fiscais
ECONOMIA
Comdica realiza 4ª Noite Cultural na Unisc
VARIEDADES - O evento que tem entrada franca visa enaltecer projetos sociais realizados por diversas entidades
Enart deverá reunir mais 30 mil pessoas
VARIEDADES - A programação inicia às 16 horas de sexta, 15, e se estende até o domingo no Parque da Oktoberfest
Prefeitura pretende atrair mais médicos
GERAL - Proposta será encaminhada ao legislativo para análise e votação
Prefeitura pretende pavimentar Dona Leopoldina
GERAL - Telmo assinou o edital de licitação para a travessa que é uma das entradas da cidade

Santa-cruzense é finalista em concurso literário

Emilly Ramos Wendt avançou para a fase final da Olimpíada da Língua Portuguesa

EDUCAÇÃO - 05/11/2019

Emilly Wendt concorre à medalha de ouro da Olimpíada da Língua PortuguesaEmilly Wendt concorre à medalha de ouro da Olimpíada da Língua Portuguesa Crédito: Arquivo pessoal

Grasiel Grasel
[email protected]

A semana passada foi de muita alegria e emoção para professores, funcionários e alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental Prof. Affonso Pedro Rabuske, de Linha Santa Cruz. A aluna Emilly Ramos Wendt, 11 anos, teve seu texto “Como num conto de fadas” selecionado para a etapa final da Olimpíada da Língua Portuguesa, que deve ter os vencedores anunciados no dia 9 de dezembro. O concurso, que é oferecido a escolas públicas de todo o país, é uma Iniciativa do Ministério da Educação e do Itaú Social.
Como demonstra o tema da olimpíada, “o lugar onde vivo”, um de seus principais objetivos é aprofundar os vínculos dos alunos com a comunidade, proporcionando um maior conhecimento sobre a realidade local e contribuindo para o desenvolvimento de sua cidadania. Nesta última etapa, 38 estudantes de todo o país e seus professores que foram selecionados seguem para a final, em São Paulo, onde Emilly concorrerá por uma das 4 medalhas de ouro da categoria “memórias literárias”, na qual competem alunos de 6º e 7º anos do Ensino Fundamental.

Emilly ao lado da escritora Geni Guimarães, a quem entrevistou para o texto finalistaEmilly ao lado da escritora Geni Guimarães, a quem entrevistou para o texto finalista Crédito: Arquivo pessoal

O concurso também visa apoiar os professores da rede pública no aprimoramento das práticas de ensino de leitura e escrita de alunos do 5º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. Por meio de metodologias do Programa Escrevendo o Futuro, todos realizam trabalhos produtivos de leitura, escrita e oralidade, desenvolvendo ainda mais o contato de todos com a língua portuguesa.
Emilly passou por diversas etapas até chegar à final, sempre contando com a ajuda de sua professora (e mãe) Patrícia Ramos Figueiró. A olimpíada começa dentro da própria escola, com os alunos recebendo oficinas de produção textual e uma seleção de textos dentro da instituição, depois, passam para a etapa municipal, a estadual e, por fim, a nacional, na qual produzem um novo texto que, no caso da jovem santa-cruzense, foi selecionado para a final.
O primeiro texto de Emilly retratou a vida de sua avó, intitulado “como num conto de fadas”, dando ênfase a uma história de amor que ela viveu aos 75 anos. Já o segundo, que foi selecionado para a grande final, foi produzido em São Paulo, no evento de realização da etapa nacional, onde os estudantes precisavam escrever sobre um dos convidados da olimpíada. No caso da santa-cruzense, o tema do texto final foi sobre as memórias de Geni Guimarães, poeta e escritora nascida em Barra Bonita, no interior paulista.

Aluna da Affonso Pedro Rabuske, de Linha Santa Cruz, exibe as medalhas das etapas anterioresAluna da Affonso Pedro Rabuske, de Linha Santa Cruz, exibe as medalhas das etapas anteriores Crédito: Arquivo pessoal

Para Patrícia, que além de professora de português também é mãe de Emilly, o gosto da filha pela escrita vem desde os primeiros contatos com a produção textual, que foi sempre estimulada em casa, mas ninguém esperava que a jovem chegasse tão longe. “Embora que eu saiba de sua facilidade com a língua portuguesa, jamais imaginei que numa seletiva tão exigente e concorrida fosse o [texto] dela que chegaria até aqui!”, disse. 
Dentre os cerca de 4 mil textos de sua categoria, o da jovem de Linha Santa Cruz está concorrendo ao posto de campeões da olimpíada com outros 38 finalistas. De acordo com a mãe, Emilly já está cheia de expectativas para o anúncio dos vencedores, que acontece no dia 9 de dezembro, no entanto, a mera participação da filha na fase final de um concurso tão importante já é motivo suficiente para comemorar. “Poder participar do encontro final já consideramos como um prêmio e todos que estão lá já são os melhores textos, então, que vençam os 4 melhores!”, diz Patrícia. Serão 4 vencedores em cada categoria, somando um total de 28 alunos agraciados com a medalha de ouro e uma viagem cultural para uma cidade brasileira.