Edição do dia 21/01/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Aliança Santa Cruz retorna com carnaval infantil
GERAL - A festa irá ocorrer na Sede Campestre
Sítio Pedagógico: Começam as obras de instalação
GERAL
Empresas podem fazer doações diretas ao Consepro
GERAL
Próxima edição será dia 1º de fevereiro
GERAL - Evento será realizado no campinho do Bom Jesus
Praça da Bandeira: Parklet já tem data para instalação
GERAL
Santa Cruz se despede de Wilson Griesang
GERAL
Concurso público bate recorde de inscritos
GERAL
Novas placas de veículos serão obrigatórias a partir de 31 de janeiro
GERAL
Lei que amplia ficha limpa é decretada
GERAL - A partir de agora quem cometeu crimes está vedado em assumir vagas na Câmara
Saúde na Palma da Mão: saiba como baixar o aplicativo
SAÚDE
Salve, salve a lembrança do herói de Santa Cruz do Sul: Arno Frantz
OPINIÃO
Inovação e transparência devem andar de mãos dadas
OPINIÃO
Benditas são as mentes criadoras que combinam sons e silêncio e os transformam em música
OPINIÃO
Dengue: Santa Cruz registra sete casos de suspeita
SAÚDE - Município está entre 99 do Estado com infestação do mosquito
Projeto sugere isenção de IPTU para estacionamentos
GERAL - Vereador também propôs um aplicativo para registro de gastos e receitas do município
Uma agroindústria que empodera
EMPRESARIAL - Programa Arise possibilitou a abertura de uma empresa no interior
Atleta santa-cruzense busca apoio para disputa de competição na França
ESPORTES
União Corinthians empossa departamento de Judô
ESPORTES

Santa Cruz tem oito escolas paralisadas

Em outros sete educandários o atendimento é parcial e em quatro as atividades seguem normalmente

EDUCAÇÃO - 19/11/2019

Encontro entre comando de greve e representantes de escolas definiu programação desta semanaEncontro entre comando de greve e representantes de escolas definiu programação desta semana Crédito: Frederico de Barros Silva

Rosibel Fagundes
[email protected]

A Greve Geral do magistério que teve início nesta segunda-feira,18, afeta diretamente oito escolas estaduais de Santa Cruz. Deflagrada na quinta-feira da semana passada, 14, a paralisação é por tempo indeterminado. De acordo com o levantamento da 6ª Coordenadoria Regional de Educação (6ª CRE), estão totalmente suspensos os atendimentos nas escolas Monte Alverne, Estado de Goiás, Bruno Agnes, Felipe Jacobus, Gaspar Bartolomay, Nossa Senhora de Fátima, José Mânica e Santa Cruz. O atendimento parcial acontece nas escolas Luiz Dourado, Guilherme Simonis, Nossa Senhora da Esperança, Alfredo José Kliemann, Ernesto Alves de Oliveira, Nossa Senhora do Rosário e Willy Carlos Frohlich (Polivalente). Já o atendimento normal segue na Petituba, Afonso Rabuske, José Wilke e Sagrada Família. 

Na região de abrangência do 18º Núcleo do Cpers, a estimativa é de que 70% da categoria tenha aderido à paralisação. De acordo com a diretora do núcleo, Cira Kauffmann, nesta segunda-feira, 18, um encontro entre o comando de greve e representantes das escolas serviu para definir as ações que serão encaminhadas ao longo da semana. “Além das atividades da semana realizadas aqui na região, aguardamos novas orientações do comando geral para um possível ato a nível estadual”, comentou. Pela programação, na noite desta segunda-feira, 18, a categoria participou de um encontro na Câmara de Vereadores. Durante toda a semana serão realizadas visitas em escolas onde alguns professores ainda não aderiram à greve. Nesta terça-feira, 19, às 9 horas será instalada a Tenda da Resistência, com abaixo-assinado e conversa com a comunidade. Na quarta-feira, haverá uma reunião na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Sul, às 16h30, para discutir o pacote do governo estadual. Já na quinta-feira, os deputados Edson Brum, Kelly Moraes e Adolfo Britto participam da plenária às 18h30,na Câmara de Vereadores. 

Professores participaram de encontro na sessão da Câmara de Vereadores desta segunda-feira Professores participaram de encontro na sessão da Câmara de Vereadores desta segunda-feira Crédito: Julio Mello

De acordo com Cira Kauffman, a orientação é para que todos os professores e funcionários participem do movimento. “Nós estamos conversando com professores e funcionários que ainda não aderiram à greve, queremos que todos participem. Agora é um momento de tudo ou nada, estamos sofrendo um dos piores ataques que algum governador do estado já fez na educação pública. O governador Eduardo Leite tira diretos e vantagens de todos os trabalhadores da educação, tanto dos aposentados quanto dos ativos, nomeados e contratados, e nos deixa sem nenhuma possiblidade. Estamos com 47 meses de salários atrasados e há cinco anos sem ganhar reposição salarial”, afirmou.