Edição do dia 17/01/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Costuras e Reformas Suzana Ramos: ateliê comemora quatro anos
GERAL
Resultado financeiro da 35ª Oktoberfest supera R$ 1,6 milhão
GERAL
Contatos feitos via redes sociais são falsos
GERAL - Instituto Consulpam alerta sobre suposta contratação de equipe para trabalhar no concurso da Prefeitura
Atividades na rede municipal são oferecidas no período das férias
GERAL
Distribuição de fraldas em novo endereço
GERAL
Salário mínimo sobe para R$ 1.045
ECONOMIA - Reajuste decorre da inflação mais alta em 2019
Doces que empoderam mulheres e combatem o trabalho infantil
VARIEDADES
Banco de Móveis já contabiliza mais de duas mil doações
GERAL
Pedido de aposentadoria
GERAL - Passados seis meses de espera, segurado pode exigir agilidade na Justiça
Portas Abertas já realizou 11.064 atendimentos
SAÚDE
Saiba como retirar medicamentos na farmácia de Monte Alverne
SAÚDE
Iniciam as obras do posto de saúde sustentável
SAÚDE - Primeira unidade do Brasil começou a tomar forma na última terça-feira
Tarifa adicional de cheque especial não será cobrada
ECONOMIA
Saúde estuda redistribuição de incentivos estaduais para hospitais
SAÚDE
IPE Saúde amplia pagamentos assistenciais para 2020
SAÚDE
Vacina pentavalente já está disponível em Santa Cruz
SAÚDE
Porto Verão Alegre 2020 passa em Santa Cruz do Sul
VARIEDADES
The Wailers volta ao Rio Grande do Sul
VARIEDADES - Após quatro anos desde o último espetáculo, banda jamaicana retorna tocando os maiores sucessos

RGE investiu R$ 45,7 milhões no Vale do Rio Pardo

ECONOMIA - 13/12/2019

Centenas de obras foram executadas pela RGE beneficiando os clientes de 21 municípios do Vale do Rio Pardo entre janeiro e setembro deste ano. A distribuidora do Grupo CPFL aportou R$ 45,7 milhões nessas ações que incluíram a troca de 4.545 postes de madeira por novas unidades de concreto, instalação de 13 novos religadores automáticos e construção ou melhorias em 110 km de rede de média tensão.
Os maiores investimentos no período ocorreram em Passo do Sobrado e Venâncio Aires, onde uma subestação está sendo construída e outra passou por obras de ampliação da capacidade, respectivamente. Em Venâncio, foram investidos 10,1 milhões de janeiro a setembro e parte do valor serviu para as obras na Subestação Venâncio Aires 2, beneficiando também os moradores de Mato Leitão. Na rede de distribuição especificamente, foram trocados 611 postes em Venâncio Aires nos nove primeiros meses do ano e instalados quatro religadores.
Já em Santa Cruz do Sul, cidade-polo do Vale do Rio Pardo, a RGE investiu R$ 8,2 milhões em obras de melhoria e reforço da rede elétrica. Em uma das principais frentes de trabalho, a distribuidora substituiu 1.127 postes nos primeiros três trimestres do ano, além de instalar cinco religadores.
Segundo o Consultor de Negócios da RGE, Cristiano Silva, as obras dão maior robustez à rede elétrica e permitem, através de equipamentos tecnológicos, como os religadores, que o atendimento seja cada vez mais eficaz aos clientes. “Com os 13 religadores instalados neste ano no Vale do Rio Pardo, a região passa a ter 242 equipamentos nas suas redes. É um número significativo”, destaca Silva.
Os religadores automáticos são operados pelo Centro de Operações da RGE, à distância, e permitem que a energia seja restabelecida num curto espaço de tempo se a interrupção ocorrer sem danos físicos na rede. Além disso, em caso de qualquer interrupção emergencial ou programada, o religador auxilia nas manobras de carga para deixar o menor número de clientes sem energia e por menos tempo.
“Somando isso aos novos postes de concreto, às melhorias no cabeamento das redes e às obras nas subestações, garantimos um sistema de distribuição de energia cada vez mais robusto e confiável para atendimento aos consumidores”, acrescenta o consultor. As obras executadas pela RGE integram o Plano de Manutenção e Expansão do Sistema Elétrico.
Alinhada com o Planejamento Estratégico do Grupo CPFL Energia, a RGE, distribuidora de energia elétrica que atende 381 municípios gaúchos, investiu R$ 605 milhões em obras de ampliação, melhoria e modernização da rede nos nove primeiros meses deste ano. O valor é 24,7% superior em relação ao mesmo período do ano passado. Esses investimentos permitiram que centenas de obras fossem executadas no período, como a substituição de 64 mil postes de madeira por concreto na área de concessão, a instalação de 204 novos religadores automáticos e construção ou melhoria de 1.447 Km de rede de média tensão.
 
Plantio de árvores próximo à rede
A RGE alerta os clientes sobre o plantio de árvores de grande porte próximas à rede elétrica. O toque da vegetação nos componentes da rede – como cabos e transformadores – é o responsável por grande parte das interrupções de energia em toda a área de concessão da distribuidora. Por isso é importante que, ao plantar qualquer árvore, os moradores analisem o espaço e projetem o crescimento daquela muda. Recomenda-se que perto de redes elétricas ou mesmo do ramal de ligação do cliente – o fio que sai do poste e vai até a casa ou prédio – não se plante árvores de maior porte.
Espécies de médio e grande porte devem ser plantadas, preferencialmente, em praças e espaços que comportem o seu desenvolvimento pleno a fim de não gerar conflitos com as estruturas do contexto urbano em geral (redes de energia elétrica, água, internet, calçamentos, etc.).
A RGE e o Grupo CPFL têm um Guia de Arborização completo com as espécies mais indicadas para serem plantadas nos diferentes espaços, tipo de podas que podem ser feitas, manutenção da vegetação, legislações do setor, entre diversas outras informações. O guia pode ser consultado, na íntegra, através do site da RGE: http://bit.ly/ArborizacaoRGE
 
Principais investimentos da RGE na região – Janeiro a setembro de 2019
Cidade                      Investimento        Postes trocados
Agudo                       R$ 1,1 milhão      261
Cachoeira do Sul      R$ 2,6 milhões    355
Candelária                R$ 1,1 milhão      189
Gramado Xavier       R$ 951 mil           154
Rio Pardo                 R$ 2 milhões        629
Santa Cruz do Sul    R$ 8,2 milhões    1.127
Sinimbu                    R$ 1,3 milhão       221
Vale do Sol               R$ 1,3 milhão       346
Vera Cruz                 R$ 1,4 milhão       374