Edição do dia 11/12/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Regional 2019: Bom Jesus fica com o título inédito
ESPORTES
Fernando Jr. vence em Interlagos e é campeão da Master
ESPORTES
Copa Lisaruth 20 anos: Dois empates e uma goleada
ESPORTES
Tudo pronto para III Abertura Oficial da Colheita do Tabaco
GERAL - Evento acontece nesta sexta, 13 de dezembro, na propriedade de Jeferson Stertz, em Arroio do Tigre (RS)
Instituto forma jovens em empreendedorismo e gestão rural
GERAL
Ginástica Rítmica é campeã estadual de 2019
ESPORTES - Aluna Alice Silva foi reconhecida como a Ginasta Destaque da GR
Presidente da Câmara Brasil-Portugal reúne-se com Eduardo Leite
GERAL
Funcionalismo quer retirada do Pacote de Leite
GERAL
Câmara aprova ampliação da lei para CCs do Legislativo
GERAL
Projeto Guarda-Costas certifica 64 alunos das escolas Leonel Brizola e Rauber
GERAL
Danton Oestreich na Casa das Artes
VARIEDADES
Centro Cultural 25 de Julho: Natal com arte e cultura germânica
VARIEDADES
Christkindfest: Praça Getúlio Vargas entra no clima de Natal
VARIEDADES
Carreteiro Solidário beneficia 3,4 mil pessoas
GERAL
Café Empresarial: Mercado de ações cresce como opção de investimento
EMPRESARIAL
Concerto de Rock ao Entardecer é hoje
VARIEDADES
Entre bebidas e ideologias, a arte como cabresto espiritual
OPINIÃO
Sejamos a diferença
OPINIÃO

Noite de comemorar o fim do 34º Enart

CTG porto-alegrense e Candeeiro de Vera Cruz levaram os principais prêmios

VARIEDADES - 19/11/2019

Crédito: Rolf Steinhaus

Grasiel Grasel
[email protected]

A noite do último domingo, dia 17, foi de muita emoção para os competidores da edição deste ano do Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (Enart) e suas torcidas. O grande campeão da vez foi o CTG Tiarayú, de Porto Alegre, que se tornou bicampeão do maior evento de tranças tradicionais gaúchas. Já na Força B, o troféu foi para Vera Cruz, para o CTG Candeeiro da Amizade.
O encerramento do Enart iniciou por volta das 19 horas com uma dança de integração entre os grupos finalistas que lotou o tablado do palco principal. Em seguida, aproximadamente às 20h30, começaram a ser anunciados os vencedores das principais categorias do evento, culminando ao seu ápice, no anúncio dos vencedores das Forças B e A, respectivamente.

A invernada do CTG Tiarayú também teve a melhor entrada e melhor saída da competiçãoA invernada do CTG Tiarayú também teve a melhor entrada e melhor saída da competição Crédito: Rolf Steinhaus

Os grandes campeões
Foi com uma explosão de alegria que os vera-cruzenses receberam o anúncio de terem se sagrado como campeões da Força B. Emocionados, os integrantes da invernada artística do CTG Candeeiro da Amizade pulavam, choravam e se abraçavam em comemoração. Além do prêmio principal da categoria, eles receberam a classificação para dançarem no tablado da Força A do 35º Enart em 2020 em busca do grande prêmio. Esta foi a primeira vez que um grupo da região venceu a Força B do festival.
Mesmo já tendo levado cinco troféus para casa, deixando a vitória na categoria principal praticamente certa, a comemoração do CTG Tiarayú não foi menos empolgada do que as outras no momento do anúncio do grande campeão. Empurrados por uma torcida que aclamava cada apresentação do grupo, os membros da invernada adulta da entidade fizeram bonito e levantaram o segundo troféu de vencedores do Enart.

Os santa-cruzenses Jacson e Josi dançaram com o CTG de Porto AlegreOs santa-cruzenses Jacson e Josi dançaram com o CTG de Porto Alegre Crédito: Arquivo pessoal

