Edição do dia 13/12/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Santa Cruz perde Arno Frantz
GERAL - Ex-prefeito da cidade faleceu na manhã de ontem, de uma parada respiratória
Obrigado, "seu Arno"
EDITORIAL
Pagamento do IPVA com desconto começa dia 17 de dezembro
ECONOMIA
Aulas deverão ser concluídas somente em 2020
EDUCAÇÃO
Senac-RS lança edital para distribuição de vagas gratuitas
GERAL
Lei Geral de Proteção de Dados é tema de evento
GERAL
Novo Cabrais: Quadra de esportes da Linha São João é inaugurada
ESPORTES - Local foi construído pela prefeitura municipal, através de uma emenda parlamentar de Luiz Carlos Heinze
Novo Cabrais: Programação de Natal ocorre nesta sexta-feira
VARIEDADES - Evento contará com diversas atrações no Centro Desportivo Municipal
Novo Cabrais: Projeto sobre meio ambiente é desenvolvido na Teófilo
GERAL
Receita Estadual entrega dados de sonegação ao Ministério Público do RS
ECONOMIA
Saque imediato do FGTS
GERAL - Bolsonaro sanciona lei que aumenta limite
TSE aprova normas para eleição municipal de 2020
GERAL
NAAC realiza o 1º Seminário de Tradutores e intérpretes de Libras
GERAL
Christkindfest: Desfile Natalino é destaque no fim de semana
VARIEDADES
Senac inscreve para curso de Design
GERAL
Christkindfest 2019: Espetáculo Alma Única no dia 18 de dezembro
VARIEDADES
RGE investiu R$ 45,7 milhões no Vale do Rio Pardo
ECONOMIA
Escolas da região doam materiais
EDUCAÇÃO

Vigilância Colaborativa: Programa começa a ser implantado

Lançado nesta semana, o programa disponibiliza imagens captadas em tempo real às autoridades policiais por até sete dias

POLÍCIA - 15/11/2019

Segundo Diniz, o programa será uma referência para Santa Cruz e região em termos de prevenção de delitosSegundo Diniz, o programa será uma referência para Santa Cruz e região em termos de prevenção de delitos Crédito: Rosibel Fagundes

Rosibel Fagundes
[email protected] 

As forças policiais de Santa Cruz do Sul contam com um novo aliado para reforçar a segurança pública. Crimes de roubos de veículos, assaltos, acidentes e outros delitos poderão ser elucidados com maior rapidez. A captação de imagens no momento exato da ocorrência, a identificação e prevenção são os principais objetivos do Programa Vigilância Colaborativa, lançado nesta semana pelo Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM) que integra todas as forças de segurança do município. O evento realizado na última terça-feira, 12, no auditório da Associação de Entidades Empresariais (Assemp) de Santa Cruz do Sul, contou com a presença de diversas autoridades, entre elas do promotor do Ministério Público, Erico Barin, do delegado Regional de Polícia Civil, Luciano Menezes, do comandante do Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Rio Pardo (CRPO/VRP), coronel Valmir José dos Reis, além de representantes do Corpo de Bombeiros, Exército, Guarda Municipal e outros órgãos.
Conforme o vice-presidente de Desenvolvimento da Assemp, Eduardo Kroth, as câmeras serão custeadas por empresas públicas e privadas, pessoas físicas, condomínios, entidades e associações que tiverem o interesse em aderir ao programa. Os interessados em participar terão que assinar um Termo de Adesão junto à empresa credenciada, inicialmente a Cindapa. O custo da mensalidade é de R$ 59,90 por aparelho ou locação de acordo com a configuração do equipamento instalado. A Assemp será responsável pelo credenciamento. 
Na oportunidade o coordenador do GGIM, Marcelo Diniz, afirmou que o programa é uma referência para Santa Cruz e a região. “Vai ser uma referência na questão de prevenção. Teremos um trabalho muito grande ainda pela frente que é de disseminar o maior número de câmeras possíveis e a democratização destas imagens de qualquer ponto da cidade aos representantes dos órgãos de segurança. Hoje já temos uma câmera em Monte Alverne, que vai facilitar o trabalho policial naquela região. Todas as imagens serão captadas em tempo real e ficarão à disposição das autoridades policiais por até sete dias”, comentou. 
Atualmente, quando um delito ocorre os órgãos de Segurança Pública tem que recorrer às câmeras privadas existentes em empresas, lojas e residências próximas ao local, o que consequentemente resulta no atraso do trabalho realizado pela polícia. Mesmo assim, o delegado regional Luciano Menezes, afirmou que o videomonitoramento já existente no município, potencializou o número de capturas de infratores e de apreensões de materiais ilícitos, além de auxiliar na localização de veículos frutos de roubos e através deste programa o trabalho só tende a melhorar. “O programa vai possibilitar uma atuação mais imediata da Brigada Militar e também de uma prova mais qualificada em nosso trabalho de investigação. Antes do projeto existir, diversos casos de investigações foram elucidados a partir de imagens coletadas na cidade, acredito que vai ajudar em muito nosso trabalho”, concluiu.

O que é a GGIM?
É um Gabinete de Gestão Integrada Municipal formado pela Prefeitura, Ministério Público, 7º Batalhão de Infantaria Blindado (BIB), Polícia Civil, Brigada Militar, Guarda Municipal, Susepe, Corpo de Bombeiros, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.