Tabacos Novo Horizonte inicia operações com geração de 400 empregos diretos

Diretor-presidente Erni Dockhorn enfatizou que a expectativa de processamento é de 19 mil toneladas de tabaco cru

GERAL - 19/03/2013

 Ana Souza - ana@riovalejornal.com.br

Um coquetel que reuniu autoridades, imprensa e convidados marcou na noite de sexta-feira, 15, o início das operações da empresa Tabacos Novo Horizonte (TNH) em Venâncio Aires. O evento foi realizado a partir das 19h no complexo industrial da empresa, recentemente adquirido pela Valesul Brasil Tabacos da Interfumos Indústria e Comércio de Fumos Ltda. A TNH ficará localizada às margens da RSC 287, Km 78.

A Valesul Brasil Tabacos, com sede em Santa Cruz do Sul, tem 12 anos de atuação no mercado fumageiro. Através da aquisição do complexo industrial e dos bens ativos da empresa Interfumos, a empresa amplia sua participação no setor fumageiro e passa a denominar-se Tabacos Novo Horizonte (TNH). A negociação se estendeu por alguns meses e foi finalizada durante a semana que antecedeu a inauguração.

As operações existentes em Santa Cruz do Sul, às margens da BR-471, continuarão a serem realizadas. Nesta unidade a atenção é voltada para produtos e processos diferenciados de tabaco, com o emprego de cerca de 450 colaboradores. Em Venâncio Aires, será centralizada toda a área administrativa, compra e processamento de tabaco, com a geração para esta safra de mais de 400 empregos diretos e a expectativa de processamento de 19 mil toneladas de tabaco cru. Com as duas unidades, a TNH irá gerar mais de 800 postos de trabalho. Além da produção própria de tabaco e estrutura de campo para fornecimento de orientação técnica, a empresa também conta com a parceria de fornecimento das empresas Intab, de Vale do Sol e Centro-Serra, em Arroio do Tigre.
Do volume a ser produzido pela TNH, 100% deverão ser destinados para o mercado externo. A empresa firmou parceria de vendas com o grupo J E Barker e  Hail & Cotton, dos Estados Unidos. Além de ter, atualmente, parcerias de vendas nos principais mercados mundiais como Estados Unidos, Holanda, Itália, Indonésia, China, Argentina e África.
Conforme o diretor-presidente, Erni Edgar Dockhorn,  a atuação da TNH está voltada ao comprometimento e confiança no futuro da cultura do tabaco no Brasil. “Este é um momento unilateral para nós. Em 1978 entrei no ramo da indústria fumageira, são 35 anos convivendo com  a área. Há 27 anos tenho a oportunidade de viajar pelo mundo e participar de toda as transformações de nossa indústria. A inauguração da TNH é um projeto audacioso, ainda mais por ser um momento em que a fumicultura passa por períodos de dificuldades e incertezas. Haverá muitos desafios, mas temos apoiadores. Sempre acreditei que em momentos difíceis é que encontramos oportunidades. Neste momento só poderia agradecer muito à comunidade de Venâncio Aires que nos acolheu. É uma grande satisfação e orgulho para nós. Queremos crescer e construir uma grande empresa.”
 
IMPORTÂNCIA
 
Em seu pronunciamento, o prefeito de Venâncio Aires, Airton Artus, frisou que a presença da TNH no município é motivo de orgulho e satisfação. “As pessoas do ramo fumageiro trabalham com seriedade. Venâncio Aires, como grande produtor de fumo, não pode se furtar de estar junto nesta questão da instalação da TNH. É um momento importante para nosso município e estamos recebendo a empresa de braços abertos. Temos certeza que nosso trabalho foi feito. Junto com o Sinditabaco, Afubra, municípios da Amvarp, Governo Federal, mostramos que o setor é importante para todo o país. A cadeia produtiva do tabaco é muito bem organizada.”
O presidente do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (Sinditabaco), Iro Schünke, destacou a importância da iniciativa. “Associada ao Sinditabaco, percebemos a importância da atuação da TNH. A aquisição da unidade de processo ajuda a contribuir ainda mais para a cadeia produtiva do tabaco.” Para o presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Benício Werner, o surgimento da uma empresa estruturada como a TNH é um alento para a classe dos produtores. “Cada vez que uma empresa surge assim, bem estruturada, se torna um grande aporte para dar continuidade às atividades dos fumicultores. A concorrência entre as empresas é muito sadia e gera lucratividade para o setor.”

Rolf Steinhaus
 
 
Além da instalação em Venâncio Aires, empresa manterá as operações em Santa Cruz
 
Rafael Costa
 
 
Os diretores da TNH: Cleber Quoos, Erni Dockhorn, Elói Quoos e Franz Demeulemeester

Fotos: Rolf Steinhaus
 
 Dockhorn: projeto audacioso
 
Artus: momento importante para Venâncio Aires
 
Schünke: crescimento para a cadeia produtiva do tabaco
 
Werner: um grande aporte para os fumicultores
 
__________________
 
A diretoria da TNH
 
Diretor-presidente: Erni Dockhorn
Diretor Vice-Presidente: Elói Quoos
Diretor de Produção e Compras: Cleber Quoos
Diretor de Vendas e Controladoria: Franz Demeulemeester
 
__________________
 
Dados históricos
 
A Valesul Brasil Tabacos foi fundada em junho de 2001 pelos sócios Elói Adolfo Quoos, Cleber Quoos e Celso Lopes. Instalada em uma área de 5 hectares, na zona industrial de Santa Cruz do Sul, às margens da BR 471, a unidade possui uma linha de Bundle/Loose Leaf, Destala Manual, além de armazéns de tabaco cru. Durante nove anos, a Valesul forneceu tabaco cru para fumageiras de grande porte do setor. Desde 2010, a empresa passou a processar e comercializar seu próprio tabaco.
A TNH iniciou suas atividades em 2011 exportando no primeiro ano 4 mil toneladas. Em 2012, junto com a Valesul, processou e comercializou 14 mil toneladas de tabaco cru. Para este ano, as estimativas apontam a um volume de 19 milhões de quilos de tabaco cru.

 



voltar


Editora Dreher Ltda.

DIRETOR: André Felipe Dreher

EDITORES: Nelson Treglia e Alyne Guimarães Motta

comercial@riovalejornal.com.br
jornalismo@riovalejornal.com.br
assinaturas@riovalejornal.com.br
ESCRITÓRIO E REDAÇÃO
Rua Osvaldo Cruz, 402 - Fone: 3056.3210 - 3056.3211
CEP: 96820-742 - Santa Cruz do Sul - RS
Representante em Porto Alegre
Elenco de Veículos de Comunicação
Rua Santana, 1106 - Conj. 402 - Fone: (51) 3217.5331