Edição do dia 19/07/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Domingo tem Brique da Praça
GERAL
Unisc forma 16ª turma de Medicina
GERAL
Stock: Nelsinho Piquet corre pela primeira vez em Santa Cruz do Sul
ESPORTES - Piloto da equipe Texaco Full Time Sports terá experiência inédita neste fim de semana na pista gaúcha
Edição de inverno do curso Escola de formação de professores tem início na Unisc
EDUCAÇÃO
Audiência pública debate alterações no Plano Diretor
GERAL
Quatro cidades gaúchas
VARIEDADES - Quarta temporada de 'O professor pelado' tem reestreia repaginada
Domingo tem etapa da 5ª Olimpíada Rural
GERAL - Esse será o primeiro compromisso oficial das 14 candidatas a soberanas da 35ª Oktoberfest
Copa Seu Verardi
ESPORTES - Uma semana de treinos no Avenida
Rodada desta sexta vai apontar os semifinalistas
ESPORTES
Em jogo duas vagas no mata-mata da Copa CFC Celso
ESPORTES
Assaf joga nesta sexta-feira em Santa Maria
ESPORTES - Jogo foi alterado em virtude do Grenal neste sábado
Stock Car: Quinta etapa é neste final de semana
ESPORTES - Serão dois dias de atividades sem a companhia da Stock Light
Renomada professora do Serviço Social estará em Santa Cruz
GERAL
Novo Cabrais: Escola lança livro de receitas saudáveis
EDUCAÇÃO
Novo Cabrais: Pimenta visita obras e reafirma apoio ao município
GERAL - Deputado federal participou de almoço e conferiu de perto a pavimentação da Avenida Rodolfo Buss
Ascor e Prefeitura planejam nova exposição
GERAL
Colégio Mauá assume gestão da Escola Criança & Cia
EDUCAÇÃO
Prefeitura anuncia restauração do prédio
GERAL - Marcando a decisão, muda de árvore também foi plantada por alunos da rede de ensino municipal

A Sbórnia voltou a Santa Cruz!

Espetáculo Tangos e Tragédias lotou Auditório Central da Unisc na última terça-feira

VARIEDADES - 03/08/2013

Cristiano Silva
cristiano@riovalejornal.com.br

Rolf Steinhaus

Recursos cênicos foram garantidos pela ficção construída em torno
dos personagens, maestro Plestkaya e o violinista Kraunus Sang

E mais uma vez a Sbórnia encantou. O espetáculo Tangos e Tragédias – com os irreverentes Maestro Plestkaya (Nico Nicolaiewsky) e o violinista Kraunus Sang (Hique Gomez) – de novo, fez os santa-cruzenses aplaudirem de pé, em um Auditório Central da Unisc completamente lotado. Em uma entrevista, pré espetáculo, muito divertida, os artistas Nico Nicolaiewsky e Hique Gomez frisaram que quem seria entrevistado seriam os seus personagens Maestro Plestkaya e Kraunus Sang, respectivamente. Conversando então com os personagens sbornianos, ao serem perguntados se no seu país de origem, a Sbórnia, teria uma festa como a Oktoberfest em Santa Cruz, Kraunus revelou que há, mesmo com o trauma do seu colega: “Plestkaya não vai nas festas por que teve um trauma muito grande, mas o Dia da Capunga é o dia mais festejado de nossa querida Sbórnia. Foi o dia que a Sbórnia se desgrudou do continente. Esse dia o pessoal comemora loucamente”, revelou o violinista. Ainda sobre Santa Cruz, Plestkaya revelou que adora as cucas da cidade, e sobre o adiamento do espetáculo  – que seria realizado no último dia 11 de julho –, Kraunus Sang revelou que teve um “ataque” de saúde e pediu desculpas por não poder comparecer na data marcada anteriormente. Ao ser questionando se o “ataque” viria da Sbórnia, o violinista revelou que era um “vírus bastante contagioso”, que ele pegou de um amigo, passou para outro amigo, e este foi passando e foi seguindo, mas que já estava recuperado para fazer um belo espetáculo. E fez.

Rolf Steinhaus

Espetáculo reuniu músicas do folclore sborniano,
canções brasileiras e sucessos da música internacional

ESPETÁCULO

Os dois artistas, que aparentemente representam pouco em um grande palco como o do Auditório Central da Unisc, acabaram preenchendo o ambiente de uma forma única, mantendo a perfeita simetria na interação com a plateia. O espetáculo iniciou com o Maestro Plestkaya dizendo que o show era em homenagem “aos artistas santa-cruzenses” e logo de início já executaram uma música. Os recursos cênicos são garantidos pela ficção construída em torno dos dois personagens, que vindos de um país imaginário chamado Sbórnia (Sbórnia do Sul, para ser mais exato), executaram, ao longo de uma hora e meia de espetáculo, músicas do folclore sborniano, canções brasileiras e sucessos da música internacional. O espetáculo é interativo e se torna universal, pelo seu despojamento e por tratar com humor os grandes temas da vida, como o amor impossível, a dor-de-cotovelo e outras tragédias do ser humano. O show, que através do seu maestro tocando acordeom, contando histórias trágicas cheio de amores frustrados e desilusões, acompanhado do violinista errante, reverencial e humilde com imensa paixão pela música, teve os ingredientes perfeitos de uma ótima noite, que o público santa-cruzense aplaudiu de pé.
Quem perdeu esta noite incrível, pode ficar tranquilo. Dada a aprovação do público, certamente não será a última vez deles por aqui. Ficaremos aguardando novos espetáculos, para aprendermos mais sobre o folclore sborniano e suas peculiaridades, aqui na terra da Oktoberfest.

Rolf Steinhaus

Público lotou o Auditório Central da Unisc para acompanhar o espetáculo Tangos e Tragédias


Veja Mais Fotos na Galeria: Tangos e Tragédias na Unisc - Fotos Rolf Steinhaus