O casal santa-cruzense Jacson dos Santos e Josi Helfer dançou na invernada porto-alegrense campeã. Muito emocionado, Jacson mal conseguia expressar sua felicidade, “não tenho nem palavras, danço o festival desde 2010 e venho tentando ganhar desde lá. Estou muito feliz, abdiquei muita coisa da minha vida para estar neste momento e deu tudo certo”, disse entre lágrimas. Ele conta que já dançou em grupos da região, pelos quais ele tem muita admiração, mas não pode recusar o convite de integrar a equipe do Tiarayú,
A presidente do Tiarayú, Vera Lúcia Barreto, agradeceu o empenho de toda a equipe do CTG, em especial o professor de dança, o coreógrafo e os dançarinos. “O Tiarayú tem sempre o coração aberto para todo o Rio Grande, nós temos força, temos amor por nosso lenço verde e isso é fruto de um grande trabalho”, disse, agradecendo também a alegria que o grupo lhe deu em estar à frente da entidade campeã.
O CTG porto-alegrense também levou os prêmios: 1º lugar no bandoneon, melhor entrada e melhor saída nas danças, grupo de danças mais popular e destaque do Enart 2019. Já o Candeeiro, além de vencer a Força B, também ficou em 2º lugar na categoria “Melhor música inédita de coreografia de saída – Força B”. O CTG Lanceiros de Santa Cruz, de Santa Cruz do Sul, levou o 3º lugar na competição de gaita de boca com Mario Inácio Becker. 

Grupo de Vera Cruz venceu a Força B das danças tradicionaisGrupo de Vera Cruz venceu a Força B das danças tradicionais Crédito: Rolf Steinhaus

Emocionados, os vera-cruzenses comemoraram o título inédito na regiãoEmocionados, os vera-cruzenses comemoraram o título inédito na região Crédito: Rolf Steinhaus

Enart 2020 fora de Santa Cruz?
Para o presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), Nairo Callegaro, o evento foi um grande sucesso. “Foi uma edição maravilhosa, por vários aspectos. O tempo ajudou, toda a programação que a gente estabeleceu em termos de horário a gente conseguiu cumprir, sucesso de público também, ou seja, eu acho que se cumpriu, dentro do que se podia fazer, o melhor”. Segundo ele, o parque é uma excelente casa para o Enart por sua posição na cidade, próxima do centro e da rede hoteleira, e pela localização da cidade no mapa do estado.
Embora tenha elogiado o parque, que já é palco do Enart desde 1999, Callegaro afirma que o espaço provido começa a ficar pequeno para abrigar o evento, “o Enart cresceu, já merece uma estrutura melhor. Eu sei que Santa Cruz tem um projeto de remodelação do parque e ele pode vir a abrigar com mais conforto e melhor qualidade o festival”. De acordo com ele, é importante ter em mente que investimentos devem ser feitos, especialmente em estrutura e logística para abrigar o público e as competições, tendo sempre em vista os recursos que o evento traz para o município e a região.
Callegaro afirma que o planejamento para a edição de 2020 ficará a cargo da próxima gestão da diretoria do MTG, mas o atual presidente acredita que serão viabilizados novos investimentos no parque que vão garantir a continuação de Santa Cruz do Sul como a casa do maior evento de arte amadora da América Latina.

Em sua apresentação, o CTG evidenciou os direitos e o espaço das mulheres na sociedadeEm sua apresentação, o CTG evidenciou os direitos e o espaço das mulheres na sociedade Crédito: Rolf Steinhaus

 

Lanceiros de Santa Cruz fica em 30º lugar

Rosibel Fagundes
[email protected]

O CTG Lanceiros de Santa Cruz que participou da 34ª edição do Enart neste final de semana, não obteve uma boa classificação no evento. Representando Santa Cruz nas Danças Tradicionais da Força A, o CTG conquistou a 30ª colocação geral dos 40 participantes. O grupo se apresentou no sábado pela manhã no Ginásio Poliesportivo e evidenciou os direitos e o espaço das mulheres na sociedade. Uma homenagem foi realizada a poetisa e professora porto-alegrense, Luciana de Abreu, uma das primeiras mulheres a subir em uma tribuna para falar sobre direitos iguais para mulheres, em 1873. As danças tradicionais apresentadas foram "Tatu com Volta no Meio", "Maçanico" e a "Dança Roseira". 
A desclassificação do CTG nesta edição mudou o rumo de sua trajetória, já que nos últimos dois anos ele esteve entre os 10 melhores grupos da Força A. Em 2010, o CTG Lanceiros de Santa Cruz consagrou-se em 3º lugar, sendo está sua melhor classificação já obtida no Enart.

Vencedores das principais categorias:

Danças tradicionais - Força A
• 1º - CTG Tiarayú – Porto Alegre
• 2º - CTG Rancho da Saudade – Cachoeirinha
• 3º - CTG M’bororé – Campo Bom
• 4º - CTG Heróis Farroupilhas – Caxias do Sul
• 5º - CTG Lalau Miranda – Passo Fundo

Danças tradicionais – Força B
• 1º - CTG Candeeiro da Amizade – Vera Cruz
• 2º - DTG Noel Guarany – Santa Maria
• 3º - CTG Laço da Amizade – Casca
• 4º - CTG Fronteira Aberta – Santana do Livramento
• 5º - CTG Felipe Portinho - Marau